17 de março de 2015 | Blog Oxente Menina

Dicas para sessão de fotos com newborn

ensaio-newborn

Uma das modalidades de fotografia que mais tem se popularizado nos últimos anos é o ensaio newborn (fotos de recém-nascidos). Mais do que uma modinha entre as mães que querem registrar os primeiros dias dos pequenos com fotógrafos profissionais, o trabalho não é tão simples e não é para qualquer um que esteja portando uma câmera. Além da técnica com a arte, é preciso que o fotógrafo tenha qualificações para lidar com a fragilidade dos modelos.

ensaio-bebe

A canadense Stephanie Robin, eleita Fotógrafa do Ano em 2011 pela Associação Nacional de Fotógrafos Profissionais de Criança, é formada em fisioterapia, e hoje é a fotógrafa de bebês oficial da Canon no Canadá. Unindo as suas duas formações profissionais, Stephanie tem baseado o seu trabalho na segurança dos bebês e dá algumas dicas para manter a paz, segurança e tranquilidade – do bebê, dos pais e do fotógrafo – durante um ensaio newborn:

Não deixe o bebê com fome. É mais fácil fazer o bebê dormir quando ele está bem alimentado, por isso tenha certeza que ele está com a barriguinha cheia antes da sessão de fotos.

A idade certa. Até 12 dias de vida, os recém-nascidos dormem até 16 horas por dia. Essa é a idade mais fácil para trabalhar com tranquilidade a sessão de fotos.

Temperatura do ambiente. Para manter a temperatura corporal do bebê deixe o ambiente por volta dos 28°C. Vale usar umidificadores, aquecedores e até termômetros para regular a temperatura ambiente.

Sons suaves. Desde o útero, o bebê está acostumado a constantes sons do ambiente, como por exemplo, o som do corpo de sua mãe. Ele se sentirá mais confortável durante a sessão se tiver a reprodução de um som suave. Hoje em dia encontramos na internet e também alguns aparelhos que reproduzem o ruído branco do útero materno, por exemplo, e podem ser usados durante a sessão de fotos.

fotos-newborn

Robin estará no Brasil de 30 de março à 1 de abril para apresentar na eduK um curso-online sobre fotografia newborn. O curso é gratuito, e para se inscrever basta preencher os dados no link Masterclass: fotografia de recém-nascidos com Stephanie Robin.

Imagens: Stephanie Robin

O que pedir no chá de bebê

Um dos meus jobs {sou faz-tudo, lembram?}, para quem não sabe, é papelaria personalizada. Eu diria que 85% das solicitações que recebo são de personalizados para chá de bebê, que eu adoro fazer porque me trazem de volta aquela felicidade que senti ao preparar com tanto amor a festinha de Luca.

Em meio a tanta conversa com as clientes buchudinhas para definir tema, arte e textos, acabo sugerindo ideias que fiz para o chá ou nascimento do gordinho, e nessas conversas eu e as mamães acabamos nos aproximando um pouco. Conversa vai, conversa vem, várias dessas meninas já me perguntaram o que é realmente necessário pedir para os convidados no chá de bebê. Acho que elas me perguntam 1) Porque não faz muito tempo que estive no lugar delas; 2) Porque sou super legal e acessível {hahaha!}; 3) Porque não sou vendedora de loja e não saio dizendo que precisa de um milhão de coisas.

As grávidas sabem do que estou falando. E quem ainda não teve filho mas já acompanhou uma mãe/irmã/prima/amiga numa loja de enxoval de bebê também sabe: eles tentam sugar a nossa alma e tirar o último centavo da conta bancária! Dramas à parte, a lista é grande, e muita coisa é, se não desnecessária, pelo menos exagerada. Tudo bem que os recém-nascidos precisam de todo o cuidado e sujam bastante, mas será mesmo que seu filho precisa de 100 fraldas de pano?

Essa lista não é a do enxoval, ok? O berço e a cômoda, por exemplo, acredito que você terá o bom senso de não pedir no convite que irá entregar a uma colega de trabalho do seu marido. Leve em consideração que para o chá de bebê os presentes são mais acessíveis, os mais caros você pode pedir diretamente aos familiares ou aos padrinhos.

o-que-pedir-cha-de-bebe

Algumas considerações:

  • Se você é uma mãe que se recusa a dar chupeta e mamadeira ao seu filho, tem todo o direito de retirar esses itens da lista. Mas sem radicalismos, por favor! Tem mães que não conseguem amamentar. (Eu mesma precisei do bico de silicone, e as mamadeiras sempre foram de grande ajuda).
  • O baby vai nascer em pleno verão? Não há necessidade de pedir 10 bodies de manga comprida.
  • O esterilizador de mamadeiras para microondas para mim foi um dos itens mais desnecessários. Para arrumar era tão trabalhoso, que sempre foi mais fácil colocar tudo na panela ou na leiteira e ferver. Só cuidado para não deixar queimar! Não me orgulho em dizer que perdemos algumas mamadeiras e bicos de silicone dessa forma…
  • Fraldas de pano são boas sim! Mas não precisa de tantas. 20 ou 30 são suficientes.