Fui assim: Oxente Menina vibe

Antes de mostrar o look que dá título ao post, queria contar uma historinha. Posso?

Certa vez estávamos eu e um grupo de peruas em um evento, e uma das meninas perguntou se conhecíamos a loja X. Ela queria comprar um vestido com determinados detalhes e já tinha visto duas amigas usando, mas não conhecia a loja em que essas pessoas diziam ter comprado a roupitcha. De repente, ouvi lá de longe um comentário vindo de outra pessoa dizendo: “Ah, a X é uma loja baratinha que tem no shopping” {adicione ênfase com um certo tom de desdém na palavra “baratinha”}.

Confesso que por uma fração de segundos fiquei me sentindo meio mal. Tipo, eu tenho umas duas ou três peças dessa loja, e até então não via nenhum problema em comprar algo por um preço justo, mas depois do comentário fiquei pensando se eu era: a) muito brega, b) muito pobre, c) as duas alternativas anteriores, d) apenas uma pessoa normal. Ao voltar do meu devaneio aceitei novamente a minha condição de ser humano desprovido de uma conta bancária cheia de dígitos {portanto, uma pessoa que adora promoções e achados}, mas confesso ter ficado decepcionada com esse comentário.

A questão aqui não é se as roupas são baratas ou não, a minha queixa é que um julgamento foi feito sem que a qualidade das peças fosse sequer analisada, apenas baseado em preços. E diga-se de passagem, os preços podem ser mais em conta do que os de outras lojas de shopping, mas passam longe do que pode ser considerado “quase de graça”.  Desde quando preço justo virou sinônimo de coisa vagabunda? E quem disse que coisas mais caras são sempre as melhores?

Só digo uma coisa: tem gente que se veste da cabeça aos pés com peças populares e fica a cara da riqueza, e tem gente que pode usar as melhores peças das melhores marcas, e simplesmente não rola. Portanto, não julguem as pessoas pelo valor do guarda-roupa delas, ok? {E desculpem o desabafo, mas lembrei dessa história hoje e senti a necessidade de compartilhar com vocês e ouvir a opinião de quem está de fora. A propósito, as minhas roupas da loja continuam no meu closet…}

Agora vamos falar de coisas boas! Ontem aconteceu aqui em Hellcife o Cosmmopolitan, evento fashion idealizado pelas blogueiras Karol Nogueira e Camila Gusmão. Infelizmente não pude levar a minha câmera porque eu estava com uma bolsa pequena, mas fotografei o meu look antes de sair de casa. Ornado no preto, branco e rosa, o look não podia ter ficado mais a cara do blog, né?

  • Vestido: Spuk
  • Scarpin: Arezzo
  • Clutch: Clarissa Sotter {me digam: é ou não a cara do Oxente? Só faltou ser de listras em vez de poás}
  • Esmalte: Hits Speciallità 671
Facebook Comments
45 comments Add yours
  1. Adorei o desabafo!! Eu nem posso julgar as pessoas dessa forma pq sou a primeira a catar blusinhas de 4 reais na cidade. RÁ.
    Na verdade, acho q as lojas e as pessoas perderam a noção de preço. Eu valorizo cada centavo meu pq sei o qnt trabalho p conseguir minhas coisas!!
    Adorei o look e essa carteira é uma fofurice.
    Beeeijo

  2. Concordo plenamente com vc..eu só uso roupas de lojas populares e adoro os looks q consigo compor com elas e o melhor, sempre me surpreendo com a qualidade…a gente n veste marca e sim peças, então p essas pessoas que fazem biquinho e ficam de nariz em pé só merecem o nosso desprezo…uahuhauahuha!

