Verdadeiro ou falso? Cuidados na hora de comprar em lojas virtuais

 

“Frustação. Essa é a palavra que define o que senti quando comparei o meu batom com o da minha amiga, depois de esperar mais de um mês para recebê-lo”. O depoimento é de Beatriz Souza*, que no final de 2010 comprou dois batons da MAC de um vendedor no Mercado Livre e realizou o sonho de ter algum produto da marca canadense. Ou pelo menos assim ela pensou. “A descrição dizia que eram originais, a tabela de cores e as fotos eram as mesmas do site da MAC, e as referências do vendedor eram boas. Eu não tinha outros produtos da marca, e só descobri que eram falsos porque todo mundo comentava que os batons tinham cheiro de baunilha, e os meus não tinham”.

Beatriz não foi e nem será a única a cair nessa armadilha. Os mercados virtuais, como o Mercado Livre e o Ebay, estão cheios de ofertas que realmente valem a pena; no entanto, como em qualquer outro comércio, esses sites também estão vulneráveis a hospedar lojas de vendedores que agem de má fé e aproveitam-se da falta de conhecimento dos consumidores para aplicar seus golpes.

No universo dos blogs de beleza, várias lojinhas virtuais vendem produtos de grandes marcas estrangeiras, como MAC, Nars, Dior e YSL, por preços bem abaixo dos aplicados nas lojas de importados no Brasil. Grande parte dessas lojas são mantidas por vendedoras que trazem mercadorias das viagens que fazem para o exterior, e conseguem comprar os produtos pelos preços originais e vendê-los por um valor acrescido de comissão, mas ainda assim mais acessível do que nas lojas.

Lilá Ahmad, do Tudo Coisa Minha, um dos blogs de venda de cosméticos mais conhecidos e bem sucedidos do mundo virtual {e um dos meus favoritos!}, afirma que já foi questionada diversas vezes sobre a procedência e a autenticidade dos produtos vendidos no blog, e justifica os preços mais em conta por causa da demora na entrega dos produtos aos clientes. “Eu costumava disponibilizar os produtos no blog assim que fazia o pedido. Além do prazo de entrega do exterior para o Brasil, e do tempo que a mercadoria passava na Receita Federal , ainda tinha o prazo dos Correios aqui dentro. Alguns produtos demoravam mais de seis meses para chegar, por isso eu não achava justo repassá-los a um valor alto”, explica. Com a nova reformulação no blog, Lilá garante que os produtos agora chegam em até 45 dias ao destino final, “embora os custos precisem ser repassados, os valores continuam sendo bem mais baixos do que os valores aplicados no país. Agora disponibilizo no blog apenas os produtos que já estão no Brasil, e a entrega está sendo bem mais rápida”. Quanto à autenticidade, Lilá garante que é tudo originalíssimo, “com mais de 10.000 produtos vendidos por mês no blog, se os produtos fossem falsificados isso já teria vindo à tona há tempos”

Impedir que pessoas de caráter duvidoso vendam produtos falsificados como se fossem originais está fora do nosso alcance, mas existem algumas formas de evitar essas armadilhas.

 * Por solicitação da entrevistada, o nome verdadeiro não foi divulgado.

Click here to read this article in English.

 

Atualização 28/02/12: Não mais participo do TCM/Tudo Coisa Minha

“Frustação. Essa é a palavra que define o que senti quando comparei o meu batom com o da minha amiga, depois de esperar mais de um mês para recebê-lo”. O depoimento é de Beatriz Souza*, que no final de 2010 comprou dois batons da MAC de um vendedor no Mercado Livre e realizou o sonho de ter algum produto da marca canadense. Ou pelo menos assim ela pensou. “A descrição dizia que eram originais, a tabela de cores e as fotos eram as mesmas do site da MAC, e as referências do vendedor eram boas. Eu não tinha outros produtos da marca, e só descobri que eram falsos porque todo mundo comentava que os batons tinham cheiro de baunilha, e os meus não tinham”.

Beatriz não foi e nem será a única a cair nessa armadilha. Os mercados virtuais, como o Mercado Livre e o Ebay, estão cheios de ofertas que realmente valem a pena; no entanto, como em qualquer outro comércio, esses sites também estão vulneráveis a hospedar lojas de vendedores que agem de má fé e aproveitam-se da falta de conhecimento dos consumidores para aplicar seus golpes.

