Estampas étnicas em lojas fast-fashion

estampas-etnicas

Lindas são as mulheres africanas, que não precisam esperar uma tendência para abusar das estampas coloridas geométricas que recebem o nome de estampas étnicas e tribais. Lindos são os índios navajo, que ainda hoje lutam para manter suas origens e sua cultura nessa mundo tão globalizado {estima-se que 250.000 nativos ainda vivem em tribos espalhadas pelo Novo México, Utah e Arizona, nos EUA}. Sortudos somos nós, que de forma por vezes desconhecida e automática, consumimos produtos tão lindos em detalhes que derivam de uma história mundial tão rica.

A estampa étnica tem como duas das maiores fontes de inspiração as indumentárias africanas e as tribos navajo. A distância que geograficamente separa esses dois povos, se aproximam nas misturas que só a arte é capaz de fazer, seja na música, na dança, e, como exemplificamos aqui, na moda. Mais facilmente ligada às estações mais amenas, como a primavera e verão, o colorido da estamparia também recebe suas variações monocromáticas para atender ao estereótipos invernais.

Sem se prender a esse estereótipo – felizmente! – ou mesmo às tendências {o étnico veio com força em 2012, lembram?}, as lojas fast-fashion brasileiras estão aí para mostrar que não precisa ser verão para ser colorido, e mesmo com estações tão variadas aqui no Brasil, há peças para clima frio e quente, atendendo consumidores em todos os cantos do país.

estampas-etnicas-cea-riachuelo-renner-marisa

Facebook Comments
4 comments Add yours

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.