    vc tava super chic ontem no cosmmopolitan…adorei o look =D

    bjus

  3. Oiii Ana luiza,
    menina…sempre quem vem com esse tipo de comentário é pq tem grana,mas não tem classe nem estilo!Pode investir horrores no closet, mas cadê o charme? a elegância?? E nós phynnas somos "lysas",mas temos gosto, charme, elegância(de sobra hahha)…acredita q já ouvi isso também??? e da mesma loja!! poxa, eu acho um valor considerável a média de preços de vestidos da spuk/cristine(+-100.00 reals)…e sinceramente são lindos e estilosos, não é p qq uma!!!hahahaha
    Essas rycas deselegantes são muito despeitadas conosco…sei nao…liga nao…pq vc simplesmente ARRASOU!como sempre adooooro seus looks = estilo + elegância + charme SEMPRE!!Tu arrasa menina!
    bjsssss perua phhyna!

  4. Lá vou eu comentar de novo porque apagou tudo aqui, rsrsrs. Pois bem.Eu na verdade uso, em maioria, roupas feitas por minha tia, e não desejo perder a magia de escolher o tecido e tirar medidas e acompanhar o processo de produção da minhas roupas. No mais, meu rico dinheirinho é pra coisas mais importantes na vida que uma etiqueta no VERSO de uma roupa. E digo mais Lu, minhas peças inspired ficam mais bonitas que as das lojas caras(adoooro1). Essa colega rhyca aí deve sofrer de baixa auto estima, e acha que a bendita etiqueta melhora as coisas…meus pêsames pra ela! Ela não deve ter entendido que ter estilo é bem mais que usar roupa de grife.
    Beijinhos Lu!

  5. Ana querida,
    eu nunca comento, mas sempre estou de olho aqui no seu blog…
    Não poderia deixar de falar quando li esse post… você está certíssima e digo mais… às vezes a gente vai atrás de determinada peça de roupa, roda o shopping inteiro e encontra em uma certa loja "baratinha"… depois recebemos um monte de elogios! Mas quando as pessoas sabem de onde foi começam a olhar com "olho torto" procurando logo um defeito.
    Como isso já me aconteceu várias vezes aprendi que quando compro em uma loja assim e me perguntam hoje comprei eu minto… digo que mandei minha costureira fazer ou que comprei em alguma viagem! Heheheh…
    Ahhh.. e o seu look ficou lindo!!! Sempre encontro uns achadinhos legais na Spuk também
    =)
    *O look não depende das marcas que você usa para ficar bom… depende de quem está usando!

  6. Oi Lu!
    Você arrasou no look! Amei o corte/desenho (sabe lá como se fala) deste vestido!

    Seu desabafo foi bom, há tempos eu já desisti. Eu cara de pau que sou, já lanço mesmo de onde são minhas roupas. Sabe aquela cara de bandido da sessão da tarde: "não gostou? vai ter coragem de falar?".
    Por não ter paciência, normamente intimido antes de ouvir [email protected]!

    Pois é, adoro promoções e não tenho preconceito. Por não ser uma Paris Hilton no quesito financiamento para coisas supérfluas, sou a rata dos outlets, amo!

    Vestido da Cavalera por 59 reais? Vestido da TNG, por menos de 40?
    Mas se gosto da C&A, vai ela também!

    Dane-se os outros, nem perco tempo justificando. Porém, isto não impede de gostar de ler quem ainda tenha saco de ensinar, como você, pra estas as mocinhas que se sentem "especiais" em fazer outras se sentirem "menos"!

    Beijos!

  7. você tava um arrasoooooo
    e faço coro com a simone…sua make tava linda!!
    quero aprender!!
    quanto ao mini desabafo, concordo plenamente com vc…as pessoas não podem julgar a loja pelo preço que ela cobra sem, ao menos, saber da qualidade das peças..do mesmo jeito que não pode julgar as pessoas por isso!!
    Fora que, como vc disse, tem gente que é a cara da pobreza né?? pode estar com a mais autêntica LV na mão mas fica com cara de quem comprou no camelô..hehehehehhe
    beijoooo

  8. hum…

    eu ja comentei que a spuk (agora nao lembro se foi a spuk ou outra) é uma loja baratinha, mas nao rolou desdém, obviamente. tb sou a primeira da lista a compôr looks de lojas com precinho camaradas!

    nao acho brega comprar numa loja assim. brega é gastar vários dígitos numa loja grifada e conseguir sair de casa com o pior look do universo.

    beijos!!!!

