27 de janeiro de 2013 | Blog Oxente Menina

Militarismo: a tendência está de volta

Nos anos 1940, quando Marlene Dietrich, cantora e atriz alemã naturalizada americana, popularizou o estilo militar no vestuário feminino, com certeza não imaginou que essas vestimentas se tornariam um clássico da moda. A demanda por praticidade e utilitarismo daquela época – momento em que as mulheres precisaram trabalhar, já que os maridos e filhos estavam na guerra – aliada às privações, despertaram a necessidade de fazer uso de tecidos mais baratos e resistentes em peças mais sóbrias e versáteis.

Saia lápis, ombros estruturados e cintura marcada eram as principais características das peças que passeavam entre os tons de verde-oliva, marrom e cáqui naquele período. As cores típicas da camuflagem permanecem, mas o estilo das peças está em constante releitura.

Agora as peças de estilo militar ganham adornos em pedrarias, tachas e spikes. As calças acentuam a forma do corpo feminino, como as skinny, e os blazers e parkas remontam ao período entre-guerras acentuando a cintura da mulher.

Sem regras definidas e com várias opções de tecidos e modelagens, o militarismo já começou a invadir as lojas – inclusive as de departamento – e a falta de oferta não servirá de desculpa para deixar de comprar. Em um passeio pela Renner, Riachuelo, Leader e C&A, separei algumas peças que tem grandes chances de ganhar um lugar especial no meu closet. Acho que no de vocês também!

Ah, e se vocês encontrassem peças trabalhadas no militarismo a preços amigos, fiquem à vontade para postar na fan page do Oxente ou para marcar o @oxentemenina no Instagram.

Close