No universo dos blogs de beleza, várias lojinhas virtuais vendem produtos de grandes marcas estrangeiras, como MAC, Nars, Dior e YSL, por preços bem abaixo dos aplicados nas lojas de importados no Brasil. Grande parte dessas lojas são mantidas por vendedoras que trazem mercadorias das viagens que fazem para o exterior, e conseguem comprar os produtos pelos preços originais e vendê-los por um valor acrescido de comissão, mas ainda assim mais acessível do que nas lojas.

Lilá Ahmad, do Tudo Coisa Minha, um dos blogs de venda de cosméticos mais conhecidos e bem sucedidos do mundo virtual {e um dos meus favoritos!}, afirma que já foi questionada diversas vezes sobre a procedência e a autenticidade dos produtos vendidos no blog, e justifica os preços mais em conta por causa da demora na entrega dos produtos aos clientes. “Eu costumava disponibilizar os produtos no blog assim que fazia o pedido. Além do prazo de entrega do exterior para o Brasil, e do tempo que a mercadoria passava na Receita Federal , ainda tinha o prazo dos Correios aqui dentro. Alguns produtos demoravam mais de seis meses para chegar, por isso eu não achava justo repassá-los a um valor alto”, explica. Com a nova reformulação no blog, Lilá garante que os produtos agora chegam em até 45 dias ao destino final, “embora os custos precisem ser repassados, os valores continuam sendo bem mais baixos do que os valores aplicados no país. Agora disponibilizo no blog apenas os produtos que já estão no Brasil, e a entrega está sendo bem mais rápida”. Quanto à autenticidade, Lilá garante que é tudo originalíssimo, “com mais de 10.000 produtos vendidos por mês no blog, se os produtos fossem falsificados isso já teria vindo à tona há tempos”

Impedir que pessoas de caráter duvidoso vendam produtos falsificados como se fossem originais está fora do nosso alcance, mas existem algumas formas de evitar essas armadilhas.

 * Por solicitação da entrevistada, o nome verdadeiro não foi divulgado.

Click here to read this article in English.

25 comentários Adicione o seu
  1. Nunca passei por isso, graças a Deus! Mas já vi tanta coisa fake por aí e fico com um dó de quem compra achando que é original… Muito bom o post, Ana Lu!

    Ah, e achei muito chic o depoimento de Lilá! Eu atesto a autenticidade dos produtos e a queridice dela! ;)

    Beijos!

  2. Olha, essa questão do engano é mais comum do que a gente imagina. Só nesse menos de 1 mês que eu estou com as encomendas abertas, recebi 3 emails de meninas perguntando pq eu vendo um batom MAC a R$ 49 se tem gente que vende a R$ 35. Aí ela me mandou o link e na foto estava claro que era falso.
    O que acontece é que, com essa profusão de blogs, todo mundo quer ter um produto de marca famosa, e tem gente que se aproveita dessa ingenuidade…

    bjos

  3. Eu tenho medo de comprar pela internet, mas tem gente que compra.
    Uma coisa é você comprar sabendo que é falso, outra coisa é você comprar pensando que é verdadeiro e depois se da mal.
    Adorei muito o post, para variar, você ARRASA!!!
    Beijos

  4. É aquela né…qndo é barato demais o santo desconfia…é esmola né, mas entra nesse contexto haha Adorei as dicas e o depô da Lilá, ela é a prova de competência e autenticidade. As dicas são valiosíssimas Ana, já está nos meus favoritos para eu não esquecer ;) Bjim

  5. Ana Lú, amei seu post. Essa coisa toda da falsificação realmente é problema sério na internet. Eu fico p. da vida porque muitas meninas são realmente enganadas e nem se dão conta disso. É abuso com a ingenuidade alheia.
    Bjos da Talarico

  6. ADorei suas dicas!!! Realmente, tem que ter referência.
    Nunca comprei no mercado livre, mas deve ser super chato, mesmo, comprar uma coisa e chegar outra!!Putz!
    Eulalia

  7. Lena, eu prefiro comprar no TCM e deixar o Oxente só para posts, hahaha. Mas quem sabe futuramente? :) Bjosssss

    Jane, a referência boca a boca é a melhor mesmo! No Ebay e no ML eu só compro qdo as referências são positivas, e se tiver alguma negativa eu ainda vou ler para saber do q se trata (pq às vezes acontece da pessoa receber uma negativa por problemas nos correios, por exemplo). Bjossss

    Aline, como se não bastasse a Lilá oferecer produtos mara (e autênticos, lógico), a danada ainda é mega querida, né? Amo demais aquela dali, viu…

