Oxente Menina

Gravidez: o que pode e o que não pode

exercicio-gravidez

Posso continuar fazendo exercícios? Se eu dormir de lado vou machucar o bebê? A cervejinha está liberada na gestação? A fase é uma das melhores na vida de uma mulher, porém as dúvidas são proporcionais ao sentimento de amor pleno que uma gestação provoca. Pensando no bem estar das grávidas e nas centenas de dúvidas enfrentadas pelas futuras mamães durante a gestação, o Espaço Gestar, de São Paulo, reuniu algumas dicas sobre o que é e o que não é permitido durante o período da gravidez.

  • Na alimentação é recomendado consumir mais proteínas, ferro, cálcio e vitamina B9 (que diminui as chances do feto nascer com problemas neurológicos), e diminuir os alimentos gordurosos.
  • Nada de parar as atividades físicas! A única restrição fica por conta dos esportes de impacto, que exigem grandes esforços físicos. Vale investir em esportes aquáticos neste período, pois ajudam a melhorar a respiração e a circulação. Mas sempre com a orientação do seu médico.
  • É proibido fumar durante a gestação! Álcool e café também devem ser evitados, pois, se consumidos em excesso, interferem no crescimento do bebê e aumentam a possibilidade de aborto.
  • Não deixe de fazer o pré-natal. O acompanhamento médico é fundamental para evitar complicações durante a gravidez.
  • Alguns cuidados devem ser mantidos após o parto, já que o que as mamães consomem interferem diretamente no leite que produzem, que será alimento do bebê. A sugestão é tomar bastante água e ter uma alimentação balanceada.

alimentacao-gravidez

Dúvidas esclarecidas? Todas ainda não. Baseada em perguntas que surgiram através de uma breve pesquisa com futuras-mamães no Facebook, compilei aqui mais algumas questões que foram gentilmente respondidas pelo Dr. Renato de Oliveira, ginecologista responsável pela área de reprodução humana da Criogênesis, de São Paulo.

Desde que fiquei grávida fica essa controvérsia de poder ou não comer sushi. Por via das dúvidas achei melhor não comer, mas é permitido ou não comer comida crua como sushi e carpaccio na gestação? Daniela Almeida – SP
Durante a gestação é melhor dar preferência aos alimentos cozidos ou assados. O problema dos alimentos crus é o risco de contaminação e suas consequências na formação do bebê. No caso das frutas e saladas, procure lavar bem os alimentos, principalmente aqueles consumidos com cascas ou folhas. Ao consumir alimentos crus, a grávida corre o risco de contrair, principalmente a salmonela e a toxoplasmose. Ao contrair a salmonela (bactéria), os principais sintomas são a diarreia e vômitos severos, dor de cabeça, dor abdominal e febre. O tratamento é feito com antibióticos e reidratação com soro para repor o líquido perdido pelo corpo. Já a toxoplasmose, o parasita é muitas vezes encontrado nas carnes cruas ou mal passadas, verduras mal lavadas e em fezes de gatos, que podem se localizar em bancos de areia. Os sintomas se parecem com uma gripe fraca, o que impede de imaginar que pode ser um problema maior. Quando contraída durante a gravidez, o parasita pode atravessar a placenta e atingir o bebê. Neste caso, a fase em que pode causar mais danos é o primeiro trimestre de gestação.

Sexo durante a gravidez é permitido? Vitória* – SP
Se for uma gravidez normal, sem complicações ou riscos, o sexo é seguro, liberado e recomendado. Vale salientar que, em algumas situações, como a presença de sangramento vaginal inexplicado, placenta de inserção baixa, incompetência istmo cervical, ou seja, o colo do útero que não está muito resistente, não se recomenda a prática de relações sexuais durante a gravidez.

Uma tacinha de vinho ou um copo de cerveja de vez em quando pode? Carol Pereira – PE
Mulheres grávidas não devem consumir álcool em nenhuma dosagem. Não há estudos que determinem a dose mínima de segurança e a bebida alcoólica pode atuar sobre o bebê, uma vez que possui livre passagem pela placenta. Além disso, o fígado fetal, que está em formação, metaboliza duas vezes mais lentamente o álcool ingerido pela mãe, comprometendo, assim, seu desenvolvimento saudável.