  9. ameiiiii tudo , que bolsa lindaaaaaaaa
    amei mesmo

    Eiii nunca ligue para pessoas que falam assim
    quem disse que para ser uma roupa de bom gosto tem
    que ser cara , quem fala isso nao entende nada de moda e precisa que as lojas caras digam o que ela tem que vestir , isso 'e bobagem , podemos encontrar roupas lindas com precos bons , achar algumas clássicas em lojas caras e montar looks lindos assim
    na minha opniao pegar coisas " baratinhas " e saber usar eh um dom que muita gente nao tem !!!
    quer coisa melhor do que achar uma roupa linda
    com um preco bemmm pequeno !!!!
    amei seu blog
    beijussss

  10. Sophi, obrigada, linda!

    Grazi, concordo! Cansei de rodar em shopping e encontrar o q eu queria em lojas q não imaginava q teria o q eu queria. Mas definitivamente não é o preço bom q me afugente dessas lojas.

    Carlinha, adoro esse vestido, pq ele dá uma disfarçada ótima no meu quadril. Ah, e agora mais ainda quero ter vc como guia qdo eu for a SP. =***

    Nel, as pessoas perderam completamente a noção dos preços. fico chocada qdo vejo blusinha de malha por quase R$ 200,00. Como assim, gente?????

    Oxe Carol, vc tava lá? Owwwnnn, nem te vi. =/ {ou vi e não reconheci???}

    Jane, às vezes é gente q não tem e quer passar a imagem de q tem, viu? Não se deixe enganar, hahaha. E adorei o "lysa" e "phyna", kkkkkkkkk.

    Amanda, obrigada, fofa!! =***

    Line, morri de rir com "LV com cara de camelô". Tem muita gente assim mesmo, kkkkkkkkk.

    Ve, acho frescura, mas cada um é cada um, né? Particularmente, não tenho problema algum com loja de departamento.

    Rosita, falou tudo! Estilo vai muito além de uma etiqueta.

    Karol, pois é! Tem gente q sai ornada na grife, e o look fica um horror.

    Iris, não ligo mesmo, e vou continuar comprando, rsrsrs. E quem quiser me dar roupas caríssimas de presente, pode ficar à vontade q eu uso na boa tb. kkkkkkkkkkkkk

  11. Totalmente apóio e não concordo com este tipo de comentário, até porque sou do tipo oposto, do tipo que me vanglorio quando acho peças legais e baratinhas.
    Sou daquelas que vai de lojas de departamento à lojas caras sem nenhuma distinção. Se veste bem, vc curtiu e pode pagar, é o que vale.
    Preço não diz nada e, principalmente, grife não dá estilo a ninguém. Classe não se compra. A pessoa que fez o comentário, por exemplo, deve ter dinheiro, já educação e classe…
    Lembrei até de Lady Kate, personagem do Zorra Total, cheia da grana e brega daquele jeito. (perdoe o comentário, mas quem é concurseira, muitas vezes, fica na TV aos sábados à noite.)
    Enfim, saber se vestir bem tá longe de pagar absurdos em roupas só pra ficar na moda ou estampar a marca na cara dos outros.
    Acho que "não errar" no quesito moda, é se sentir bem, dentro do seu estilo e proporções físicas e, claro, cabendo no seu bolso.
    Bjinhos e parabéns pelo post. Vc arrasou no visu.

  12. Ana , eu não tenho uma conta bancária com muitas cifras, então me jogo de verdade na C&A, Renner, Riachuelo, Spuk, Cristine, Opção ou qualquer outra que eu goste , tenha preço justo, e lógico caia bem e tenha qualidade. Valorizar o caro que se usa , desvaloriza o bom que se é ( ou pode ser!) . Valemos pelo que somos e naõ pelo que temos, gosto de gastar , mas trabalho muito pra isso!

