Tendência | Blog Oxente Menina

Qual é a tendência?

Neon é tendência. Candy colors também é tendência. Mas se você quiser usar cores primárias, elas sempre são tendência. Não esqueçam das cores metalizadas, porque elas são tendência. E a tendencinha também está  nas estampas florais, e nas estampas de lenço… Ah, e já ia esquecendo do animal print! Nossa, que pecado, não podemos esquecer essas estampas que nunca deixam de ser tendência.

Se você continua lendo esse post mesmo depois de ler a palavra TENDÊNCIA não-sei-quantas vezes, receba o meu sincero agradecimento, pois eu no seu lugar provavelmente já teria tomado abuso ao ler o título e a frase da imagem.

Somos bombardeados por informações o tempo todo através da TV, blogs, portais, cinema e redes sociais. Essas informações podem ser divididas em três grupos: a informação relevante – que nos leva a pensar, fazer questionamentos e decidir se o elemento principal da informação tem alguma importância em nossa vida; a informação interposta – que traz dados relevantes em meio à outras descartáveis {e aí cabe a nós algum julgamento e bom senso para espremer o que é de fato pertinente}; e a informação residual – aquela que o único questionamento que levanta é o porque de estarmos lendo/vendo/ouvindo aquilo.

Trazendo essas classificações para o fantástico interligado mundo dos blogs de moda e beleza, onde cada um é seu próprio veículo e a comunicação é desenfreada, onde poderíamos encaixar essa questão? A tendência nada mais é do que uma aposta feita por designers e marcas que caiu no gosto das pessoas. Uma tendência não é criada “do nada”, é o resultado de um trabalho previamente realizado cuja consequência foi a comercialização e massificação. Mas como filtrar as informações que chegam até nós e evitar a contaminação pela informação residual? O que antes era restrito aos desfiles e veículos impressos especializados, transformou-se em uma democracia descomedida e confusa para quem não vive no meio ou cujo interesse para entendê-lo é limitado.

“Cada um tem seu próprio julgamento”, alguém vai dizer. E eu não discordo. Já falei outras vezes o quanto sou adepta à democracia e à liberdade fashion, e aplaudo de pé o espaço conquistado pelos veículos pessoais. Sei que muita gente tem esse discernimento na hora de escolher ao que aderir ou a hora de apertar o botão de “next”, mas o problema são as vítimas da moda, aquelas pessoas cujo critério de seleção não vai além da comparação entre a revista que está nas bancas e a do mês anterior. Para elas, o que está nos veículos é uma lei, e se tudo é tendência, se há tanta nova informação do que é tendência, como filtrá-la e/ou adaptá-la? E o que não está mais aparecendo na mídia é para jogar no lixo?

A questão ultrapassa a barreira do mundo fashion, a do estar na moda, e nos leva aos casos comportamentais do consumo sem moderação, na tentativa de estar inserido em um grupo, e à falta de opinião para assumir a própria personalidade na hora de descartar uma opinião incutida. Os resíduos deixados pela informação irrelevante causam um verdadeiro nó na cabeça de quem busca seu lugar ao sol, sem saber que a conquista desse espaço não está condicionada a nenhuma imposição.

No meio desse emaranhado de informações e na facilidade da comunicação precisamos parar um minuto para ponderar sobre qual é a nossa tendência. Seria muito clichê defender que a tendência é assumir a nossa própria personalidade?

Comente também pelo Facebook!

20 Comentários

  1. Kaka Gualberto
    28 de agosto de 2012

    Arrasou como sempre Aninha. To com uma seção nova no blog dos melhores posta q leio na semana, claro que este vai pra lá!!
    Beijinhos!

    Reply

  2. Liege
    28 de agosto de 2012

    Não, não é clichê.
    A gente já devia ter o amadurecimento para compreender e diferenciar que: o que fica bem na “moça” da capa da revista, do post, enfim, às vezes só funciona com ela. Não adianta se entupir de tendencias só porque ficou bonitinho “naquelas pessoas”. Se bater com o seu estilo, ótimo. Use. Mas forçar/gastar só pra ficar INGOAL a tudo que se ver em blogs, tv e revistas é dilmais!
    Cadê a personalidade? O seu jeito, o seu estilo verdadeiro? [no caso, de todas nós]
    Beijo.

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      07 de setembro de 2012

      Vc pegou um ponto importante: cadê a personalidade?
      Conheço pessoas q são tão vítimas da moda, estão tão preocupadas em usar o que é tendência (e não estou falando de adaptá-las ao estilo pessoal, é copiar o q está na revista mesmo), q confesso q não faço a menor ideia de como é o estilo pessoal delas.
      Bjossss

      Reply

  3. Liege
    28 de agosto de 2012

    … tudo é tendência, é permitido só pra gente ficar lida do nosso jeito.
    [reiterando]

    Reply

    • Liege
      28 de agosto de 2012

      linda*

      Reply

  4. Luh Guedes
    28 de agosto de 2012

    Vivo falando isso, estou te mostrando o que é tendência, mas você não tem que usar OBRIGATÓRIAMENTE. As tendências são muitas e os gostos diferentes e moda pra mim, é vestir o que faz você se sentir bem… mas claro que temos que ter bom senso! Adorei o post!

