O que pedir no chá de bebê

Um dos meus jobs {sou faz-tudo, lembram?}, para quem não sabe, é papelaria personalizada. Eu diria que 85% das solicitações que recebo são de personalizados para chá de bebê, que eu adoro fazer porque me trazem de volta aquela felicidade que senti ao preparar com tanto amor a festinha de Luca.

Em meio a tanta conversa com as clientes buchudinhas para definir tema, arte e textos, acabo sugerindo ideias que fiz para o chá ou nascimento do gordinho, e nessas conversas eu e as mamães acabamos nos aproximando um pouco. Conversa vai, conversa vem, várias dessas meninas já me perguntaram o que é realmente necessário pedir para os convidados no chá de bebê. Acho que elas me perguntam 1) Porque não faz muito tempo que estive no lugar delas; 2) Porque sou super legal e acessível {hahaha!}; 3) Porque não sou vendedora de loja e não saio dizendo que precisa de um milhão de coisas.

As grávidas sabem do que estou falando. E quem ainda não teve filho mas já acompanhou uma mãe/irmã/prima/amiga numa loja de enxoval de bebê também sabe: eles tentam sugar a nossa alma e tirar o último centavo da conta bancária! Dramas à parte, a lista é grande, e muita coisa é, se não desnecessária, pelo menos exagerada. Tudo bem que os recém-nascidos precisam de todo o cuidado e sujam bastante, mas será mesmo que seu filho precisa de 100 fraldas de pano?

Essa lista não é a do enxoval, ok? O berço e a cômoda, por exemplo, acredito que você terá o bom senso de não pedir no convite que irá entregar a uma colega de trabalho do seu marido. Leve em consideração que para o chá de bebê os presentes são mais acessíveis, os mais caros você pode pedir diretamente aos familiares ou aos padrinhos.

o-que-pedir-cha-de-bebe

Algumas considerações:

  • Se você é uma mãe que se recusa a dar chupeta e mamadeira ao seu filho, tem todo o direito de retirar esses itens da lista. Mas sem radicalismos, por favor! Tem mães que não conseguem amamentar. (Eu mesma precisei do bico de silicone, e as mamadeiras sempre foram de grande ajuda).
  • O baby vai nascer em pleno verão? Não há necessidade de pedir 10 bodies de manga comprida.
  • O esterilizador de mamadeiras para microondas para mim foi um dos itens mais desnecessários. Para arrumar era tão trabalhoso, que sempre foi mais fácil colocar tudo na panela ou na leiteira e ferver. Só cuidado para não deixar queimar! Não me orgulho em dizer que perdemos algumas mamadeiras e bicos de silicone dessa forma…
  • Fraldas de pano são boas sim! Mas não precisa de tantas. 20 ou 30 são suficientes.
Facebook Comments
10 comments Add yours
  1. Muito boa a lista, Ana Lu. A maioria dos itens são realmente essenciais. Mas eu queria falar sobre a mamadeira. Eu li o que você disse a respeito, mas acrescento que mamadeira causa desmame, e mesmo que algumas mulheres não consigam amamentar tão facilmente, a mamadeira pode ser evitada ao máximo e usada somente em último caso, O uso de bicos intermediários, feitos de silicone ou outro material (não importa se rígido ou flexível), também pode causar a confusão de bicos, pega incorreta, diminuição na produção de LM, entre outras dificuldades na amamentação. Existem outras alternativas que as mães podem usar para evitar o desmame. Existe a bombinha tira-leite que pode ajudar muito, e existe também o copinho, a colher ou copinho de transição. Quanto a chupeta: Essa pode realmente fazer mal a longo prazo, e assim como a mamadeira, pode prejudicar a amamentação.

    Quero deixar claro: tudo isso é pessoal, vai de mãe pra mãe, cada mãe sabe suas necessidades e sabem onde o calo aperta, eu não estou julgando nem condenando o uso de chupetas/mamadeiras, mas são coisas que a gente só usa em casos realmente extremos. Detalhe: Eu dei chupeta pro meu filho mesmo sabendo que fazia mal, por questão de necessidade pessoal.

    Um abraço. (:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.