Oxente Menina

Calendário de setembro

calendario setembro

Qual é a graça de ter um feriado nacional caindo em pleno domingo? Lamento informar que o 7 de setembro cai nesse dia, então nada de feriado prolongado esse mês. Em compensação, também num domingo, poderemos dançar bem muito frevo, e quem não é de Pernambuco pode aproveitar e vir pra cá me fazer uma visitinha. Não que eu vá ensinar, mas tudo serve de desculpa…

Com ou sem feriado, o calendário de setembro demorou, mas enfim saiu. Vocês acreditam que ele está pronto há mais de 15 dias? Só que por aqui as coisas estão tão corridas {por bons motivos!} que nem tive tempo de respirar e organizar os posts do blog.

Para fazer o download do calendário é só clicar aqui. E não esqueçam de que ele está em formato A3 para impressão.

Leia também:

Festival de Food Truck na Zona Norte de São Paulo

food-truck-nas-ruas

Começando o post com uma reclamação: Pena que não é em Recife! No próximo dia 24 de agosto, acontece em São Paulo a segunda edição do “Festival Food Truck nas Ruas”. Em uma área de mais de 2 mil metros quadrados estarão reunidos 25 expositores – entre caminhões de comida e barracas –, que vão ocupar boa parte do estacionamento da BW Academia, localizado na Rua Mateus Leme, 114, em Santana.

Direcionado para toda a família, o festival organizado pelo guia “Food Truck nas Ruas”, oferecerá comidas de rua gourmet, com um variado cardápio gastronômico para todos os paladares. O público poderá encontrar comida japonesa, paletas mexicanas, pudins, lanches e bebidas naturais, pastas e pizzas, hambúrgueres, comida árabe, além do famoso cachorro-quente e dos salgados que dão água na boca. A média de preço varia entre R$ 5 e R$ 20.

food-truck-nas-ruas-2

Confira os Food Trucks e barracas participantes:

Aleatorium – Sanduíches
Bocconcini – Pastéis de arroz frito (Arantino) e risotos
Bike Brigaderô – Brigadeiros de Nutella com avelã e brigadeiro com KitKat
Cannolis – Canudinhos fritos e doces com recheios de chocolate, coco e outros
Doce de Marias –Pão de mel de colher. Diversos sabores
Escondido na Kombi – Escondidinho tradicional (carne seca) e doce (banana)
Falafeando – Sanduíche de falafel e kibes
Fome de Leão – Panquecas variadas. Salgadas e doces
Holly Pasta – Sanduíche com almôndega, vinagrete e creme blue chesee na baguete
Home Chef – Hamburgueres vegetarianos, acompanhados de queijo e maionese artesanal e os tradicionais de carne (picanha e filé)
J Dog’s – Especializado em hot dogs
JK Gastronomia – Philadelphia cheese: Baguete recheada com maminha na cerveja preta, cebola caramelizada e queijo cheddar derretido
Kombosa Shake – Milk Shake de Nutella, leite ninho, chocolate óreo, entre outros
La Vera Porchetta – Sanduíche porchetta com pão ciabata e pedaços macios de torresmo crocante, molho de salsa, um toque de limão siliciano, especiarias e lombo, costela
Le Camion – Hambúrguer gourmet, risotos, massas e saladas
Los Mexicanos – Paletas e picolés mexicanos
Makkarrão Food Truck – Massas simples e recheadas, com uma variedade de molhos
Mamma Food – Salgados e doces Whey Protein
Massa na Caveira – Pizzas artesanais
Matsuo Sushi – Comida Japonesa: temaki e hot holls
Natortilha – comida mexicana, como tortilhas e nachos
Pudim Mania – Pudins: chocolate belga, fava de baunilha, pistache e outros
Rua Food Truck – Hamburguer gourmet
Salve Salve Natural – Sucos de frutas e sanduíches naturais
Traveling Bike – Drinks leves e refrescantes

Serviço: “Festival Food Truck nas Ruas” | Local: Rua Mateus Leme, 114 – Santana – São Paulo/SP | Horário: das 11h às 19h | Preços: entre R$ 5 e R$ 20 | Informações: www.foodtrucknasruas.com.br | Facebook: https://www.facebook.com/foodtrucknasruas | Instagram: @foodtrucknasruasoficial | Telefone: 11 2384-1445

