Diário da gravidez: descobrindo o sexo do bebê

A mãe é capaz de sentir se é menino ou menina? Algumas, talvez. Seja por um sexto sentido muito falho ou pelo lado racional que me fazia pensar no histórico familiar – o lado do marido só com menina, o meu lado só com menino – sempre fiquei em cima do muro na hora de dar meu palpite de mãe sobre quem estava à caminho.

Engraçado que para menina pensei no nome desde que eu tinha uns 14 ou 15 anos. Depois de ler a versão escolar de A Divina Comédia, de Dante, tive certeza absoluta que se algum dia tivesse uma filha se chamaria Beatrice. E ainda bem que meu marido gostou do nome, senão a briga seria grande! Por outro lado, desde que descobri a gravidez, não conseguia pensar num tema de quarto para menina. Florzinha, bonequinha, princesinha… nada disso me agradava por completo.

Já o nome de menino veio em consenso com o pai bem mais tarde, só uns três anos atrás, quando decidimos que em breve seria hora de aumentar a família. Antes eu pensava em um nome composto, tipo Luiz Henrique, Luiz Eduardo, João Vinícius… acho que por trauma do meu nome, que além de composto ainda leva quatro sobrenomes, meu marido vetou logo. Então começamos a pensar em nomes mais curtos: Rafael, Bruno, Tiago… Todos lindos, mas ainda não era nenhum desses. Rodrigo nem pensar, com tantos nomes no mundo, pra quê repetir o do pai? Muita falta de criatividade. Então pensamos em Luca, um nome curto, fácil, objetivo e bonito. E para o quartinho de menino, as ideias sempre pipocaram na minha cabeça. Vai ver que é por ser tia de três homens.

E aí que na última ultra da semana passada, logo depois de publicar o post Será que é menino ou menina?, tivemos a resposta. Cheguei lá super ansiosa, morrendo de medo que o bebê estivesse de perninhas cruzadas ou numa posição que não desse para ver e adiasse ainda mais a nossa curiosidade para saber, mas que nada! Essa criança sapeca estava sentadinha e de pernas abertas, mostrando a pitoca para quem quisesse ver. Pois é, a pitoca – o #oxentebaby é Luca! É uma alegria sem tamanho!

O pai não se conteve e já comprou a roupa do Sport, o time do coração {que eu só vou vestir em Luca para tirar foto e postar no Facebook, depois tiro, hahaha}; e a avó paterna já encheu o primeiro neto de roupinhas e acessórios azuis, como a meia da foto.

Agora vamos colocar as ideias em ordem e começar a preparar o enxoval de Luca. Queremos tudo lindo para o nosso meninão!

 

26 comentários Adicione o seu
  1. Oi Ana Lu,
    Quando eu vi na página do seu IG quem viria ao mundo, eu fiquei tão feliz! Seja bem-vindo Luca! E se vc se estranhar de batom roxo, Luca, pode brigar comigo! Eu sou a culpada! Hahaha!! Um beijão para vc, Ana e para vc tb Luca!

  2. Ah, que delícia! Parabéns, Ana Lu!
    Meu marido falava que minha ansiedade pra saber o sexo do neném era pra eu começar a fazer compra, rsrs
    E num é? Tudo que a gente fazer, tem que esperar..rs
    Agora, mãos a obra!!

  3. Ouhhh Ana…vim te visitar aqui pra saber se vc já tinha postado o sexo de “rodriga”… Encontrei Roh no elevador da “sobra” terça passada e ele me contou que vc iria fazer a ultra! Estou super mega ultra feliz! Vc entrou pro meu time de ajudar a povoar o mundo com homens…já que tem mulher sobrando dmais!!!rsrsrsrsrsrsr Que Luca venha cheio de saúde e repleto de amor e carinho de todos os que amam vc e Roh! Como euzinha, tá! Bjs com carinho, Mih

  4. Parabéns, ser mãe de menino é uma delícia.
    Eu também fiquei confusa em palpitar o sexo do meu bebê quando estava grávida, apesar de desejar muito um menino, como fui atendida, eu tive um sonho com uma menina.
    Simplesmente não conseguia ter aquela certeza, mas apenas desejo.
    Por outro lado, já tive intuição sobre o sexo do bebê de duas amigas grávidas, com certeza absoluta e acertei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.