Batons Harah Renata Fan

Conhecer novas marcas de cosméticos é sempre uma experiência interessante, principalmente quando os produtos são de qualidade. Viajar para Curitiba me fez conhecer muito mais do que a cidade, foi lá que fui apresentada à Harah Cosmetics pela linda da Marília, uma pernambucana arretada que mora na capital paranaense.

A paixão dela ao falar da marca foi tão intensa que me deixou bem curiosa pra testar os produtos, e lá mesmo durante a viagem comecei a usar os batons Harah Renata Fan nas três cores disponíveis: Magenta, Nude e Red, todos com acabamento matte.

De cara me apaixonei pelo Magenta, e foi a primeira cor que usei. Ele e o Red têm uma textura um pouco mais densa do que o Nude, e a pigmentação é excelente, na primeira camada a cobertura já fica bem acentuada. O Nude foi uma pouco mais problemático nessa questão, precisei aplicar duas camadas e achei que a cobertura ainda ficou um pouquinho falha, precisando de uma terceira.

Eles não são daquele tipo que secam totalmente, o que tem um lado bom e um não tão bom assim. O lado positivo é que por não ser um produto tão seco, não craquela na boca (acho terrível aqueles batons que ficam descascando nos lábios). O que pode vir a ser negativo para algumas pessoas (não para mim!) é que por não ser super seco, o batom sai com um pouco mais de facilidade, mas nada que um retoque rápido não resolva. E as cores são tão ecléticas que é bom ter sempre um deles na bolsa.

Magenta. Meu favorito dos três. Esse tom mais escuro de rosa – uma tonalidade mais fúcsia – é um dos meus favoritos, ele inclusive me lembra um pouco o Rosadili da QDB, sendo um pouquinho mais frio. Na hora da aplicação parece até que é um batom cremoso, de tão fácil que o pincel desliza. O efeito é esse matte aveludado maravilhoso!

Nude. Apesar de ser mais trabalhosinho, ele é um tom lindo de nude com um fundo meio rosado e às vezes puxado pro coral (depende da luz). Sabe qual batom ele me lembra? O Oxente Menina. Na época da coleção Tracta Blogs que participei, eu pedi um batom inspirado no Barbarella da Nars, só que um pouco mais escuro e matte. Mais escuro eles fizeram, mas o acabamento deixaram cremoso. Nesse post aqui dá pra ver como a cor é parecida, apesar da textura mudar totalmente o efeito.

Red. Poderosíssimo! O Red é um tom de vermelho mais aberto e mais vivo, eu diria que um meio termo entre o Ruby Woo e o Lady Danger da MAC. Assim como o Magenta, o Red também desliza fácil e cobre bem já na primeira camada.

A embalagem é de 5 ml e cada unidade custa R$ 28,90 na loja virtual da Harah (no momento em que escrevo este post, o site está em promoção e cada um sai a R$ 19,90). Apesar de não ser uma marca ainda muito conhecida, acho que a Harah Cosmetics tem potencial para crescer. Todos os produtos são dermatologicamente testados e a marca não testa produtos em animais.

Facebook Comments
2 comments Add yours

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.