 

Politica-de-conteudo-release

Leia também:

Paçoquita Cremosa

A comoção foi nacional. Assim que imagens foram divulgadas, teve gente gritando, esperneando, se desesperando. Ninguém tinha absoluta certeza se era verdade, se era uma informação vazada antes do tempo ou se era uma montagem mal intencionada para causar desespero. Quando as primeiras pessoas começaram a comprovar a veracidade da informação, os dias nublados deram lugar ao sol brilhante e o mundo sorriu: era verdade, a Paçoquita Cremosa de fato existia.

pacoquita-cremosa

A Paçoquita é um doce de amendoim, e sua versão cremosa – uma versão brasileira da peanut butter consumida no exterior – difere dos produtos internacionais por trazer pedacinhos de amendoim. Por ser fácil de espalhar, a Paçoquita Cremosa pode ser combinada a frutas, pães, bolachas e também pode ser usada como recheio de tortas e sobremesas {mais alguém pensou num cupcake com esse recheio?}

pacoquita-cremosa2

pacoquita-cremosa3

Encontrei a Paçoquita Cremosa por acaso na loja de conveniência do Posto Total da Conselheiro Portela (pertinho da Igreja do Espinheiro) e custou R$ 7,90. Em loja de conveniência creio ser mais caro, mas não tenho ideia do valor do produto em supermercados.

Paçoquita Cremosa aprovada aqui em casa, mas não vou mentir que dentre as “cremosidades” ainda prefiro o Creme Crocante Ovomaltine.

Leia também:

Kimono jacket

kimono-jacket

“Coisa de vestir”. Esse é o significado literal da palavra kimono, vestimenta de origem japonesa que possui variações diferenciadas pelo uso das cores, modelos e tamanhos da estampa. Na cultura nipônica, o uso de cada tipo de kimono  varia de acordo com a ocasião, sexo, grau de parentesco e estado civil de quem usa.

No mundo ocidental, o emprego da peça e da palavra kimono (ou quimono) é – ainda bem! – simplificada. Apesar da origem japonesa, o kimono ganha uma mistura globalizada e traz estampas étnicas, degradês e muitas franjas, características do estilo boho que em nada remetem ao típico floral dos kimonos japoneses mais tradicionais.

Seda, tricô e algodão são algumas texturas que moldam os kimonos, cuja principal característica é a leveza no caimento. De manga curta ou longa, e comprimento idem, os kimonos podem ser usados por todos os tipos físicos, atentando apenas para alguns detalhes básicos para não comprometer as proporções: se for muito baixa, evite as peças muito compridas; optando por usar com uma saia fluida, use o kimono com um cinto para marcar a cintura.

Não existe regra de peças para combinar o kimono: calças, saias, shorts; saltos, rasteiras ou sapatilhas. Escolha a sua peça e monte sua combinação de acordo com o seu estilo.

kimono-ONDE-ENCONTRAR

Leia também:

Escolhendo um fotógrafo para aniversário

fotografo-aniversario-01

Aniversário, batizado, nascimento, mensário, casamento, aniversário de boneca, do cachorro… Qualquer celebração ou evento é digno de fotografia. A festa pode ser simples, só uma “besteirinha”, mas o fotógrafo está lá fazendo seus cliques e garantindo que aquele momento especial seja eternizado.

Em tempos de Instagram, com seus belos filtros, e da facilidade de comprar uma câmera profissional, todo mundo com um iPhone 5 ou uma câmera melhorzinha na mão já começa a distribuir cartões de visita se apresentando como fotógrafo profissional. Senta aqui do meu lado e deixa eu te contar uma coisa, menina: não é bem assim não.  Um fotógrafo não vira fotógrafo de uma hora pra outra. É preciso fazer cursos, investir em bons equipamentos {que não são baratos}, estar sempre se atualizando. Por mais que alguém tenha um talento nato, um mínimo de conhecimento técnico é necessário.