    Kissus

    Luh Guedes
    @luhguedes

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      07 de setembro de 2012

      Exatamente! Mostramos para inspirar, e não para fazer td mundo sair igual no meio da rua. Bom senso é a chave!
      Bjossss

      Reply

  5. Juliana RNA
    28 de agosto de 2012

    Olha eu aqui!!! Então… A palavra chave para mim é BOM SENSO.
    Como foi falado aqui em cima, vc não é obrigado a usar tudo o que é tendência. Vc tem q adaptar aquilo que vc gosta ao seu estilo, ver se fica bem em vc. Um exemplo: tiaras com spikes. Gente, por favor, vc pode até achar bonitinho, achar lindo em algumas pessoas, mas será que combina com vc, com seu estilo e personalidade? Tenho visto tanta mulher por aí com esse acessório “perdido” na cabeça! Simplesmente não tem nada a ver com ela, mas ela usa pq tá na moda. Tem muita gente por aí usando coisas que não ficam bem nelas de jeito nenhum, só para parecerem modernas e antenadas. Pra que isso? Isso prova o quê? #fashionvictim
    Eu por exemplo, sempre gostei de animal print. Sempre usei e vou continuar usando, esteja na moda ou não, sento tendência ou não, pq é o meu gosto, faz parte do meu estilo. E eu só uso o que fica bem em mim, respeitando o meu corpo tb. Bjsss

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      07 de setembro de 2012

      Concordamos no animal print, Ju. Tendência ou não, vou usar pq eu gosto, pq é a minha cara.
      Qto às fashion victims, as pessoas perdem totalmente a noção do bom senso. Lembro da época que a saias de tule invadiram os blogs, e a única coisa q eu conseguia fazer era rir me imaginando usando uma daquelas. Bjosss

      Reply

  6. Diise França
    28 de agosto de 2012

    Ótimo texto, Ana! O importante (e é tendência para mim) é ver se determinada coisa fica bem em mim e se eu gosto. Personalidade é isso, aceitar aas diferenças, seu corpo e seu gosto. Ver todo mundo misturando tendências só para estar na moda, é no mínimo chato.

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      07 de setembro de 2012

      Fora q tanta coisa é tendência, q se vc tentar usar tudo 1) fica louca com tanta informação, 2) enlouquece os outros por passar tanta informação, e 3) perde a personalidade e o estilo pessoal.

      Reply

  7. Rachel
    29 de agosto de 2012

    Como sempre,
    muito bom o seu texto!!! Parabéns! É um prazer enorme quando venho aqui e vejo que tem post novo!

    Reply

  8. Neysângela
    03 de setembro de 2012

    Não é clichê nada. Esse excesso de informação tem deixado muita gente desinformada sobre o essencial: conhecer a si própria e usar isso como filtro dessas outras informações.

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      07 de setembro de 2012

      Talvez junto com as informações sobre tendência seja necessário vir um bilhetinho lembrando o q é personalidade.

      Reply

  9. Núbia Albergoni
    04 de setembro de 2012

    Adorei! Tenho meu blog e coloco sim muita coisa que é tendência de tal estação. Mas coloco também que essa tal de tendência tem que ser usada se a pessoa gosta, se o estilo pede, se ela tá a fim. Eu gosto de moda, tenho peças chaves que as vezes estão em alta mas no dia-a-dia é o basicão mesmo. E por ser assim não entendo muito como uma pessoa anda com determinada roupa SÓ se estiver na moda. Parece até contraditório eu falar de tendência e mostrar que não é um ítem de sobrevivência. Muito bem escrito gatona, parabéns! Sempre estou por aqui. Beijo-beijo

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      07 de setembro de 2012

      Núbia, não é contraditório. A gente mostra o que é tendência, afinal de conta temos blogs q abordam moda, mas mostrar é diferente de ditar o q cada um deve usar. Cada um tem q filtrar e adaptar o q é tendência ao estilo pessoal. Bjos

      Reply

  10. Mag
    09 de setembro de 2012

    Falar “tendência” hoje em dia já virou piada, na minha opinião, porque praticamente tudo é tendência! E se não for vai virar coisa de hipster, que atualmente parece também ser tendência… vai entender essa moda, de Meu Deus…
    beijinho!

    Reply

  11. Tendência wet legging | Blog Oxente Menina
    23 de abril de 2015

    […] bom ter um feedback e saber a opinião de outras pessoas. Semanas atrás quando publiquei o post Qual é a tendência? recebi um e-mail de uma leitora que me contou que foi gongada – pasmem! – por ter ido […]

    Reply

Deixe um comentário!

Close