Oxente Menina - Página 501

Como você usa o Eyeko Cream?

Antes de receber meu Eyeko Cream li muita coisa sobre ele, e não via a hora de testar logo. Todo mundo tava falando nesse creme e e eu louca pra colocar as mãos no famoso potinho rosa. Mas cada resenha que eu lia sugeria uma forma de uso diferente, aí não tive escolha – testei todas. O bom desse creminho é que ele dura muuuuuuuuito, então dá pra usar e abusar dele.

O que diz a Eyeko sobre o Cream: “Ele pode ser utilizado tanto como hidratante facial, iluminador e creme para a área dos olhos, tudo isso num so produto! Além disso o Creme Eyeko combina as vitaminas A, C e E, juntamente com partículas refletoras que dão à pele um brilho único e radiante.

Dica da Eyeko: Para criar o efeito de pele iluminada, igual ao das celebridades, use o creme Eyeko ao invés da sua base, salientando especialmente a área dos olhos e as maçãs do rosto.”
E o meu parecer sobre cada uma dessas sugestões de uso:
Hidratante Facial: Deixou minha pele bem lisinha e hidratada, e nem um pouco oleosa. Inclusive passei nas áreas mais críticas do meu rosto, a zona T, e também deu super certo, e ele absorve rapidinho na pele.
Iluminador: Usei tanto fazendo o C invertido, das maçãs até a altura da sobrancelha, e usei embaixo das sobrancelhas, e no nariz. Na área do C e no nariz ficou lindo, fiquei com cara de rica (rsrs). Embaixo da sobrancelha não achei que ele fez grande coisa, ainda prefiro o Touche Éclat pra dar esse mega efeito ao olhar. 

Creme para a área dos olhos: Não entendi se o intuito do uso do Cream na área dos olhos seria atenuar as olheiras, as rugas, ou o quê. Em mim não fez efeito nenhum, infelizmente. Mas acabei de ter a idéia de passar o corretivo por cima dele, vou testar pra ver se dá certo. 

Como primer: Passei ele, coloquei a maquiagem por cima e fui trabalhar. Ele não segurou a oleosidade como normalmente espera-se de um primer, mas também não fiquei com aquela cara de “tô-pronta-pra-fritar-coxinha”. Dá pra usar como quebra-galho, mas não dá pra passar o dia correndo debaixo do sol e esperar que o produto faça milagre, né, meu bem? 

Como base: O mesmo efeito do uso “como primer”, a diferença é que não cobre as imperfeições (manchinhas) que a base cobre. Se você não tiver problema de acne e/ou vermelhidão, não vai fazer tanta diferença. 

Misturado com a base: Na hora que passei fiquei pensando que tinha sido a pior coisa que eu podia ter feito. Parecia que eu estava literalmente rebocando meu rosto com alguma massa gosmenta, mas depois de espalhar bem, ficou com um aspecto bom. Acho que isso depende muito da base que você usa, mas prefiro não fazer a tentativa novamente e usar cada produto separadamente. (A propósito, a base que usei foi a Clinique Superfit).

Essas são todas que eu consigo lembrar agora. E você, usa como? Tem mais alguma sugestão de uso desse creminho?

Referência de preço:
Eyeko: USD 9.00 (entrega grátis no mundo inteiro)
Mercado Livre: R$ 25,00

People’s Choice Awards: Sandra Bullock

Em tempos de adoração a Kristen Stewart, Blake Lively, Rihanna e Taylor Swift, vou saindo um pouco do caminho e mostrando uma pessoa, digamos, um pouco mais madura.

Não, não é que eu não goste das young ladies citadas, todas elas são lindas e estilosas (tá bom, a Taylor é linda, mas é vanilla demais pro meu gosto… #prontofalei), mas a Sandra Bullock, tem um lugar especial no meu coração.

Apesar dos altos e baixos em termos de estilo (lembram das botas brancas que ela apareceu no próprio casamento? Jesus, o que era aquilo?!), La Bullock virou um ícone de beleza pra mim.

Não é julgando apenas na aparição do People’s Choice Awards 2010, noite passada em L.A., mas ao longo de toda a sua carreira. Ou só eu que notei o corpitcho dela em A Proposta? E o cabelo maravilhoso em A Proposta e Miss Simpatia?

O que quero dizer é que a Sandy (olha a intimidade, hahaha!) tem rugas sim, já deve ter passado por algumas plásticas, e tem dinheiro suficiente pra pagar pelos cuidados da pele, do cabelo, do marido, etc… mas gente, ela tem 45 anos e continua linda! Merece aplauso, de verdade (agora deixa eu me levantar aqui rapidinho pra aplaudir a moça de pé… mais um pouco… pronto, voltei). Acho que depois que cheguei aos 30 (ops, 20-e-10, perdão!) comecei a valorizar mais as mulheres mais experientes, e juro que quando eu crescer quero ser igual à Sandy.

Ah, e não vou nem falar no scarpin nude Brian Atwood que a Bullock tava usando, ou no make de ontem a noite (clean e lindo, e detonando nos cílios postiços, amei!)… deixo isso pra outra ocasião.

Em tempo, ela estava concorrendo ao prêmio de melhor atriz de filmes, pelo seu papel em The Blind Side, onde ela aparece loirérrima. 

Crédito das fotos: Just Jared

Esmaltes no mercadinho do bairro

Sabe aqueles dias que você não tem expectativas de comprar nada e volta feliz da vida com comprinhas na sacola? Foi mais ou menos isso que aconteceu ontem. Fui no mercadinho aqui do meu bairro comprar limão (vida de dona-de-casa, meu bem!), e acabei trazendo na sacola mais cinco esmaltes novos. Fiquei surpresa com a variedade lá, porque nem em supermercados eu encontro essas cores (e tinha muitas outras, mas eu tinha que lembrar que a ida ao mercado era pra comprar limão…).

 Da esquerda para a direita: Verde Palmeira, Laranja Cítrico, Marinho, Papaya e Lavanda. 
O Verde Palmeira é uma cor que eu não usaria ever, mas como esse ano tem Copa do Mundo, sei que ele não vai ficar totalmente escanteado.
O Laranja Cítrico achei lindo, talvez um pouco chegay demais pra mim, mas acho que vou conseguir usá-lo.
Azul não é uma cor que eu esteja acostumada a por nas unhas, mas esse Marinho é lindoooooooo! Me apaixonei por ele.
O Papaya é uma corzinha salmão, um laranja bem clarinho. Fiz um teste com uma camada do Laranja Cítrico embaixo e o Papaya por cima, e acho que ficou um meio termo interessante. Nem cheguei demais, nem apagado de menos.
E o Lavanda gostei mais da cor no frasco do que na unha. Ele parece ser um lilás, mas na unha ele fica um rosinha levemente puxado pro lilás. Não é feio, só não é o que eu pensava. Também já andei testando ele por cima do Noite Quente, e acho que dá certo. O Lavanda foi o eleito pra pintar hoje porque eu tenho uma dificuldade terríiiiiiivel em limpar a unha, principalmente numa noite em que eu tô com preguiça, por isso tinha que ser uma cor clarinha.
 
E vocês usam ou já usaram alguma dessas cores?
Close