Prêmio Avon de Maquiagem abre inscrições

premio-avon-maquiagem

Atenção maquiadores brasileiros! Começam hoje e vão até 3 de abril as inscrições para a 20ª edição do Prêmio Avon de Maquiagem, maior prêmio de maquiagem do Brasil. Os participantes devem estar cadastrados no Conexão Beauty Art – rede social exclusiva de maquiadores e amantes da maquiagem, hospedada no Portal da Maquiagem – ter mais de 18 anos, ser brasileiro ou estrangeiro residente no país há mais de cinco anos.

Os interessados podem se inscrever em uma das seis categorias do Prêmio: artes cênicas, audiovisual, editorial, passarela, publicidade e social. Esta é a grande chance dos maquiadores concorrerem a uma viagem internacional para participar de workshops exclusivos com profissionais renomados do mercado mundial.

Além de ter acesso ao regulamento desta edição, é possível encontrar no Portal da Maquiagem matérias e entrevistas exclusivas com os grandes nomes da maquiagem mundial e saber sobre as experiências e aprendizados relatados pelos vencedores de 2014. “Quando olhamos para trás vemos o quanto a premiação agregou para a profissão. Ela transformou os maquiadores em formadores de opinião com influência sobre a sociedade em geral e relevância no mundo da moda e beleza”, afirma Rosana Marques, diretora de Comunicação da Avon Brasil.

Lá Fora food park chega ao Recife

la-fora-caminhao

Uma praça de alimentação e eventos ao ar livre. Gastronomia, entretenimento, economia criativa, design, empreendedorismo, tudo isso lá fora. Chega ao Recife nos dias 28/02 e 01/03, no estacionamento do Shopping RioMar, a primeira edição pernambucana do Lá Fora.

food-truck

Além de um amplo espaço de convivência a céu aberto, o Lá Fora – Food Park conta com segurança especializada e banheiros containers de luxo climatizados. “O objetivo do Lá Fora é expandir pelo Nordeste a invasão de grandes nomes da gastronomia em food trucks vendendo, a um preço justo, pratos e receitas que antes só se concebiam vender dentro de restaurantes. Será uma bela experiência de comer ao ar livre, em um ambiente completamente familiar, com boa música, pessoas do bem, em harmonia com a natureza, a sustentabilidade, a gastronomia e claro, o encontro de amigos em um ambiente seguro e informal”, afirma Alex Façanha, diretor criativo da agência cearense Baladeira Inovações, idealizadora do evento.

saxbeatsdest

O food park também receberá os músicos do Sax in the Beats, famosos por levar boa música para as ruas e food parks paulistas. Com uma bateria e um saxofone, a dupla toca de tudo, do jazz ao pop, e sua marca principal é estar fantasiada com cabeças de urso e cavalo durante as apresentações, atraindo a atenção e os olhares curiosos de crianças e adultos.

A arena infantil reserva um espaço de entretenimento e lazer para a criançada. O acesso para participar de atividades artísticas custa R$ 15 por tempo ilimitado. O espaço também contará com um bicicletário para receber os ciclistas que escolherem ir ao evento de bike.

Congresso de fotografia de moda

congresso-FOTOGRAFIA-MODA

O 1º Congresso Online de Fotografia de Moda do Brasil já tem data e as inscrições estão abertas. O evento gratuito promovido pelo Câmera Fashion acontece online no período de 6 a 12 de abril. O curso promete ir além das técnicas básicas e abordar branding pessoal, passo a passo do processo de fotografia, briefing e tratamento de imagens, dentre outros aspectos.

Durante os dias de curso, os participantes poderão acessar palestras, entrevistas e participar de bate-papo com profissionais de moda e de fotografia. O primeiro módulo a ser abordado é o passo a passo da construção de uma imagem de moda, onde os participantes entrarão no universo da fotografia editorial, campanhas, catálogos de moda, fotografia de passarela e street style. O segundo assunto é o processo de construção de marca pessoal, com a presença de grandes nomes da área de Consultoria de Imagem e Personal Branding, que irão mostrar o caminho de como construir sua marca pessoal e se posicionar no mercado. Para finalizar, o terceiro assunto será empreendedorismo e análise do mercado de trabalho na fotografia de moda. Neste módulo serão apresentadas as principais e poderosas ferramentas de marketing digital, com especialistas da área, para estimular o participante a desenvolver sua marca dentro das redes sociais. Descobrir seu nicho de mercado para encontrar novas oportunidade de trabalho e consequentemente novos clientes.