fotografo-aniversario-02

Um dia desses vi uma discussão em um grupo do Facebook na qual um fotógrafo dizia que o bom profissional cobrava caro, porque precisava investir em bons equipamentos e ajudantes. Apesar de compreender seu ponto de vista, acredito também que nada indica que um profissional que cobra caro seja excelente, e nem que um que cobre um preço em conta seja péssimo. Existem aqueles que 1) cobram caro e fazem vale cada centavo; 2) cobram caro e você não entende como tem gente que paga; 3) cobram um preço justo e valem ouro; 4) cobram um preço razoável e você pensa que seria melhor ter pago a parcela de uma Canon Ti5 e pedir pra sua sobrinha bater as fotos com esse dinheiro. E aí, depois de ler isso, você pensa: f*&%$! Como danado eu vou escolher o fotógrafo do aniversário do meu filho? Eu que estou fazendo essa busca {e que passei por uma decepção enorme com as fotos do batizado}, preparei algumas dicas:

camera-canon

1) Pesquise. Esse ponto é óbvio. Não adianta pegar a lista telefônica {ainda existe?} e contratar o primeiro nome que aparecer no seu campo visual. Visite o site/blog do fotógrafo, veja a sua página no Face, o seu portfólio, veja o que outros clientes dizem sobre o seu trabalho.

2) Pegue referências. Aproveite os eventos dos amigos para conhecer o fotógrafo. Converse com ele, pergunte sobre outros trabalhos. Depois, se tiver espaço para isso, fale com o anfitrião da festa se ele ficou satisfeito com o resultado.

3) Preço x Qualidade. Se é barato demais, desconfie. Se o preço é justo, busque mais informações. Às vezes o profissional trabalha com uma tabela em conta para poder fazer seu nome no mercado, afinal de contas, quem vai pagar um absurdo para um profissional de quem nunca ouviu falar? Mas isso também não garante que seu trabalho seja ótimo. Em todos os casos, siga à risca os dois pontos anteriores.

4) Gosto pessoal – sua identificação com o fotógrafo. Pode acontecer de um fotógrafo ser super recomendado e você não gostar do trabalho dele. Não significa que ele seja ruim, talvez o estilo dele seja apenas diferente do seu. Você prefere fotojornalismo? Então não adianta contratar um fotógrafo cujo trabalho é bem tradicional. Nem adianta contratar alguém que segue o modelo tradicional como um script, se você busca alguém com a mente super criativa. Volte três casas e pesquise mais!

5) Saiba diferenciar o profissional do pessoal. Profissional simpático ajuda bastante na hora de nos deixar à vontade para fazer as fotos, mas simpatia não significa desenvoltura e nem qualidade das imagens. Voltando pro batizado de Luca, não tenho do que falar do profissional como pessoa {uma simpatia, uma pessoa super prestativa e agradável}, mas infelizmente suas qualidades não refletiram no resultado do seu ofício. Além de bons equipamentos, o fotógrafo precisa ter desenvoltura e saber dar direções.

fotografo-aniversario-03

fotografo-aniversario-04

As fotos que ilustram esse post são de Mônica Paiva, e as imagens foram feitas em um aniversário que fomos recentemente. Coincidentemente, ela tinha sido uma das fotógrafas “pré-selecionadas” para o aniversário de Luca, e eu adorei fazer esse teste antes. Com a minha pesquisa, deixo aqui o contato de alguns profissionais cujos trabalhos amei (baseado em seus portfólios):

Mônica Paiva
Site: http://monicapaiva.com.br/
Fanpage: https://www.facebook.com/monicapaivafoto

Hayana Sindra
Site: http://hayanasindra.com/
Fanpage: https://www.facebook.com/HayanaSindraFotografia

Três Marias (fotógrafas do CineMaterna)
Site: http://tresmariasfotografia.weebly.com/
Fanpage: https://www.facebook.com/tresmariasfotografia

Leia também:

Comentários inconvenientes no pós-parto

COMENTARIOS-POS-PARTO

Sempre é tempo de fazer – e ouvir – comentários inconvenientes! Se você passou dos 30 e não casou ainda, se está perto dos 40 e ainda não tem filhos, se tem 18 e ainda não decidiu para quê vai prestar vestibular…

Durante a minha gestação, alguns meses atrás, postei sobre os comentários inconvenientes na gravidez. Naquele momento minha tolerância andava no grau zero, e eu, é claro, atribuí a sensibilidade aos hormônios. Não foram poucos os comentários que ouvi dizendo que depois que a criança nascesse iria piorar {esses foram úteis!}, e eles geralmente vem justamente naquele momento dos pós-parto em que nem deu tempo ainda de nos acostumarmos com a queda brusca dos hormônios e a gente chora até quando o vento sopra. Essa tristeza, vale salientar, é bem comum. Não é a depressão pós-parto, é apenas o blues puerperal, aquela melancolia que a gente nem consegue explicar porque está sentindo, uma vez que a maior razão da felicidade – o bebê – está bem ali juntinho.

