Northwest Folklife Festival

Para conhecer melhor os costumes no States, a nossa correspondente fashion internacional Ludmilla Ramos traz mais um post sobre a terra do Tio Sam. Dessa vez ela nos mostra o Northwest Folklife Festival. 

 

O “Northwest Folklife Festival” é um festival anual de diversidade cultural, artesanato e música, que acontece em Seattle no fim de semana do Memorial Day {que é feriado nacional nos EUA}. Esse evento reúne cerca de 250.000 visitantes, 1.800 voluntários e mais de 6.000 músicos, dançarinos e outros artistas {tem até apresentação de capoeira com grupos brasileiros}.

A minha visita por lá foi rápida, mas me diverti muito! O dia estava lindo e quente, e não deu pra deixar de notar a quantidade de hippies, músicos e cantores alternativos se apresentando, e muitas famílias passeando com crianças e animais.

Vi também muitos jovens com cartazes escritos “free kisses and hugs” (beijos e abraços grátis), e as pessoas realmente paravam para beijar e abraçar mesmo sem conhecê-los. Eu fiquei surpresa, porque eu nao tenho tanto amor assim para sair dando beijos e abraços em gente desconhecida.

Festival que se preze tem que ter comida, ainda mais se o festival for nos Estados Unidos. As filas para comprar alimentação estavam enormes, mas mesmo assim a Marilyn, enfrentou uma fila para comprar comida árabe, que estava uma delícia!

Aqui nos Estados Unidos as autoridades são super rígidas com bebida alcoólica para menores. Tinha um cercadinho que vendia cerveja {mas só vendiam depois de ver a identidade do cliente} e uma mesa enorme de apoio para o pessoal colocar as bebidas enquanto curtia o festival, mas sempre havia policiais passando e dando uma olhada para evitar que adultos comprassem bebidas para menores. Mesmo assim valeu a pena ficar bebendo e observando as pessoas, por que nesse festival você encontra cada “figura”. Pelas fotos vocês verão o que eu estou falando. Espero que gostem!

Facebook Comments
40 comments Add yours
  1. Ahh, parece tão divertido! Pelas fotos tive a sensação que ninguém incomoda ninguém, apesar de estarem todos no mesmo ambiente. Até a perua do fim da montagem (loira) parece bem confortável…

  2. nossa, isso deve ter sido ma-ra-vi-lho-so! os eua são um caldeirão de culturas, de traquejos e costumes (um dia ainda pinto por lá…). parabéns pelo espaço AnaLu (tô te linkando no meu, posso?). bjão!

  3. Engracado ver as fotos desse festival por que me lembra os filmes americanos. E eu nunca sei se ‘e verdade ou se ‘e apenas mais um “american movie”… rssss

    Adorei o post!

  4. Olha a menina vestindo tudo rosa!!! Olha a cachorrinha dela!! Que bonitinho. As fotos me lembram festivais nos anos 70. Adorei, Ludmilla.
    Parabens, Ana, por trazer algo novo para o blog.

  5. Adorei o post!!! Eu moro in Kirkland- 30 minutos de Seattle. Bom saber que tem mais uma brasuca aqui. Adorei o post da Macy’s tambem, nao sabia que estava acontecendo isso la. Good Job!!!
    Eu nao conhecia esse blog, foi uma amiga minha que me falou, e estou adorando. Saudades do Brasil.

  6. Nossa realmente me pareçe uma festa maravilhosa,todos muito a vontade,ninguem incomoda ninguem,fiquei encantada Ludmilla,parabens Ana pelo blog!!!

  7. Eu estava olhando as fotos e vi que alguem estava tentando comprar um terno de abelha? Apos horas pensando, tambem pensei que poderia ser aquelas roupas de protecao contra abelhas. Estou confusa!!! rssss Ludmilla, voce pode explicar pq nao entendi direito. Otimo Post!!! Adorei.
    Espero ver mais post sobre a terra do tio Sam mais frequente.

    Beijos

  8. Adorei o post!!! Tao bom ler algo escrito por uma brasileira, parece que ‘e algo real, menos fantasioso. Algo que notei tambem foram as pessoas relaxando na grama. No prato de comida, ‘e Kibe? Acho que nao, mas parece muito. rssss
    Ana, parabens pelo post internacional!!

  9. Que legal esse festival, pena que aqui no Brasil não rola eventos legais como esse, né?

    Será que o povo ficaria assustado se eu segurasse uma plaquinha pedindo abraços? Hauhauahauaha. Qualquer dia vou chamar os meus amigos e fazer isso nas ruas do centro. :-)

    Ludmilla é super linda e se veste muito bem.

    Bjs!

  10. Eu não seguraria uma plaquinha de free hugs, mas se encontrasse alguém oferecendo abraços, aceitaria.
    Queria participar de um festival desses; quem sabe um dia eu vou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.