mario-principe

Grandes nomes estarão palestrando no evento. Na grade, já estão confirmados Alessandra Baggio – Idealizadora do Câmera Fashion e fotógrafa de moda; Fernanda Calfat – Fotógrafa de Moda; Mário Príncipe – Fotógrafo de Moda; Danilo Russo – Fotógrafo de Moda; Edgar Raphael – Fotógrafo de Moda; Mário Lopes – Fotógrafo de Moda; Ber Sardi – Fotógrafo de Moda; Markos Montenegro – Fotógrafo; Patrícia Gatto – Jornalista de moda e fotógrafa; Monica Zanocchi – Jornalista de moda; Sabrina Levinton – Designer de moda e Analista de negócios; Daniela Jacomel – Professora da Unicesumar e UEM/PR; Pedro Crispim – Fashion Buyer e produtor de Moda; Juliana Brito – Consultora de Imagem; Bruno Pinheiro – Agile Marketing/ Gestão de Projetos; Bruno Capanema – Marketing Digital; Rayssa Thomaz – Gerente de Marketing Cholet; Nicola Mazzon – Fotógrafo de Moda; e Fer Stein – Designer Gráfico e Fotógrafo de Moda.

As inscrições para o congresso são gratuitas e já podem ser efetuadas pelo site oficial do Câmera Fashion.

Frustração em viagem com bebê

Quando dizem que viajar com crianças não é fácil, há muitas verdades por trás disso. O planejamento é sempre mais cheio de detalhes, especialmente nas primeiras viagens. A escolha do destino, do hotel, do horário de viagem, número de escalas e conexões, tudo é sempre levado em consideração diante da possibilidade de oferecer à criança as melhores condições para que o cansaço seja mínimo. Diferente de quando ainda não somos pais e tudo que precisamos é uma passagem nas mãos e mochila nas costas, viajar com criança não é ruim em nenhum aspecto, mas é definitivamente mais trabalhoso.

Depois de tanto planejamento acreditamos estar diante de férias perfeitas na nossa frente, afinal de contas com tantos detalhes devidamente observados, um planejamento tão minucioso, não tem como dar nada errado, certo? Errado. Infelizmente frustrações podem acontecer por fatores externos, como atrasos de voos, alterações climáticas no destino, perda de bagagem ou documentos. O que a gente nunca espera é que o maior perrengue de uma viagem para uma família que viaja com um bebê venha de um estabelecimento turístico altamente recomendado e que deveria estar preparado para receber os nossos filhos.

familia-viagem-bebe

Foi isso que aconteceu com Lilian Dalmaso e sua família, que partiram de Brasília rumo ao Rio de Janeiro para uma temporada no Club Med Rio das Pedras. Para fazer a primeira viagem com o pequeno Vítor, de 8 meses, Lilian conta que dedicou algum tempo buscando um local que contasse com infraestrutura para o pequeno, e pelas recomendações, nome e tradição, acabou escolhendo o Club Med Rio das Pedras. “Cheguei a ligar para o hotel para confirmar se tudo o que o site dizia com relação à estrutura disponível para crianças era mesmo verdade”, conta Lilian. Segundo ela, o hotel disponibiliza do chamado Welcome Baby, um serviço que oferece um cardápio para os pequenos com café, almoço e jantar e entrega no quarto as refeições com as opções escolhidas pela mãe, “no primeiro dia ninguém avisou nada, no segundo veio almoço e o jantar não”. Por precaução, Lilian disse que havia preparado um plano B e C para o filho, levando papinhas prontas e bolachas de água e sal, caso ele não se adaptasse à comida, além do leite materno.

A falta de atenção especial à comidinha do bebê poderia ter passado batido se os outros serviços amenizassem a falha. A estrutura do hotel para o bebê, no entanto, foi o fator determinante para que os pais de Vítor se sentissem frustrados e lesados. “Havia mofo no berço e na banheira, as paredes estavam imundas, havia formigas por toda parte no Espaço Baby vindas da lixeira, que eles não trocavam com frequência, e de agravante ainda havia o objeto lúdico da sala, que era uma arma. Pedi várias vezes que trocassem, falei inclusive com o SAC, mas não deram importância”, conta. Graças ao preparo da mãe, mais uma vez, a dormida não foi um verdadeiro fiasco. Lilian conta que levou um futon japonês – um colchão dobrável e de espessura mais fina do que um colchão convencional – e roupa de cama, e o pequeno acabou dormindo na mesma cama com os pais.

mofo-club-med-rio-das-pedras

O relato de Lilian não tem intenção de prejudicar o Club Med Rio das Pedras, e sim de chamar a atenção do estabelecimento cuja rede prega excelência nos serviços e receptividade às famílias, e, principalmente, de alertar outros pais que buscam destinos baby friendly para não passarem por situações semelhantes. “Gastamos uma fábula pagando pelo nome da rede e recebemos em troca o desrespeito de uma equipe despreparada, desmotivada e sem condições de receber crianças pequenas. Faço questão de comunicar à todas as mães que podem, como eu, se cercar de cuidados e ainda assim cair numa cilada”, desabafa.

