O Brasil na Macy’s

Vocês devem ter acompanhado na mídia nas últimas semanas a notícia da campanha do Brasil na rede norte-americana de lojas Macy’s. O Brasil – assim, com S mesmo – invadiu os Estados Unidos com muitas cores e a alegria característica dos tupiniquins.

“A Magical Journey Brasil” {“Brasil – Uma Jornada Mágica”, em tradução livre} foi o slogan escolhido para a campanha da rede, que agora passa a oferecer na terra do Tio Sam produtos típicos brasileiros e coleções de roupas e maquiagem inspiradas em nosso país.

Feliz em matar um pouquinho a saudade do Brasil, a leitora Ludmilla Ramos, que mora em Seattle, assumiu a posição de colaboradora especial do Oxente e nos conta agora a sua experiência de ver o destaque do país em uma das maiores redes de loja do mundo.

Foi uma experiência e tanto ver e fazer a cobertura da coleção do Brasil na Macy’s. Antes de tudo gostaria de explicar o pensamento de grande parte dos americanos: a maioria não tem interesse nenhum em nada que venha de fora do país deles. Só para ilustrar, muita gente acha que a minha língua materna é o espanhol, e várias pessoas não conseguem entender como outras podem ter interesse em visitar a França, por exemplo, quando se vive no ‘melhor lugar do mundo’. Isso é só para fazer vocês entenderem a dimensão do que é trazer, para uma rede como a Macy’s, uma coleção enorme inspirada em outro país que não os Estados Unidos.

Na visita à loja fui acompanhada da Marilyn, que é americana, e pedi para que ela escolhesse as coisas que gostaria de usar. Também fiquei observando por um tempo o que clientes americanos estavam olhando e comprando, e cheguei a conclusão que o que eles gostam mesmo é dos produtos que tem o nome do Brasil escrito… bem compreensível. Inclusive uma das vendedoras me contou que algumas camisetas da Nike já estavam em falta.

Eu, como brasileira, curti mesmo a coleção Eyes of Brasil, da Lancôme. O kit vem com três sombras, delineador e a máscara Hypnôse Drama – e tudo isso por US$ 38. Eu achei que estava fazendo um bom negócio, mas percebi que era um ótimo negócio quando o Alexei, o vendedor da marca, me falou que eu ainda podia escolher outros cinco produtos inteiramente grátis. Fiquei louca!

Os outros produtos, fora as maquiagens e roupas, são altamente turísticos: café Pilão, Guaraná Antarctica, caixa de bombons da Garoto, sabonetes Phebo… E as músicas que estavam tocando lá na loja também eram músicas brasileiras. Já ia esquecendo das bolsas da loja, todas com a logo do Brasil e um catálogo imenso dentro falando dos estilistas, modelos e atores brasileiros. Para quem já está há um tempo longe do Brasil, como eu, foi bom para saber quem são essas pessoas.

Pra terminar, quero agradecer a oportunidade e dizer também que se você precisar de qualquer coisa, estou à disposição!

Eu que agradeço a sua colaboração, Lu! Só não achei melhor essa cobertura porque eu não estava lá nos States acompanhando esse babado!

Facebook Comments

51 comments Add yours
  1. Adorei o post!!! Pelas fotos os produtos brasileiros parecem de otima qualidade. Eu adorei a visao de uma brasileira que mora la sobre os Estados Unidos e mostrar a importancia desse evento. Ana que tal criar um seccao onde uma brasileira q mora fora mostrando novidades e dicas para nos que estamos aqui??!!! Ps: vc esta fazendo meu ingles melhorar!! Rsss bjocas

  2. Oxente girl! O O! agora tem correspondente internacional; gostei.
    Tão chata essa mentalidade pequena que a maioria dos americanos tem a respeito do resto do mundo. Muito bom ver uma empresa como a Macy’s valorizando nosso país.

  3. I love Lancôme !! One of my favorite brands. Hoping for some more updates. The blog is great !!
    Is there any places where I can get a brazalian blowout in Seattle ??? Been looking for a good one in a while .

  4. Adorei!!! Ana, vc sabe se a Macy’s envia para o Brasil??? Vou de ferias para os states em dois meses pela primeira vez, e eu gostaria de saber mais dicas de compras por la. Vc pode fazer mais materias como essa no blog??

    Sua nega da Bahia!!

  5. Acho bom pras pessoas perceberem o que é imposto para importação… por que, né? 5 dilmas para uma lata de guaraná é tenso! Ou seja, o que chega com imposto aqui, tb chega com imposto lá! Acho bom pra gente deixar de reclamar que os impostos aqui são tão, tão altos…

  6. Adorei o post porque eu também reparei a coleção Brasil na Macy’s de Boca Raton, sul da Flórida, e também vi o comercial na TV. O Brasil sempre está na moda aqui nos Estados Unidos. Alguns estereótipos ainda precisam ser vencidos, mas no geral, sempre se associa o Brasil com muita beleza, de todos os tipos.

    Mas eu discordo um pouquinho com a Ludimilla no quesito desinteresse pelo resto do mundo. Isso depende muito da localização e do nível de educação do americano. O mesmo acontece no Brasil. Mas é, em geral, digamos que sim, os americanos são mais desligados do resto do mundo mesmo.

    1. Também concordo, ainda mais no GREEN STATE WA, é o estado de pessoas com maior nivel de educação dos USA, tenho muitos amigos (americanos) la, e em Oregom, e eles são muito atenados no que acontece no mundo e no Brasil, alias falar que é brasileira em WA vira acontecimento, mas como em qualquer lugar do mundo, os que possuem baixa educação descosem mesmo, até coisas de estados vizinhos.

  7. Adorei tudo que ela falou! Fiquei só 20 dias no EUA e deu pra ver bem que eles são patriotas demaaais, mesmo assim, sempre que eu falava do Brasil eles sorriam e falavam do futebol e do samba (: Achei legal também o guaraná e o café irem pra lá, por que definitivamente, eu acho que americano não sabe o que é comida boa hehe. Eu vou postar sobre esse assunto no meu blog e vou colocar um link do seu blog devidamente com os créditos tá? Eu realmente gostei da matéria. Beeijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.