Frustração com presentes de aniversário

Geralmente nessas tags de dúvidas eu peço a ajuda de um psicólogo ou de um profissional ligado ao tema da questão. Nesse caso resolvi eu mesma responder, se não como profissional, como mãe. Para ajudar e diversificar as ideias dessa mãe frustrada do comentário, pedi que algumas pitaqueiras profissionais do Facebook dessem suas opiniões também. Essa dúvida, vale salientar, não foi enviada para o blog, vi o comentário em um grupo do Face {sim, o comentário é real} e trouxe para discussão aqui no O! Nem sei se a data do aniversário da criança já passou, tampouco se houve ou não a comemoração, mas que fiquem aqui registrados os nossos pitacos para todas as mães que estejam enfrentando esse “terrível” dilema.

party-baby

Planejei o aniversário de 1 ano da minha filha com tanto carinho. Passei mais de quatro meses vendo e revendo cada detalhe, a festa foi linda, mas fiquei muito decepcionada com os presentes. Estou com medo de fazer a festa de 2 anos e ser a mesma decepção, por isso estou na dúvida se faço ou não faço a festinha dela.

 
Se a sua preocupação é a qualidade dos presentes que irá receber, não faça a festa da sua filha. De fato nós, mães, dedicamos muito amor para fazer um dia memorável para os nossos filhos e queremos que tudo saia perfeito, mas a nossa responsabilidade é com a festa, com o bem-estar dos convidados e, especialmente, da criança. Não sei se esse é o seu caso, mas eu não convido as pessoas de acordo com o que elas podem oferecer, convido pela importância que elas tem em nossas vidas, pelo carinho que tem ao meu filho. O presente é secundário, o mais importante é a consideração da presença e as boas energias que cada pessoa traz ao fazer parte de um dia tão especial. E se o seu convidado estiver passando por um aperto financeiro e não puder dar um presente caro como gostaria? Claro que presentes bons são muito úteis {e não precisam ser caros para serem úteis}, mas os presentes não devem ser o fator determinante para a realização ou não da festa. Eu pelo menos penso assim: se no fim do dia nenhum presente for bom o bastante, a festa – seja grande ou pequena – e todo o amor dedicado a criança naquele dia já terão sido suficientes.

aniversario-presentes

Facebook Comments
8 comments Add yours
  1. Eu já sei que vou fazer festinha pro meu filho, mas já estou pensando no melhor custo x beneficio rsrs.
    Minha ideia é só uma festinha pros intimos porque acho que merece comemoração. Nem ligo para os presentes, penso na data mesmo e no que vou poder fazer (financeiramente falando hahah).

    1. E assim que deveria ser, né? Uma coisa que descartei desde o início foi fazer a festa em buffet, pq por mais simples que fosse, era um absurdo (pro meu bolso). Dentro das minhas possibilidades, acho que fiz o melhor na festa de Luca, muita coisa eu mesma fiz, e ele recebeu presentes ótimos, mas isso foi secundário, o importante mesmo foi ver ele se divertindo na festa dele rodeado de gente querida. <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.