Nem tudo, no entanto, foi motivo de chateação. Lilian conta que a equipe de garçons do local era sempre cordial e educada, “e a camareira Elisângela, que fez o que pode para nos ajudar e estava sempre com um sorriso no rosto”. Quanto ao destino escolhido, apesar de todos os perrengues, ela não nega: “O lugar tem uma natureza deslumbrante!”

lilian-bebe

O texto foi escrito baseado no relato de uma hóspede do estabelecimento, que afirmou ter tentado entrar em contato com a rede por vários meios, não obtendo retorno. O blog Oxente Menina deixa o post aberto para edição caso o Club Med deseje se retratar ou relatar sua versão do ocorrido.

Programação família na Pracinha Recife

pracinha-recife

Com o fim dos festejos de carnaval, se engana quem pensa que está encerrada a diversão na pracinha do Shopping Recife. Durante o mês de março a Pracinha Recife tem uma programação especial para as famílias, onde entretenimento e gastronomia se misturam para oferecer ao público uma opção segura e divertida aos domingos.

O ticket de estacionamento já está garantido pelos food trucks Dog on the Road, Kombina e Urbanóide. Orgânico 22, Açaí no Ponto e Blend Café completam o mix de gastronomia do evento.

Para entreter as famílias pela manhã, os clientes do shopping poderão participar de aulas de jardinagem com Tita de Paula, da Dona Jardineira, e da Eco Oficina Coca-Cola, que ensinará a construir brinquedos, lixeiras e vasos decorativos reutilizando garrafas pet. A aula sustentável contará ainda com a participação do artista plástico Rafa Mattos, o idealizador dos projetos Lixo Feliz e Plante Amor Colha o Bem.

atracoes-pracinha

Os apaixonados por bike contarão com o office truck, uma oficina itinerante da Reciclo Bikes, que junto com o projeto Bike Anjo ensinará os pequenos a dar as primeiras pedaladas {que peninha que Luca ainda é muito bebê pra isso, eu adorei a ideia}! Para o período da tarde, a partir das 16h, a área de lazer ao ar livre receberá brinquedoteca e shows exclusivos dedicado ao universo musical infantil com resgate às canções de Toquinho, Vinícius de Morais e Balão Mágico. “Além de um espaço de convivência, nossa ideia é fazer do espaço um lugar de lazer, interação e aproximação entre as pessoas”, destaca Renata Cavalcanti, gerente de marketing do Shopping Recife.

A programação na Pracinha Recife acontecerá todos os domingos de março.

Eudora lança nova plataforma virtual

eudora-bova-plataforma-virtual

Eudora lança uma novidade essa semana! A partir do dia 26 de janeiro os consumidores que acessarem o e-commerce da marca encontrará uma plataforma nova, com um layout totalmente reformulado e design intuitivo, deixando a navegabilidade mais ágil.

A reformulação faz parte da estratégia de Eudora para alavancar as vendas online e comunicar algumas ações específicas, já que a marca que faz parte do Grupo Boticário também opera através de lojas próprias e venda direta.

eudora-produtos

Eudora concilia bons produtos e bons preços. Um dos hits da marca da atualidade é o batom Rosa Marcante, dupe do Flat Out Fabulous da MAC.

Para celebrar o início dessa nova fase, o e-commerce oferece frete grátis para todo o Brasil até o dia 28. Hora de comprar o Rosa Marcante, o Cabernet, o Cherie, o duo Glam Gardênia, o pó finalizador…

Nos tempos da escola

escola-natal

Fui invadida por uma nostalgia depois do carnaval… Aquela história de que o ano só começa de verdade após a folia momesca pode ser clichê, mas é a mais pura verdade. Depois que Pri Oliveira deu uma sugestão de fazermos uma blogagem coletiva da #blogosferamaisunida sobre os tempos da escola, comecei a lembrar de como era esse período pós-festa na época em que eu estava no colégio.