  13. Por esse e outros post que me tornei fã do blog. Elegância é mais que roupas caras.E que saber:você é elegante até nos desabafo."Chaga de rasgar seda",né?
    Beijos!!
    Ah,e look arrasou!

  14. Carol, menina, pensei em vc hj, acredita? Ia até pedir a Line notícias suas. :***

    Vivi R., estamos juntas nessa: eu tb adoro gastar, mas sei o qto trabalho pra ter meu dinheirinho, portanto valorizo bastante o q tenho.

    Nilda, obrigadão de verdade! Mas falou tudo: elegância vai além do valor das roupas. =***

  15. 'tem gente que se veste da cabeça aos pés com peças populares e fica a cara da riqueza' – tava falando de mim,né?! confessa!! kkkkkkkkkkkkkkkk

    A cara da riqueza sou eu, fiaaa!!

    gostei do esmalte, vou catar um pra mim! ^^

  16. Ana, primeiro de tudo é preciso dizer que você ficou mara, aliás você é linda, parabéns pelo look que ficou perfeito.

    Em segundo, concordo plenamente com você com relação ao julgamento das pessoas, infelizmente, vivemos em um tempo em que ter vale muito mais do que ser, e pra mim, sinceramente o que conta é a originalidade, portanto, tem gente que fica "phina" e "chic" até com roupas de brechó, o que conta é a personalidade de cada um para investir num look.

    E por último, uma baita coincidência para mim que comprei este mesmo esmalte este final de semana! Estou louca para usá-lo e pelo seu look já vi que é lindo mesmo!

    Adoro seu blog e suas postagens!
    Beijos apimentados querida =)

  17. Fer, pois é, tem certas coisas q eu não imagino q alguém tenha coragem de pagar.

    Paula, kkkkkkkkk, to me achando!!! =****

    Aline, eu já penso q quem faz esse tipo de comentário não tem $$$ e quer passar a impressão de q tem. Triste, né?

    Lili, :*****

    Diise, beijos, amore!!!

    Cláudia, exatamente. Tb penso assim. =***

  18. Que look fofo, Ana Lu! Tudo tão lindo e tão discreto! Os detalhes fizeram a diferença, adorei!

    E olha, loja baratinha pra mim é um atrativo, sou fã dos achados! É tão bom encontrar uma peça legal por um bom preço… É a arte do garimpar e eu acho que faz bem pra toda mulher, independente do poder aquisitivo! E vou contar que muitas vezes o preço baixo me faz encrementar o closet com peças diferentes e não tão coringas e que eu não teria coragem de comprar se o preço fosse mais alto, já que são coisas que comigo vão ter pouco uso. Essa daí não sabe a diversão que tá perdendo… Hehehehe!

    Beijos!

  19. Arrasou hein!
    Quero ver depois o tutorial para essa make, que esta um arraso.

    Tem gente que é incoveniente e maldosa… affff.
    Não ligo para a questão de marca/loja, se gostei da peça e for bem feita, não importa se é da Moda Internacional ou de uma lojinha de Toritama e nem se for R$ 4,00 ou R$ 40,00… eu podendo pagar sem stress, ficando feliz e linda com a peça ta valendo.

    Beijos

  20. Rúbia, maginaaaaa, vc é phyna e fofa, fia!!! Se quiser o esmalte, tá às ordens.

    Édina, obrigada, lindona! Mas o q vc fala é verdade: tem gente q julga elegância pela conta bancária.
    Ahh, o esmalte é lindo, e a cobertura ótima. Se joga nele!!! =**

    Marjorie, acredita q nem deu tempo de fazer o tutorial dessa maquiagem? =/ Mas eu faço outro com essas cores, já q vc gostou. :)

  21. Adorei seu post! Super sincero! Para ter elegância, estilo e ficar bonita não é preciso gastar rios de dinheiro e sim ter bom gosto na escolha das peças! Tanta gente que conheço que fica linda com peças do centro da cidade!! Particularmente adoro a Spuk, é uma loja acessível, sempre ligada nas tendências e as suas roupas são bonitas e de qualidade. O que acho tosco é o menosprezo e preconceito contra esse tipo de loja, que vende moda do mesmo jeito, mas sem a fama das grifes badaladas. Quem tem estilo não precisa de lugares caros e sim de atitude para saber o que é bom, seja lá onde for!

