Hospedagem em Florianópolis | Blog Oxente Menina

Hospedagem em Florianópolis

hospedagem-floripa-01

Ao organizar uma viagem, a primeira coisa a resolver, sem dúvidas, é a compra das passagens. A partir daí, com a certeza de que o transporte para ir e voltar está garantido, o meu segundo passo é sempre resolver a hospedagem.

Como já falei aqui mil vezes, estou sempre buscando opções mais em conta de hospedagem, mas que nos proporcione um certo conforto. Viajar com um bebê e com jovens da 3ª idade requer um cuidado especial, diferente de quando viajávamos só eu e meu marido e a gente cansava de pular de uma cidade pra outra sem ter onde dormir, ou escolhíamos viajar madrugada adentro pra economizar uma diária de hospedagem. Outros tempos.

hospedagem-floripa-02

Nosso grupo em Florianópolis era de 16 pessoas, incluindo Luca. Pegar um bom hotel sairia caro e não compensaria porque só iríamos parar para dormir. Busquei por chalés e cabanas, e encontrei o Tropical Residência com um ótimo preço, e pelas fotos parecia ser bem organizadinho e receptivo às famílias.

Antes de fechar sempre dou uma olhada nas referências e nos depoimentos deixados por outros hóspedes, e como dessa vez não foi através de um site específico {como o Airbnb e o Alugue Temporada, que já falei por aqui antes}, corri para o TripAdvisor para ver se a galera estava falando bem. E estavam! Com a bênção dos anjos viajantes, fechamos.

hospedagem-floripa-03

hospedagem-floripa-04

hospedagem-floripa-05

Cada chalé – ou cabana, como eles chamam – tem dois quartos, sendo um com cama de casal e o outro com beliche e cama de solteiro, comportando no máximo 5 pessoas. No nosso chalé ficamos em 6 porque Luca dormia na cama de casal junto comigo e com o pai. Não tem luxo, mas todos ficaram bem acomodados.

A parte negativa do chalé é que não tinha esponja e detergente para lavar a louça, e isso eu acho que eles poderiam disponibilizar, porque em viagens corridas como a nossa, mal dá tempo de ir no supermercado; e os banheiros, especialmente o lavabo, que são minúsculos. Não foi tão fácil para o meu irmão e meu sobrinho, que tem quase 2 metros de altura cada um, mas deu para contornar e todos sobreviveram. *risos*

Outra questão importante para chamar a atenção é que a escadinha que dá para os quartos não tem uma parede separando a escada da cozinha. Para quem tem criança pequena travessa como Luca, tem que estar sempre de olho para o pequeno não cair.

hospedagem-floripa-06

Os chalés ficam de frente para o mar, e o terreno é grande e arborizado. Tem bastante espaço para as crianças brincarem, com parquinho, salão de festas e quadra de esportes de areia. Além de Luca, o grupo contava também com meus sobrinhos de 10 e 12 anos, que ainda conseguiram aproveitar um pouco o espaço. A praia não deu para curtir porque não deu tempo, além do mais o tempo estava nublado no primeiro dia e chuvoso nos seguintes. Para quem sai do Nordeste, com praias quentinhas, se jogar no mar gelado ainda mais com o tempo frio é programa de corno, nem pensar!

Embora a localização não tenha sido a melhor escolha pela distância do continente, já que o intuito da viagem era o passeio para o Beto Carrero World, o lugar é maravilhoso. Me apaixonei pela praia de Canasvieiras, não só pela beleza do lugar – e olha que estava chovendo! – mas pela proximidade de tudo. A área é repleta de bares, restaurantes, bancos e supermercados. À noite podíamos andar pela rua principal tranquilamente, como fizemos na nossa primeira noite ao sair para procurar um lugar para jantar, e opções de restaurante não faltam. Do fast food ao japa, vimos de tudo, mas escolhemos uma pizzaria por agradar a todos os paladares do grupo. Fiz um vídeo bem rapidinho só para mostrar a vibe da região à noite, que me lembrou muito Porto de Galinhas e Pipa.

O staff dos chalés também é super prestativo e simpático. Recomendo o Tropical Residência e espero ter a chance de voltar logo a Florianópolis para aproveitar a cidade com calma e poder conhecer mais coisas.

 

leia-tambem

SITES-REVELAM-PERFIL-DOS-SOLTEIROS-VIAJANTES  ALUGANDO-APARTAMENTO-GRAMADO  ALUGANDO-PELO-AIRBNB  PORTO-ALEGRE-HOSTEL-BOUTIQUE

Comente também pelo Facebook!

2 Comentários

  1. Luciana
    19 de novembro de 2015

    Ana Lu, vc esteve por aqui!!! Eu moro pertinho de Canasvieiras. Pena que vc pegou uma época de muita chuva no Estado (teve região que choveu 40 dias seguidos). No verão, Floripa vira uma loucura, mal dá pra se locomover – mesmo assim a ilha é linda d+.
    Recife é “cidade grande” perto de Floripa? A vibe é muito diferente? Bjs

    Reply

    • Ana Lu - Blog Oxente Menina
      22 de novembro de 2015

      Lu, choveu, mas mesmo assim foi ótimo e eu achei a cidade linda. O que eu achei de Floripa, especialmente da parte da ilha, é que ainda tem muitas áreas sem construção, isso confere mesmo uma vibe mais tranquila, menos urbana, e eu achei isso legal. Não curto fazer comparações pq são cidades diferentes, cada uma oferecendo ‘propostas’ diferentes, mas talvez por ser mais tranquila e litorânea q tenha me lembrado tanto Porto e Pipa.
      Quero muito voltar praí!!! <3 Bjooooo

      Reply

Deixe um comentário!

Close