    Piu, acontece e muito, infelizmente! =( Bjosssssss

  8. Sil, é uma pena q as pessoas precisem tirar vantagem das outras para ter qualquer indício de sucesso. Fiquei com muita pena da menina q deu o depoimento pro post. Imagina a frustração de vc querer tanto uma coisa e descobrir q é fake! :(

    Danda, eu compro bastante pela internet, mas é preciso pesquisar bastante e ver as referências.
    E vc me deixa com a bola lá em cima me enchendo de elogios!! :***

    Diise, fiz questão de colocar a Lilá nesse post por ser compradora do TCM há quase 2 anos e só ter recebido produtos maravilhosos. Mas sei q tem gente q desconfia da "alokice" dela, e é bom q isso seja esclarecido. :)

    Talarico, imagina a qtidade de meninas q não andam por aí com seus batonzinhos MAC fake dentro da bolsa, achando q tem um produtão =( Muita pena disso, e muita raiva de quem engana as pessoas dessa forma. Bjossssss

  9. Kelly, é preciso alertar, né? Vamos torcer para que as dicas possam ajudar alguém que estava prestes a comprar produtos duvidosos. Bjossssssss

    Luana, :*****

    Eulalia, isso nunca aconteceu comigo, mas me sinto frustrada pelas pessoas que já passaram por essa situação. Bjosssss

  10. Eu não recomendo, comprei mais de R$500,00 junto com 4 amigas e me sinto enganada. Recebi uma caixa 2 meses depois da compra e ate hoje mais de 1 ano não recebi nada mais. Não consigo entrar em contato com a Lila porque ela, quando responde os e-mails pq a maioria ela não responde, é muito grossa e não responde as minhas duvidas. A questão não é a demora, porem gostaria de saber como anda e se ainda anda as minhas coisas. Acho muita falta de consideração com o dinheiro, mesmo que pra ela seja micharia, alheio. Ela se diz a caridosa, que não lucra com as coisas e que não importa com dinheiro, então por favor devolva o meu! Afinal eu comprei assim como todas as outras meninas e quero receber a minha mercadoria.

  11. Não vejo problema nenhum no comentário acima, muitas gostam do esquema do tcm.. Outras não… Seja pela demora dos produtos, pela falta de satisfação de Lila com quem os comprou ou mesmo pelo não recebimento destes após um ano e meio da compra ter sido feita… Uns se identificam outros não, né? Se existe um espaço tão legal recomendando ela, deve existir outro alertando as meninas para o risco de comprar lá! Be cool…!

    1. Oi Jéssica, tudo bem? Meu nome é com Z.
      Sobre a pessoa que vc questiona, não tenho nada a dizer além do que as pessoas que tem acompanhado a história já sabem, e não me pronuncio mais sobre o caso. Infelizmente não posso responder pelo caráter das pessoas. De resto, deixo que a justiça faça o que é certo, e acho q vc devia fazer o mesmo em vez de tentar intimidar as pessoas erradas. ;)

  12. Ana Luíza (agora com Z), meu comentário não foi tentando intimidar ninguém, não vejo necessidade disso, sou conterrânea sua e tava passeando pelo Oxente quando parei aqui, eu realmente só queria saber qual era a sua opinião a respeito. Não vi porquê de sua resposta tão na defensiva, tampouco vi motivos em editar o nome [EDITADO] que postei aqui. Mas tudo bem.

    Sucesso!

    1. Chamemos de infeliz coincidência que passeando pelo blog e diante de quase 900 posts, o assunto escolhido para comentar tenha sido esse.
      Se é apenas curiosidade, lamento não poder ajudá-la, e se a sua ferida é mais aberta, recomendo q busque o que é certo e está em seu direito. Sucesso pra vc tb!

  13. Olá Ana Lu, tdo bem?
    Sabe, o ruim da questão sobre o TCM é que agora a Lilá, sem os emails responde mais…
    No último email q ela respondeu, ela disse q até final do ano passado estaria enviando os produtos q comprei com ela. Eu tenho o comprovante do depósito guardado, e gostaria q se ela não vai poder cumprir com o prometido, q ela devolvesse o dinheiro!
    Acho q ninguém (pelo menos eu) tem condições de fazer doações!
    Acabei de deixar uma mensagem no blog dela novamente, quem sabe tenho sorte de ela me responder!

Deixe uma resposta para Kelly Cristina Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.