    Adoro seu blog!

    Vanessa Ramos
    http://cantinhodoestilo.blogspot.com

  22. Que clutch SEEENSACIONAL!!! Uma graça, adorei!!! como diria minha sistah… "ai que fofuuudda!" haha!

    Vc tem toda razão. Eu amo moda. Amo alguns bons nomes, claro. mas acho que o que eu mais amo é ter o meu estilo através do "mix high and low". Na hora de comprar, poucas coisas me dão tanto prazer do que garimpar uma preça que amei de paixão, por um preço maravilhoso. Eu penso até que é atestado de burrice "gastar os tubos" somente em peças carissimas, qdo se pode encontrar similares (às vezes, até as MESMAS, soh trocando etiqueta, sabe como é..) por preços melhores.

    Claro que fica feio pagar por uma bolsa nitidamente fake, por exemplo, mas qual o problema de comprar roupa com qualidade satisfatoria a um preço satisfatorio??

    Pode ter ctz que gente que desdenha das lojas "baratinhas", por baixo dos panos, adora comprar umas pecinhas por lah, hahaha!!

    alias, isso me lembra uma historia engraçadissima que minha irmã me contou: certa vez, uma "lady" da "high-society" (ou melhor, RAI-SOCITI!!) da nossa cidade se escondeu embaixo das araras de um outlet p/ não ser vista comprando roupa barata por uma conhecida… POOOOODE, MINHA GENTE???? haha!! é muito "cabecinha" p/ mim, viu…

  23. Sissi, sumidinha!! =***

    Aline, né??? Eu acho o máximo garimpar tb, pra mim qto + barato melhor, rsrsrs.

    Lari, sumida tb!! =*** Adorei a ideia da coleção. Vou sugerir! rsrsrs

    Van, pois é. Conheço muita gente q sai montada num look totalmente centrão e fica um arraso. Isso é muito relativo, né? Bjossss

    Rafa, é, o negócio é relevar essas coisas.

    Isa, fofa a bolsa, né? :)

  24. Amei o desabafo, Ana!

    Eu amooooo promoções e pexinxas! Uai, quem me dera encontrar sempre peçar com ótimas qualidades com preços justíssimos!! rs

    A gente trabalha e sabe como é duro ganhar dinheiro. Né, não? Então, vamos garimpar o melhor, sim!

    Amei seu look! A carteira é um luxo. Muito fofa e super feminina!

    Beijo pra você!
    Se puder, me visita no blog

    Será uma honra te receber por la´!

    Um abraço!

    Tati

  25. Adorei o desabafo Ana.Tem gente que é a cara da riqueza com roupa de grife ou sem,minha professora de desenho Isadora é um luxo.Quando você vai perguntar o R$ das peças,dá vontade de rir..porque vc não acredita!!Ela mistura um monte de peças(todas de departamento)e fica chic,chic haha.Vou até postar depois um look dela lá no blog…

    Bj,

    Luziane
    http://www.de-sapatilha.blogspot.com

  26. Lu esse vestido é lindo!
    Eu adoro as roupas da Spuk, só não compro porque ficam grandes em mim. Lá é muito difícl achar PP. E eu não acho baratinha não, é o preço normal. Acho as roupas de lá super clássicas. E, se vestir bem não tem nada com a loja e sim como a roupa veste na pessoa. Eu, por exemplo, não fico bem de decote "V", seja da loja que for.
    Adorei o esmalte tb!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.