Campanha UnHate da Benetton: mais uma polêmica

Quando o racismo ainda era um assunto considerado tabu e tratado com moderação, a Benetton criou uma campanha com personagens negros, brancos e orientais, e com a famosa foto contendo três corações humanos trazendo a legenda “preto, branco, amarelo”.  Mais tarde, no ano 2000, a campanha “We on Death Row”, envolvendo sentenciados à pena de morte, causou controvérsias e tornou-se uma das campanhas publicitárias mais comentadas da época.

Religião, guerra, racismo, AIDS e violação dos direitos humanos foram alguns dos temas que já estiveram na mira das lentes do fotógrafo italiano Oliviero Toscani, que acompanha o grupo Benetton desde os anos 80, e cujo objetivo, aparentemente, sempre foi causar grande impacto com as peças publicitárias da empresa.

Sem considerar a repercussão positiva ou negativa desse impacto, a Benetton, mais uma vez com Toscani, volta a polemizar. A campanha “UnHate” {“não ao ódio”, em tradução livre} envolvendo líderes mundiais se beijando através de montagens já rendeu grande repercussão na mídia – e uma ameaça de processo por parte da igreja católica.

A marca, direcionada para adolescentes e jovens adultos, acredita que a campanha irá gerar um grande alvoroço nos meios de comunicação, mas não irá atingir seu público-alvo. Vocês concordam?

Hu Jintao, presidente chinês / Barack Obama, presidente dos EUA
Papa Bento XVI / Mohamed Ahmed el-Tayeb, imã sunita egípcio
Angela Merkel, chanceler alemã / Nicolas Sarkozy, presidente francês
Binyamin Netanyahu, premiê israelense / Mahmoud Abbas, líder palestino
Kim Jong-il, líder da Coreia do Norte / Lee Myung-bak, presidente da Coreia do Sul
Barack Obama, presidente americano / Hugo Chávez, líder venezuelano

 
Quando o racismo ainda era um assunto considerado tabu e tratado com moderação, a Benetton criou uma campanha com personagens negros, brancos e orientais, e com a famosa foto contendo três corações humanos trazendo a legenda “preto, branco, amarelo”.  Mais tarde, no ano 2000, a campanha “We on Death Row”, envolvendo sentenciados à pena de morte, causou controvérsias e tornou-se uma das campanhas publicitárias mais comentadas da época.

Religião, guerra, racismo, AIDS e violação dos direitos humanos foram alguns dos temas que já estiveram na mira das lentes do fotógrafo italiano Oliviero Toscani, que acompanha o grupo Benetton desde os anos 80, e cujo objetivo, aparentemente, sempre foi causar grande impacto com as peças publicitárias da empresa.

Sem considerar a repercussão positiva ou negativa desse impacto, a Benetton, mais uma vez com Toscani, volta a polemizar. A campanha “UnHate” {“não ao ódio”, em tradução livre} envolvendo líderes mundiais se beijando através de montagens já rendeu grande repercussão na mídia – e uma ameaça de processo por parte da igreja católica.

A marca, direcionada para adolescentes e jovens adultos, acredita que a campanha irá gerar um grande alvoroço nos meios de comunicação, mas não irá atingir seu público-alvo. Vocês concordam?

Hu Jintao, presidente chinês / Barack Obama, presidente dos EUA
Papa Bento XVI / Mohamed Ahmed el-Tayeb, imã sunita egípcio
Angela Merkel, chanceler alemã / Nicolas Sarkozy, presidente francês
Binyamin Netanyahu, premiê israelense / Mahmoud Abbas, líder palestino
Kim Jong-il, líder da Coreia do Norte / Lee Myung-bak, presidente da Coreia do Sul
Barack Obama, presidente americano / Hugo Chávez, líder venezuelano

Facebook Comments

7 comments Add yours
  1. Racismo não existe. Existe sim preconceito e é lamentável, porém o ser humano ainda não evoluiu o suficiente para viver sem preconceito, pois sempre tem algum ou mais de um dentro de si. O conceito de raça é absurdo. Só existe uma raça, a raça humana. Também não existe consciência negra, até porque a consciência é livre de cor. O preconceito já começa ai nestas dominações. bjos

  2. Rapaz, eu achei essa propaganda bastante interessante!
    Acho que as vezes é bom propaganda impactantes assim, pois muitas vezes propagandas normais, não chamam a atenção das pessoas!
    Eu fiquei me perguntando antes de ler se eram fotos reias! Mas era ÓBVIO que não iam ser!
    :D
    adorei o post!
    beijos

  3. é que no fundo no fundo as pessoas n gostam de nada que tenham a ver com homossexualidade… e esta campanha com homem beijando homem choca muita gente…. eu gostei da campanha, n sabia que era da benetton!

    beijos ana!

  4. Sinceramente,discordo com as outras meninas!! Se eu fosse Obama ia odiar ver uma foto minha por ai beijando outro homem! achei desrespeito! A não ser que eles tenham sido consultados (o que acho bastante improvável). A campanha seria linda se fossem gays de verdade!!!!! há tantos!!! Elton John, ricky martin, sei lá!

  5. Achei desrespeito tb!Querendo ou não a campanha é uma mentira. É baseada em montagens… eu falsidade, o que pra mim é um desrespeito enorme. Tão desrespeito qto o preconceito. Polêmica, é sim claro! É óbvio que não atinge o público-alvo. Pois vc acha mesmo que o Papa, ou seja lá quem, vai se comover com isso? Mudar a forma de catequisar o povo? Vai nada!
    Mas, concluindo, achei a campanha de péssimo gosto. Mentirosa e muito desrespeitosa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.