Livro do fim de semana: O Vendedor de Histórias | Blog Oxente Menina

Livro do fim de semana: O Vendedor de Histórias

 

Jostein Gaarder pode até ter ficado famoso por causa do livro “O Mundo de Sofia”, mas essa não é a única leitura válida do autor. Em minha humilde opinião, esse sequer é o melhor livro da obra de Gaarder (não tô falando que é ruim, só não acho que seja o melhor).

Recentemente li O Vendedor de Histórias, que me deixou sem fôlego do início ao fim. Não, o livro não é de ação e nem de suspense, mas a criatividade do personagem principal cativa de tal maneira, que os aficcionados por uma boa história não conseguirão largar o livro até o ponto final.

Sinopse: Inspirado nas suas idas ao circo em companhia do pai, o pequeno Petter inventa um conto de fadas: Panina Manina, filha do dono de um circo, desaparece num rio e é dada por morta, mas acaba resgatada por uma cigana. Anos mais tarde, a menina vira trapezista e vai trabalhar no circo do próprio pai, porém sem que ambos saibam ser pai e filha. Certo dia, Panina cai durante uma apresentação e é socorrida pelo dono do circo. Ao ver o colar de âmbar no pescoço da moça, ele percebe que a artista é sua filha desaparecida.
O conto é mais uma das inúmeras fantasias que povoam a imaginação sem freios de Petter, um menino precoce que se torna um adulto solitário. Sua única companhia é o Homem-Metro, um personagem que saiu de seus sonhos para a realidade. Mesmo quando Petter encontra Maria, mulher por quem se apaixona, a relação não dura: termina após um estranho pacto.
Para garantir sua subsistência, Petter torna-se o Aranha, uma espécie de “ghost-writer” que vende os frutos de sua imaginação para escritores sem idéias. Avesso à fama, ele parece ter encontrado a forma ideal para viver do seu talento. No entanto, uma série de conflitos com seus clientes e o retorno de fantasmas do passado colocam sua vida em perigo – e mostram que fantasia e realidade nem sempre correm paralelas. Assim como o trabalho da mente de seu protagonista, “O Vendedor de Histórias” é um vôo de imaginação. Jostein Gaarder convida mais uma vez a enxergar o mundo com um olhar extraordinário e a refletir sobre o poder da memória e da fantasia sobre o dia-a-dia do leitor e do homem comum.

Se alguém tiver interesse em ler, posso ver se o meu ainda está aqui para trocarmos. Vale muito a pena ler esse livro!

Comente também pelo Facebook!

2 Comentários

  1. D.
    06 de fevereiro de 2010

    Nossa!!
    Fiquei super interessada mesmoooooo!!!

    Reply

  2. Line
    07 de fevereiro de 2010

    eu amoooooooooo qualquer livro dele…qualquer mesmo!
    e de fato, mundo de sofia nao eh o melhor…esse nunca li mas amoooooo dia do curinha,atraves do espelho e garota das laranjas!!
    bjooo

    Reply

Deixe um comentário!

Close