E aí, em meio a toda essa confusão hormonal e sentimental, uma criatura, que nem sequer lhe parabenizou pela gravidez, aparece se metendo na sua vida e soltando umas pérolas que faz qualquer pessoa nesse momento vulnerável se sentir um lixo. No turbilhão de emoções, nem pensamos numa resposta atrevida pra dar, só depois de semanas é que vem aquele pensamento: “eu devia ter dito tal coisa!”.

Tudo bem, não é o fim do mundo. Talvez a melhor coisa tenha sido não falar nada mesmo, afinal de contas nesse momento ninguém precisa de uma dose extra de estresse, né? E saiba que você não é a única a ouvir essas coisas, veja um exemplo de comentários inconvenientes reais que algumas mamães de primeira viagem tiveram que ouvir. E só por curiosidade, que resposta você daria? 

conselhos-pos-parto

Leia também:

O revival fashion de Boogie Oogie

boogie-oogie

Boogie Oggie, o novo folhetim da Globo que estreou na última segunda-feira (04), já deixou todo mundo de orelha em pé para ver os modelitos usados pelos personagens. De olho nas tendências que as novelas da Globo tem o poder de massificar {não estou criticando!}, o revival dos anos 1970/1980 traz desde as saias longas e calças flare e boca-de-sino – inspiradas no legado dos hippies dos anos 1960/1970 – ao brilho, muito brilho, da era disco dos anos 1980.

Em cada cena é possível identificar nas roupas dos personagens a herança da época retratada na novela {um pouco misturado, talvez, mas em novela pode tudo, né?}, e identificar o estilo que cada intérprete estará mostrando nos próximos meses enquanto figura da narrativa Global. Talvez ainda seja cedo para se apaixonar pelo figurino ou para se identificar com algum personagem, mas falando por mim, já quero todas as calças e saias usadas por Inês, personagem de Deborah Secco.

flare-boogie-oogie

brilho-boogie-oogie-vitoria

Fiquemos de olho também nos óculos de Gilda (Letícia Spiller) e nos de Vitória (Bianca Bin), e nos acessórios como colares, pulseiras e bolsas de Susana, personagem de Alessandra Negrini.

Até eu que não sou noveleira estou animada pra acompanhar Boogie Oggie. Não posso mentir que antes de conhecer o enredo, o que me conquistou de cara foi a trilha sonora. Sério, quando toca “September” fico com vontade de levantar e sair dançando…

Imagens: Gshow (as imagens são prints dos vídeos)

Leia também:

Coleção Escritoras da Granado

colecao-escritoras-granado

esmaltes-escritoras-granado

Juntando-se às coleções Pin Ups, Cantoras e Artistas, a Granado agora lança a Coleção Escritoras. “Romance, drama e suspense se misturam para compor a envolvente coleção de inverno, inspirada em escritoras mundialmente conhecida”, diz a marca.

Charlotte (bege acinzentado), Emily (violeta vivo), Louisa (rosa fúcsia), Agatha (marrom avermelhado), Virginia 9azul-marinho vibrante) e Sylvia (preto intenso) formam a coleção, que passa da pureza do bege, ao colorido e ousado violeta, fúcsia e azul, até o preto. Todos os esmaltes da linha são enriquecidos com vitamina E, cálcio e proteína da seda, que fortalecem as unhas. As alérgicas também podem comemorar, já que os esmaltes são livres de tolueno, parabenos, formaldeído, cânfora e DBP.

colecao-escritoras-esmalte

Essa coleção de esmaltes é uma das mais lindas que já vi, tanto pelas cores como pelo conceito. No mesmo dia em que recebi esse kit pintei as unhas. O escolhido foi o Emily, um violeta lindo!

esmalte-emily-granado

Cada esmalte custa R$ 17,00 nas lojas físicas e na loja virtual da Granado.

