Aquário Natal | Blog Oxente Menina

Aquário Natal

aquario-natal-blog-oxente-menina-00

Já faz mais de 10 anos que saí de Natal para morar em Recife, e é mais do que normal que eu não conheça mais cada canto da cidade como costumava conhecer. Mas foi uma grande surpresa, um belo dia lendo as postagens de um grupo de viagens no Facebook, saber que em Natal tinha um aquário “super legal”, de acordo com as palavras da pessoa que visitou. A gente precisava conhecer!

E não deu outra. Assim que a oportunidade surgiu, juntei Luca e os sobrinhos para visitar o Aquário Natal, na Redinha, uma praia que fica a menos de 10 km da capital potiguar. Falando em distância, o acesso é muito fácil pela ponte Newton Navarro, e o trajeto pelas praias urbanas da cidade e a travessia da ponte deixam o passeio ainda mais interessante e bonito.

aquario-natal-blog-oxente-menina-01

aquario-natal-blog-oxente-menina-02

Tivemos um pequeno problema na entrada porque os meus sobrinhos esqueceram de levar a carteira de estudante e o estabelecimento foi inflexível em liberar a meia-entrada, mesmo eles estando munidos do RG e sendo óbvio que eram duas crianças em idade escolar. Como regras são regras, pagamos o ingresso cheio dos dois e não deixamos que isso estragasse o nosso passeio.

Chegamos por volta das 15:30 e tivemos tempo suficiente para conhecer o local, que fecha às 17:00. Apesar de pequeno, o espaço é bem organizado. Logo na entrada um dos monitores se prontificou a nos explicar sobre cada animal, mas precisamos deixar as explicações de lado e seguir solo porque Luca não parava de correr de um lado para o outro. Mesmo sem auxílio, cada aquário traz uma placa ao lado mostrando o nome, a espécie do animal e algumas informações para nortear os visitantes.

aquario-natal-blog-oxente-menina-03

aquario-natal-blog-oxente-menina-04

São mais de 60 espécies no maior aquário do Nordeste. Para quem pensa que o passeio se resume aos animais aquáticos (peixes de várias espécies, tartarugas, jacarés, cavalos-marinhos, pinguins, etc.), o local ainda possui uma área nova que abriga avestruzes, lagartos, hipopótamo, raposa, macacos e até uma jaguatirica.

aquario-natal-blog-oxente-menina-05

aquario-natal-blog-oxente-menina-06

aquario-natal-blog-oxente-menina-07

aquario-natal-blog-oxente-menina-08

A atração que mais conquistou o grupo foi o tubarão que fica num tanque acessível ao toque pelos visitantes. Segundo a monitora que estava orientando os visitantes, o tubarão-lixa é uma das espécies mais dóceis e só possuem dentes na parte de trás da boca, por isso a possibilidade de tocá-lo. A moça orientou, no entanto, que eles só devem ser tocados quando estiverem parados, do contrário podem confundir a mão do visitante com os alimentos. Fiz um vídeo curtinho dos tubarões-lixa e das tartarugas que ficam em um dos aquários.

Os ingressos para o Aquário Natal custam R$ 25 (inteira) e R$ 12,50 (meia-entrada – imprescindível levar a carteira de estudante ou algum comprovante, como o boleto da última mensalidade ou o comprovante de matrícula). Está localizado na Avenida Litorânea, 1091, Praia da Redinha.

Uma dica para quem quiser visitar o Aquário Natal e passear pelas praias do litoral norte, recomendo parar nas barracas da Redinha para comer a famosa combinação “ginga com tapioca”. Ginga é um peixe bem pequenininho, e quando frito fica delicioso! Experimentem e depois me digam o que acharam. :)

Comente também pelo Facebook!

2 Comentários

  1. Taby
    03 de janeiro de 2017

    Amo aquários, mas acho estranho ter “bichos terrestres” hahaha o de SP tambem tem.

    Reply

    • Ana Lu - Blog Oxente Menina
      04 de janeiro de 2017

      Eu achei estranho tb, mas o Aquário é tão pequeno q se não tivesse essa área dos terrestres talvez não tivesse tanta graça. Se bem q acho q as crianças teriam aproveitado de todo jeito, rsrs.

      Reply

Deixe um comentário!

Close