Durante o carnaval tomei algumas notas mentalmente sobre coisas que devo fazer esse semestre: visitar escolinhas para escolher onde Luca vai estudar, novas ideias de trabalho {esse tópico se eu esmiuçasse em pontos acabaria tomando o post todo}, voltar ou não a trabalhar fora {se sim, como conciliar o tempo para que Luca não fique o dia todo na escola}, algumas coisas que parecem bem simples assim quando estão escritas em algumas poucas palavras, mas que na real nos fazem quebrar a cabeça de um jeito que chega a dar enxaqueca.

E aí comparando com as preocupações que eu tinha nos tempos de colégio chega até a ser engraçado! Nos tempos de escola, depois do carnaval eu costumava pensar que a moleza tinha acabado, que a partir dali era pra valer. Naquela fase da vida a preocupação era dar conta das matérias chatas que eu era obrigada a estudar {hoje me pergunto como atravessei aqueles anos estudando física e química} e tirar boas notas, deixar o caderno organizado {pensando bem, caderno ou fichário? Mais um daqueles dilemas importantes}, confessar ou não pra sua amiga que você também paquerava o mesmo menino bonitinho da outra sala, convencer seus pais a deixá-la ir para um show com a irmã mais velha da sua amiga, conseguir terminar o dever de casa pra poder ir ao shopping em dia de semana. Oh, quantos problemas!

É inevitável olhar para trás e não pensar a máxima do “se eu soubesse naquela época o que eu sei hoje”. Minimizar os problemas daquela época e quebrar a cabeça com esse pensamento não faz o tempo voltar, nem nos faz mais sábios para o futuro. Porque vivemos cada fase no tempo certo, no tempo certo para cada um de nós. Embora os problemas do passado pareçam pequenos para o que enfrentamos no nosso dia a dia, era o que nos fazia sofrer, experimentar, aprender, nos preparar para o futuro. Esse mesmo que estamos vivendo no hoje.

Para o que passou não há volta. Se eu pudesse voltar para os tempos de escola eu diria para a eu-adolescente para sofrer menos com uma nota baixa e fazer mais planos e começar a colocar moedinhas no cofrinho para conhecer o mundo; diria para não reclamar do corpo só porque ele não era como o de Ana Paula Arósio e de Luana Piovani nas capas da Capricho; não me sentiria intimidada com os meninos, diria que os garotos adolescentes são quase todos uns bobos. Já foi. O que resta agora é continuar aprendendo, é viver a atual fase da vida sempre centrada no hoje, e buscar seguir o caminho que não nos leve a arrependimentos ou questionamentos sobre como teria sido. Andar pra frente sempre.

 

Leia também sobre os tempos da escola de…

1) Priscilla Oliveira, do Blog da Priscilla
2) Dani Oliva, do Beleza F5

De bem com a saúde no carnaval

CARNAVAL-DE-RUA-RIO

Você esperou um ano inteirinho, e finalmente o carnaval chegou. Oba! Aquele “ai-meu-Deus-e-esse-carnaval-que-não-chega” acabou e agora é hora de pensar na fantasia, arrumar a mala e cair na folia. Mas calma aí, se por dentro você está a ponto de explodir de tanta euforia e animação, seu corpo talvez não esteja tão preparado pra maratona que está por vir.

Para ajudar os foliões a se prevenirem de alguns contratempos durante os dias de carnaval, o Dr. João Geraldo Houly, chefe da Clínica Médica e UTI do Hospital Santa Paula, de São Paulo, dá algumas dicas.

  • Evite a ingestão de alimentos pesados, que dificultem a digestão. Dê preferência para as frutas e verduras;
  • Hidrate-se de duas em duas horas: o recomendado é ingerir no mínimo dois litros de água por dia (exceto pacientes com restrições médicas);

sabrina-sato-bebe-agua

  • Beba moderadamente: o consumo excessivo de álcool ou a mistura de destilados com fermentados pode acabar com a festa e causar ressaca no dia seguinte. Em casos extremos, é possível desenvolver pancreatite em apenas um dia de muito excesso por causar um edema que impede a drenagem do pâncreas;
  • Sempre tenha em mãos barrinhas de cereais para garantir a alimentação de duas em duas horas. Se estiver no Recife, aproveite a Arena Gastronômica para se alimentar;
  • Cuidado com o calor excessivo: em dias muito quentes a tendência é a pressão arterial cair, o que pode ocasionar enjoo, tontura e desmaios. Para evitar a queda de pressão é preciso manter o corpo hidratado, alimentar-se adequadamente, vestir roupas leves e evitar ambientes pouco ventilados;