Leia também:

Selfies, bundas e frases de inspiração

selfie

Se Narciso tivesse um iPhone 5S dourado e o Instagram estivesse instalado, talvez ele achasse algo – além do espelho – bonito. Talvez, além de curtir suas próprias fotos e seguir algumas blogueiras famosas, ex-BBBs e ex-Panicats, Narciso também postasse junto com cada selfie uma frase de inspiração ou uma alfinetada para os recalcados e invejosos. Porque além de lindo, Narciso talvez fosse um guru também, assim como vários outros gurus de Instagram que infestam o aplicativo de fotografia mais famoso da face da terra com frases de autoajuda {que só ajudam a inflar ainda mais seus egos}, e na certa seria altamente invejado. Não é querendo meter o pau em Narciso não, coitado!, e nem nos auto-intitulados gurus e bundudos virtuais. É só que, como diriam os sábios compositores do Terrasamba, “ooô, ai meu Deus, eu só quero entender”.

É sério, eu não entendo mesmo. Vai ver que porque sou da Geração X, e não da Y, que algumas coisas desses mundos virtual, digital, liberal, causal, custam um pouco para entrar na minha nada-brilhante mente. Então você, pessoa linda da Geração Y, faria a grande gentileza de me explicar a conexão entre um selfie de um bumbum malhado no espelho XXG da academia e a frase “Senhor, que a minha luz interior nunca deixe de brilhar, e o recalque e os olhos invejosos batam em Seu escudo que me protege”? Os olhos invejosos cobiçam o bumbum malhado? Quem não tem bundão ou é feio não pode postar frase inspiracional? O bumbum malhado brilha? Ai não, peraí, o que brilha é a luz interior…

A exibição de vidas perfeitas nas redes sociais alimentam egos cada vez mais inflados e uma busca desenfreada por popularidade. A concorrência cada vez mais acirrada faz dos inocentes selfies um ringue de batalha, onde o mais bonito, o bumbum mais redondo, mais comentado e com a frase mais impactante vence.

FRASES-DE-FEITO-IRONICAS

Ana Luiza não malha em academia top {nem em nenhuma outra}, não é guru de nada, não tem 100K seguidores no Instagram e nem tem bunda grande, mas “na estrada que reflete a luz do sol nos olhos inocentes, o caminho segue na busca do desconhecido guiado pela fé e pela esperança”. {Oi?}

Leia também:

Jovens mulheres se reúnem na Austrália para o 5º G(irls) 20 Summit

girls-summit-sydney

A bela Sydney, na Austrália, será palco, dentro de algumas semanas, do 5º G(20)irls Summit. O encontro, que acontece anualmente e visa desenvolver soluções reais para capacitar economicamente mulheres e meninas pelo mundo, é uma realização do G(irls) 20, uma organização social sem fins lucrativos com atuação global que reflete a arquitetura do Grupo dos 20 (G20), um fórum para as economias mundiais. O G(irls)20 incentiva a participação de meninas e mulheres por meio da força econômica e educacional.

As representantes são selecionadas de cada um dos países participantes do G20 e são escolhidas com base em seu foco individual de empreendedorismo, liderança, triunfo pessoal e habilidades analíticas. Ao todo serão 24 jovens mulheres, entre elas a brasileira Fernanda Lagoeiro. Ela é estudante de jornalismo e engajada no apoio a meninas e jovens mulheres diagnosticadas com lúpus, por meio do estímulo à autoestima, ao conhecimento sobre as opções de tratamento da doença, ajudando-as a superar seus medos e ter uma vida normal.

girls-summit

Depois de participarem do encontro, as 24 represetantes serão matriculadas em um programa de orientação global para ajudá-las a criar as suas próprias iniciativas para capacitar economicamente meninas e mulheres de seus respectivos países. Os treinamentos oferecidos trabalharão suas habilidades para que elas façam a diferença em suas comunidades. Uma prévia das iniciativas desenvolvidas pelas participantes de anos anteriores pode ser encontrada no site da G(irls)20.

Após o pré-Summit e Summit, abertos ao público, as representantes debaterão soluções para os desafios globais discutidos durante o evento, e, em seguida, desenvolverão um comunicado que será compartilhado com os líderes do G20, que se reunirão na Austrália ainda este ano. O 5º G(20)irls Summit será realizado na Opera House, em Sydney, nos dias 25 e 26 de agosto. Os ingressos custam US$80 e os estudantes têm um desconto de US$ 40. As vagas são limitadas.

Politica-de-conteudo-release

Leia também: