Capricho de mãe | Blog Oxente Menina

Diário da gravidez: capricho de mãe

Certos caprichos só as mães tem. Ou melhor, certos caprichos só as nossas mães têm. Quando escrevi o post Mala de memórias, lá no comecinho de 2012, as palavras que consegui expressar nem de longe conseguiram transmitir a emoção que eu senti ao ver todas aquelas coisinhas guardadas pela minha mãe desde que eu era criança. Depois de ver todo o conteúdo da minha malinha e da de Felipe, e relembrar momentos que estavam guardadinhos lá no fundo da minha memória, achei que nada mais que a minha mãe me mostrasse iria me surpreender.

Mais enganada impossível. Desde que me descobri grávida e os paparicos por parte da família e dos amigos começaram, pensei que qualquer presente que recebesse me trariam os mesmos sentimentos de carinho e gratidão. Nessas horas nem passa pela nossa cabeça o preço das coisas, pois sabemos que tudo que é ofertado a um bebê vem de coração por parte de quem deu. Mas algumas coisas vêm de coração e de alma, e a emocionante surpresa veio por parte da vovó materna de Luca {mesmo antes de saber que era um príncipe que estava à caminho}.

Em uma rápida visita aqui em Recife, minha mãe trouxe de Natal alguns presentes que me fazem ter certeza, independente do que Luca vier a receber, que são os presentes mais especiais do mundo! Cinco lençóis que foram de Felipe {de 23 anos atrás!} agora fazem parte do enxoval de Luca. O mais surpreendente é que todos – sem exceção – estão novíssimos, sem nenhuma mancha, e super cheirosos, lavados com um carinho especial que só vovó Laís pode dar.

E quando eu pensava que já tinha visto o ápice do cuidado e capricho preparado pela avó materna de Luca, eis que ela me mostra outro lençolzinho acompanhado de uma camisa pagão de linho: a roupinha que eu usei no meu batizado. Um carinho guardado como num pote de conserva de algodão-doce que ultrapassou nada menos do que 34 anos!

No dia que meu filhote puder entender essas coisas, quero passar para ele pelo menos um pouquinho de toda o significado emocional que esses pedacinhos de pano conseguem deixar gravados entre suas linhas e bordados macios.

Comente também pelo Facebook!

29 Comentários

  1. Aline Helen
    25 de junho de 2013

    Que emocionante! Imagino a sua sensação…

    Beijo

    Reply

  2. Brunna Ricelly
    25 de junho de 2013

    Aii Lu dá uma emoção né?! Quando tive minha filha minha mãe me deu o vestidinho que usei no meu batizado quando tinha 1 ano, nossa tão lindo, tão novinho (já que tava guardado com tanto cuidado) e a minha reação foi igual a sua! A gente fica emocionada mesmo, não tem como não ficar!
    Minha filha usou pra tirar umas fotos e hoje eu guardo ele com todo cuidado e carinho tbm, pra quando ela tiver entendimento eu explicar pra ela que aquele vestidinho foi meu e que é de um valor sentimental imensurável!

    ^^

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      25 de junho de 2013

      Bru, a gente é tão desapegada das coisas que às vezes até deixamos passar coisas especiais como essa, né? Espero que um dia a sua filha fique igualmente tocada com esse gesto tão carinhoso da sua mãe que foi passado pra vc. Bjoooooo

      Reply

  3. Elizabete Plácimo de Oliveira
    25 de junho de 2013

    sei bem como é isso minha mãe guardou várias coisas minha, e eu sabia que ela iria dar pra quando tivesse uma filha, mas como em 1989 esperavam que eu nascesse menino e tudo de RN era azul mta coisa ficou para o Enrique, e foi mto lindo ver ele usando o q foi meu; Na família temos uma blusa de lã que começou a ser usada pelo meu primo a 40 anos e passou por todos os netos da D. Amélia e agora tá no bisneto meu filho e ela se emociona ao ver ele usando lembra dos momentos que todos os netos usou aquela blusa simples e marronzinha e ainda tá perfeita; Acho isso importante e farei isso com Enrique. Do lado do meu marido não temos nada de recordação minha sogra acha “bobagem” acumular “coisas velhas”, sinto tristeza de gente assim, lindos os lençois e a roupinha de batizado incrivel mto fofa

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      25 de junho de 2013

      Bete, que depoimento fofo! Agumas pessoas simplesmente não têm o capricho e a atenção com esses pequenos detalhes que podem fazer uma grande diferença. Ainda q a família do seu marido não tenha esse tipo de recordação para passar adiante, a sua família parece estar cumprindo muito bem esse papel sozinha.
      Fiquei curiosa para ver a blusa de lã! :)
      Bjosss

      Reply

  4. Mia
    25 de junho de 2013

    Ai que fofura isso tudo!!