beijo-carnaval

  • Beijo na boca: normalmente trocamos em torno de 250 bactérias e alguns vírus quando beijamos alguém. Portanto, é preciso ter cautela para prevenir doenças como a mononucleose, conhecida como “doença do beijo”. Trata-se de uma doença viral com sintomas parecidos com os da gripe: febre alta, dor ao engolir, tosse, cansaço, falta de apetite, dor de cabeça, entre outros;
  • Doenças sexualmente transmissíveis: todo ano o Ministério da Saúde faz uma campanha sobre a importância do uso da camisinha neste período. A camisinha é item fundamental do folião consciente.

Em Pernambuco, no Rio, Salvador, São Paulo, Ouro Preto, e onde mais a folia rolar solta, mais algumas dicas para cair no passo.

  • Salto alto: ficar em pé por muitas horas sambando de salto alto pode ocasionar dor nas pernas e na planta dos pés, câimbras, inchaço nos pés, joanete, calos, problemas nas unhas, entre outros. Para evitar esses problemas, procure usar um salto com a base e o bico mais largo, assim os dedos não ficam apertados. Já para o dia seguinte, o médico aconselha ficar com as pernas esticadas;

fantasia-carnaval-recife

  • Algumas fantasias dificultam a ida ao banheiro. Como muitos foliões ficam horas preparados para entrar na avenida, a dica é ir ao banheiro antes de se vestir. Evite reter urina por longos períodos, porque, além do desconforto, favorecem as infecções urinárias e formações de cálculos;
  • Durma bem: no dia seguinte procure dormir pelo menos oito horas para reequilibrar o organismo.
  • Proteja sua pele: o protetor solar fator 30 tem que fazer parte da rotina do folião. O retoque deve ser feito a cada duas horas;
  • Em blocos de rua, utilize calçados confortáveis: o ideal é usar tênis para proteger os pés e ter mais flexibilidade nos movimentos. Esse tipo de calçado amortece o impacto e é mais confortável, afinal, você ficará em pé a maior parte do tempo;
  • Para evitar insolação, hidrate-se pelo menos de duas em duas horas, use filtro solar e prefira as roupas com tecidos leves (evite tecidos do tipo sintético) e use chapéus ou bonés para uma maior sensação de conforto;
  • Álcool gel: como não é possível lavar as mãos em banheiros químicos, a chance de contaminação aumenta. Os contágios mais frequentes são de E.coli – que faz parte da flora natural do corpo, porém, quando há um desequilíbrio, causa náusea, vômito e diarréia; e o vírus VHA, da Hepatite A. Para se prevenir, tenha um álcool gel para higienização das mãos sempre que for ao banheiro.

Arena Gastronômica no carnaval do Recife

Arena Gastronomica-01

Folião também sente fome. Depois de pular ao som do frevo e do maracatu, a pausa pro lanche é obrigatória. Já está em funcionamento a Arena Gastronômica no bairro do Recife, principal pólo do carnaval da cidade.

Este ano a Arena está localizada na Rua do Observatório, que fica entre a Praça do Arsenal e a Rua Cais do Apolo, em frente ao prédio da Polícia Federal. O espaço conta com estrutura coberta, mesas e cadeiras, para receber os foliões durante a pausa para “forrar o bucho”.

Arena Gastronomica-03

Os estandes de alimentação oferecem opções variadas: coxinha, pastel, tapioca, macaxeira com charque, caldinho, feijoada, pizzas e até pratos mais elaborados como caldeirada, fuxico de charque, sushi, temaki e sunomono. Para completar o mix da Arena, sorvetes e paletas mexicanas marcam presença ao lado do cafezinho. Os lanches na Arena Gastronômica custam a partir de R$ 5 e alguns estabelecimentos aceitam cartão de crédito.

Serviço: Arena Gastronômica – Dias 11 e 12, das 15h às 23h; Dias 13 a 18 de fevereiro, das 15h às 2h – Rua do Observatório (Entre a Rua do Brum e a Rua Cais do Apolo – em frente ao prédio da Polícia Federal)

Imagens: Eudes Santana