Mudanças no corpo na gravidez | Blog Oxente Menina

Diário da gravidez: as mudanças no corpo

“A mulher grávida se sente um lixo”. Ouvi essa frase recentemente durante um evento, e na hora fiquei surpresa mas nem pensei em rebater a afirmação, porque tudo o que me veio à cabeça foi que eu nunca, em toda a minha vida, me senti tão linda! Convencida? Juro que não sou. Sem modéstia? Não nesse caso. Feliz? Extremamente. Talvez seja essa felicidade que esteja fazendo com que todos os defeitos advindos da gestação sejam camuflados diante do espelho. Ou talvez eu simplesmente não seja uma pessoa normal {ou esteja cega}. O fato é que em nenhum momento da gravidez me senti feia {enjoada e com cara de doente algumas vezes, mas feia não!}, e não podia discordar mais da frase inicial desse post.

Naquele polêmico post sobre >mulheres que não querem ter filhos muitos foram os argumentos das mulheres que defenderam a postura de child free, e dentre as justificativas as mudanças no corpo foram citadas. Chegando ao 7º mês de gravidez preciso concordar em parte com esses argumentos: o corpo muda sim, e muito! E para quem trabalhou tão arduamente para conquistar tamanha perfeição, imagino que seja difícil se desfazer de tanto esforço. Mas discordo da parte disso ser um empecilho para não ter filhos, isso para mim é o de menos {não estou dizendo que é certo ou errado quem pensa assim, nem vou me aprofundar na questão. Minha opinião sobre o assunto e os mais de 200 comentários estão abertos para quem quiser ler}.

Mesmo no início da gravidez senti a mudança nas mamas, que além de pesadas e doloridas ficaram enormes. Segundo a minha obstetra, essa é a parte do corpo que primeiro se desenvolve para receber o bebê. Por volta do 4º mês a barriguinha começou a aparecer com mais saliência, e com esse crescimento comecei a usar cremes para evitar estrias {mas para quem tem propensão a elas, às vezes nem os creminhos dão jeito}.  Algumas mulheres ainda passam pelo inchaço de pés, pernas, rosto, nariz. Outras sortudas chegam aos 9 meses sem estrias, sem inchaços e sem nenhuma outra alteração além da barriga.

Falando por mim, ainda não inchei a ponto de ser perceptível, só sinto aquele peso nas coxas como se tivesse com TPM {e também nem quero comemorar por antecipação porque ainda tenho cerca de 12 semanas pela frente}, e desconfio que as estrias que apareceram já estavam lá antes da gravidez e eu que nunca tinha dado importância a elas. Parafraseando Natalia, que tem participado bastante dos posts do Diário da Gravidez aqui no blog  “as estrias são marcas que esse período tão mágico deixam no corpo”. Se a condição para tanta felicidade é essa, que venham as estrias, que venha o inchaço, que venham as mudanças!

Comente também pelo Facebook!

20 Comentários

  1. Ana
    13 de agosto de 2013

    “Se a condição para tanta felicidade é essa, que venham as estrias, que venha o inchaço, que venham as mudanças!”

    Resumiu tudo! ;)
    Quem acha que a felicidade está em um corpo sem estria e definido, ok.

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      13 de agosto de 2013

      Ana, exatamente. Se a felicidade de alguns é o corpo perfeito, a minha atualmente é a barriguinha, rsrsrs.
      Que cada um seja feliz com suas escolhas e seus ideais, né?
      Bjossss

      Reply

  2. Amanda
    13 de agosto de 2013

    Oi Ana Lu!
    Olha, estar “grávida” é algo polêmico, mesmo que seja lindo. Pois, a gravidez envolve mudanças não só no corpo, mas no psicológico também. E isso não é nada fácil. Às vezes, a sociedade é um tanto intolerante. E com todo respeito, isto é um pé no saco! Se a mulher quer ter filhos, reclamam o quanto ela é insensível para por uma criança num mundo como este. Se não quer, reclamam o quanto ela é insensível com algo tão natural e divino. Acredite, já ouvi de uma colega que se a mulher não quer ter filhos, para ela, a mulher perde o respeito em ser mulher! Pesado né?! Infelizmente, a mente nos prega cada peça que nem sempre é bem vinda. Eu sofro de Transtorno de Ansiedade Generalizada, então uma gravidez no meu caso, envolve muito planejamento e acompanhamento. Pois, uma depressão pós-parto é possível que ocorra. Enfim, eu fico vibrando a cada passo seu! Se está feliz, excelente! Mas, se vc estivesse incomodada com algo, com certeza iria apoiá-la para superar. Outra coisa, o problema é que a sociedade generaliza tudo e aí vem a frase no início do post. Cada um é cada um! Que coisa! Ah! Eu me lembrei da Kim Kardashian quando estava grávida, ela não se sentia confortável com as mudanças, e aí, caíam matando em cima dela, cobrando a “felicidade”. Ai, Ana Lu, perdoe-me o desabafo, mas a sociedade não ajuda em nada às vezes! Beijos para vc e para o Luquinha!

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      13 de agosto de 2013

      Mandy, sempre vai ter alguém pra dar pitaco. Se com gente normal como nós as pessoas metem o focinho, imagina com pessoas públicas.
      O que as mulheres que optam por ter filhos precisam entender é que o corpo vai mudar (e a vida depois tb), pq já vi muita grávida reclamando dos efeitos da gravidez. Claro que se a gente pudesse ficar grávida e continuar com a vida e o corpo iguais aos de antes da gravidez seria ótimo, mas qdo a gente faz essa escolha deve aceitá-la e fazer o possível que tudo transcorra da melhor forma possível.
      Bjão

      Reply

      • Amanda
        13 de agosto de 2013

        Ah sim Ana! Concordo que é necessário entender as mudanças que ocorrerão fisicamente e na vida. Mas, agora fazendo terapia, eu me pergunto o que ocorre com o psicológico sabe?! Parece que às vezes dá um “nó na cabeça” e se antes estava preparada e se sentindo bem com isso, depois não. Vira tudo uma bagunça! É realmente assustador o que a mente prega (e os hormônios tb, hehehe)! Beijos! Foi mal o desabafo número dois de hj! Hahaha!

        Reply

        • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
          15 de agosto de 2013

          Nem se desculpe, eu adoro os “desabafos”, enriquecem a discussão e a gente tb passa a entender melhor os outros. :****

          Reply

  3. Aline
    14 de agosto de 2013

    Oi Lú,

    Primeira coisa: VOCÊ ESTA SIMPLESMENTE LINDA!!!!
    A gravidez tem sim suas partes chatinhas, enjoos, cansaços, inchaços, mamas doloridas… Mas você tenha certeza que quando o Luca estiver em seus braços, lindo, com aquela carinha toda amassada (rsrsr), tudo isso vai ficar no passado.
    E sabe do que mais, depois de um tempo vai sentir saudades de ter um barrigão assim (eu já estou!!!).
    Então curte muuuuito esse tempo. É lindo, a gente se sente linda SIM, PODEROSA essa é a palavra, eu exibia tanto o meu “BUXO”, parecia que ei tinha um rei na barriga (e tinha mesmo, rsrsr).
    AGORA A VERDADE: seu corpo vai ser o mínimo que vc vai lembrar quando estiver com tanto sono e Luca querendo mamar…kkkkkk

    xeru grande amiga, torcendo tudo aqui por você!

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      15 de agosto de 2013

      Amiga, eu estou amando estar grávida! Claro que não vejo a hora desse gordo chegar e poder dar bem muito cheiro nele, mas estou aproveitando muito essa fase.
      To chegando naquele estágio de cansaço, sabe? Por isso to aproveitando para me dar o luxo de dormir tb, mesmo q seja no meio da tarde, kkkkkkkkk.
      Bjoooooo

      Reply

  4. Danuza
    15 de agosto de 2013

    Eu discordo totalmente dessa frase. Na minha gravidez eu me sentia feliz, linda, com muito bem-estar, muita disposição e saúde. Além de que gerar e amamentar um filho dá essa sensação de poder, de orgulho, mesmo sabendo que tudo é presente divino. O agradecimento de viver essa experiência é muito maior do que qualquer enjoo ou cansaço, pq tive enjoo, pés inchados, nariz inchado, mas nunca me senti um lixo e sim privilegiada. Mas sei que tem mulheres que acham um fardo a gravidez, não consigo entender. Tenho saudades da minha gravidez e do meu barrigão. Curta o seu.

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      15 de agosto de 2013

      Danuza, to curtindo demais! To amando estar grávida, mesmo com os enjoos, a dor nas pernas, as estrias e os inchaços que ainda poderão aparecer. Nada atualmente me deixa mais feliz do que sentir Luca mexer, e acho que isso só quem está passando ou já passou é capaz de entender. :)
      Bjossss

      Reply

  5. Elizabete Plácimo de Oliveira
    15 de agosto de 2013

    Na minha gravidez eu me sentia linda (sou muito timida, ao ponto de nem comentar em alguns blogs que leio a anos,) nunca fui de achar bonita e charmosa mas na gravidez me sentia mesmo minha pele ficou maravilhosa sem uma manchinha a unica coisa que usava no corpo todo era o óleo de amendoas e só, meu cabelo ficou incrivelmente macio e sedoso sem nenhum creme, as estrias conhecedo cada uma (em especial uma que tem 5 cm q foi feita por Enrique numa espreguiçada, onde meu pai me viu gritando e queria me levar pra maternidade daí coloquei a mão dele e ele sentiu o pé do moleque e quase morreu de susto) . Segundo a minha G.O. (uma grande amiga) aquilo tudo era a felicidade. A única coisa que não sinto saudade é do sono.
    E você Ana Lu tá linda, e os enjoos passaram de vez?
    bjus t+

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      16 de agosto de 2013

      Bete, graças a Deus não tive mais enjoos. Tenho tido azia e refluxo, mas nada comparado àquele mal-estar causado pelas náuseas.
      Olha, vc diz q é tímida e nem comenta em blogs q acessa há tempos, então devo dizer q é uma honra maior ainda pra mim ter vc participando dos comentários aqui do O! :***

      Reply

  6. Brunna Ricelly
    19 de agosto de 2013

    Oi Lú!!
    As mudanças no nosso corpo no período da gravidez são inevitáveis!! Em algumas pessoas as mudanças são maiores, em outras não e por ai! No meu caso, não mudei quase nada acredita! Fiz um barrigão e tudo mais, mas só! Engordei 11 kg na minha gravidez mas, esses quilos eram localizados todos na minha barriga e no bebê! Minhas amigas brincavam dizendo que quem me visse passando de carro (onde só aparece nossa parte de cima) ou de costas por ex, jamais acharia que eu estava grávida! Também não tive muito inchaço, só nos pés e no último mês! E as estrias, ahhh as famosas estrias, são uma marca mesmo, rsrs, ainda bem que fiquei apenas com uma no quadril e umas pouquinhas no seio (porque tenho seis pequenos e amamentei minha filha até 1 ano e 8 meses)! Enfim, como falei meu corpo não mudou tanto assim mas, se eu tivesse mudado totalmente, não me faria diferença, porque ser mãe é tão compensador que isso tudo se torna pequeno!
    Sinto falta do meu barrigão, sinto falta de sentir o bebê mexendo então aproveita ao máximo amiga, porque a gravidez é um momento único!

    beijOOO!

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      20 de agosto de 2013

      Bru, hoje fui fazer um exame e tinha uma mãe com um baby de 20 dias q disse que aos 4 meses ela estava inchada e com a barriga do tamanho dessa que eu to aos 7 meses. Cada gestação é diferente, e acho q somos sortudas por não mudar muito. :) Mas o importante mesmo é que o bebê venha com bastante saúde, né? Posso inchar, engordar, deformar… contanto que Luca chegue saudável e feliz! Bjossss

      Reply

  7. Fabiana
    25 de setembro de 2013

    Quero parabenizá-la pela gestação e pela postura que está tendo em relação à gravidez. Sempre achei mulher grávida linda e na minha gestação também me senti linda e muito feliz.

    Saúde pra vc e seu bebê.

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      26 de setembro de 2013

      Oi Fabi! Eu não vejo motivos pra gente não se sentir maravilhosa. Agora na reta final comecei a inchar, sei que não estou nenhum padrão de beleza, mas a aproximação da chegada do bebê me deixa cada dia mais feliz, acho q isso reflete no exterior. Bjosss

      Reply

  8. Jakeliny Lima
    01 de outubro de 2013

    Oi Ana!!!Já te acompanhava pelo IG mas ainda não tinha entrado em seu blog. Estou amando todos os seus posts. Estou na oitava semana de gestação e curtindo muito suas dicas, não te deixarei mais!!! Bjos

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      02 de outubro de 2013

      Jake, que bom ter você por aqui. :)
      É o primeiro baby? Com 8 semanas eu ainda não sabia o sexo e só enjoava, kkkkkkk. Espero q vc não esteja passando pelos enjoos.
      Curta bastante a gestação!!
      Bjão!!!

      Reply

  9. Suellen
    09 de outubro de 2013

    Que legal Ana, amei o blog! Não vou mais parar de visitar hehe
    Eu estou de 12 semanas! Estou amaaaaaaaando estar grávida! É inexplicável oq sentimos não é? Mesmo com tantas mudanças no corpo, na vida, no nosso intelecto, enfim!
    Confesso que nesta semana eu comecei a me incomodar um pouquinho com as mudanças no corpo.. Mas nada que me deixe paranóica. Acho até que é um pouco natural a gente estranhar né! Mas eu sempre digo pra mim mesma, para meu esposo e pra todo mundo: Eu nunca me senti tão feliz barrigudinha! E não vejo a hora de ver esse barrigão cresceer!!!
    Um beijo pra vc!

    Reply

    • Ana Lu Fragoso | Oxente Menina
      11 de outubro de 2013

      Su, penso igual, nunca estive tão feliz por ter barriga. E agora no finalzinho da gravidez os inchaços vieram com vontade, meus pés tem dias q parecem duas bolinhas, mas nada atrapalha a alegria. Bjosssss

      Reply

Deixe um comentário!

Close