    Você deve estar preparando tudo com tanto carinho que fica ainda mis lindo =)

    Reply

  5. Janaina Diniz
    25 de junho de 2013

    Ana, aqui também foi assim. Letícia está usando pecas que foram minhas e dos meus irmãos . Tem uma foto no face ela com um vestido azul que tem uma menininha desenhada que foi meu, a coisa mais fofa. Também temos lençóis combinando com os pagãos, coisas “das antigas”. Beijos.

    Reply

  6. Neysângela
    25 de junho de 2013

    Se há caprichos que só as mães têm, os de vó, então, são ainda mais especias. Coisa linda.

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      25 de junho de 2013

      Pode crer! Acho que se minha avó ainda costurasse, ela ia fazer o quartinho de Luca todinho, como ela fez o do meu sobrinho.

      Reply

  7. Vi Furrati
    25 de junho de 2013

    Só mãe faz essa tipo de coisa mesmo… a minha tem algumas roupinhas minhas de quando era bebê guardadas tbm. além de tooooodos os projetos escolares de dia das mães (e olha que eu não era nem um pouco habilidosa).

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      25 de junho de 2013

      Vivi, mesmo com a sua falta de habilidade, como vc diz, tenho certeza que seus projetos escolares valiam (e ainda valem) para sua mãe mais do que qualquer obra-prima. :)

      Reply

  8. Regina
    25 de junho de 2013

    minha mãe tb ainda guarda algumas roupinhas, exame de confirmação de gravidez, um livrinho com as minhas primeiras vezes, jornal e revista do dia que nasci! kkkkkkkk

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      25 de junho de 2013

      Olha, eu só não guardei o palitinho do teste de gravidez pq é seboso, kkkkkkkk. Mas o primeiro beta está comigo, e de resto, tb quero guardar tudo!

      Reply

  9. Amanda
    26 de junho de 2013

    Oi Ana Lu!
    Eu ri com um comentário acima em que vc só não guardou o palitinho do teste de gravidez. Hehehe!!!
    Minha mãe guardou tb tudinho meu e da minha irmã. Acredita que minha irmã falou primeiro “Popó” que era a marca de biscoitos Hipopó, ANTES do meu nome?! Hahaha!!! Li isso no livrinho dela. Enfim, eu e a minha irmã usamos o mesmo vestidinho da minha mamãe de batizado que tinha sido dado pela minha tia-avó, madrinha da minha mãe. Então, quando eu li o seu post, eu fiquei emocionada! Que vcs tenham mtas bençãos! Beijos!

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      26 de junho de 2013

      Hahaha, mesmo que fosse pra colocar num saquinho, ia ser meio nojento, né? Melhor ter a foto de recordação, rsrs.
      Esses livrinhos são ótimos!!! Eu já comecei a escrever no de Luca, o básico sobre os pais. Amo essas memórias, e tb me emociono muito lendo e escrevendo.
      Bjão!

      Reply

  10. Danuza
    26 de junho de 2013

    Realmente é muito carinho em cada pedaço de pano desse, até pq dá pra ver que estou quase novos. Também pretendo guardar algumas coisas do enxoval do meu filho. Já meu sogro guardou por anos uns carrinhos de coleção pra dar ao meu filho.

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      26 de junho de 2013

      Qual a idade do seu filho, Danuza?
      É lindo qdo eles começam a entender as coisas e a gente pode contar de onde vieram essas relíquias!
      Bjossss

      Reply

      • Danuza
        27 de junho de 2013

        2 anos e 4 dias.

        Reply

  11. BMi
    26 de junho de 2013

    Ana Lu, eu tenho que te confessar que chorei…
    Muito lindo! :)

    Reply

  12. Rossana Braga
    03 de julho de 2013

    Ai Lu, que coisa mais linda =~
    Minha avó fazia e bordava enxovais como este para ajudar na renda da família e é uma emoção muito grande quando esses tesouros podem ser passados por gerações. É muito amor!
    Parabéns pelos tesouros e que Luca venha com tudo!
    =***

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      03 de julho de 2013

      Ro, tb fico emocionada com essas coisas. Sei que homens não tem o mesmo capricho que as mulheres tem com essas coisas, mas espero que um dia Luca pelo menos entenda o significado por trás desses detalhes. Bjossss

      Reply

  13. Rossana Braga
    03 de julho de 2013

    *e sim, eu não esqueci do seu presente viu? Já fiz um projeto dele e assim que terminar de criar eu vou te enviar umas fotos pra ver qual vc gosta mais. (eu foquei nos detalhes azuis, futebol, Sport e no nome dele)
    por favor, me envia um “oi” com teu email pra eu te enviar as fotos ;)
    bjo mamãe linda ^^

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      03 de julho de 2013

      Menina, esqueça o Sport, nada de vermelho e preto! kkkkkkkkkkk
      (E que o marido não leia os comentários do blog, rsrs)
      Bjooooo

      Reply

      • Rossana Braga
        03 de julho de 2013

        kkkkkk, se preocupe não que não vai ser vermelho nem preto :D
        =***

        Reply

Deixe um comentário!

Close