O que raios você quer da moda? | Blog Oxente Menina

O que raios você quer da moda?

fashion-sucks

Mais uma edição da SPFW acontecendo, redes sociais bombando, blogs anônimos postando o look do dia das blogueiras, blogueiras postando o look do dia das blogueiras, um ou outro veículo lembra que nesse emaranhado de egos expostos existem desfiles rolando. Ah, mas isso é secundário. Espera aí que eu estou tirando uma foto da minha saia pra postar no meu Instagram. Entra semana de moda, sai semana de moda, a repetitiva dinâmica de um evento fashion aparenta atrair cada vez menos interessados em moda e mais interessados em exposição pessoal. Nenhuma estatística disso, apenas uma opinião de quem está vendo de longe no desconforto de uma cadeira de madeira e sente a vibe.

Por se tratar de um evento de moda, é claro que não dá para fazer feio, tem que caprichar no look do dia, aproveitar e fazer o cabelo e a maquiagem com os haidressers e makeup artists das celebridades. Inovar no dress code não pode, a menos que essa inovação faça parte da modinha da moda.

moda-gatinho

Modinha da moda. É nesse ponto que quero chegar primeiro.

Entre tantos “pode e não pode” existe sempre uma turma vanguardista que sabe fazer combinações inusitadas que casam bem e, independente de seguir ou não as últimas tendências, conseguem imprimir um estilo original e interessante. Palmas para esse grupo! Outra turma lê o script e leva ao pé da letra a ditadura fashion, e se aquele portal ou aquela blogueira top top top diz que vestido de festa é pra usar com tênis Bamba, então tudo bem, ainda que dois meses atrás tenha achado a combinação um lixo. É essa a turma com opinião própria invejável que segue a modinha da moda.

Sem se dar conta de que nem sempre ser original é necessariamente relevante, e que forçar uma originalidade não faz de você uma pessoa trendsetter, os seguidores da modinha da moda acompanham a tediosa receita do look pronto camuflado de inovador. Pronto, agora já podemos deitar e dormir.

plus-siza-top

E aí vem a turma do reclame aqui.

Ah, que turminha especial. Essa é a turma que não gosta de nada. Nenhuma tendência é interessante. Nenhuma mistura de ideias é boa o suficiente para o alto nível crítico desse pessoal. Reclamam que os looks são previsíveis e repetitivos, mas quando algo diferente surge, já taxam como feio, cafona, pobre. Defendem a liberdade da mulher usar o que quiser, independente do seu tipo físico, mas se uma gordinha aparece de top cropped, o massacre é instantâneo, longo e doloroso.

Na sua relação com a moda, em que grupo de pessoas você se encaixa? E, afinal de contas, o que raios você quer da moda? 

Comente também pelo Facebook!

Deixe um comentário!

Close