Acessórios | Blog Oxente Menina

[DYI] Diário de bordo para crianças

Dizem que uma viagem se divide em três etapas: planejar, vivenciar e relembrar. Eu não poderia concordar mais! Sou daquelas pessoas que já começa a viajar fazendo o planejamento, mesmo que seja para uma trip de dois dias de Recife para Gravatá (Alô, universo, está na hora de mandar uma viagem internacional pra família aqui!). A parte de relembrar eu confesso que não curto tanto, porque bate aquela saudade e eu fico morrendo de vontade de voltar, de reviver tudo de novo.

Luca ainda é muito pequenininho para entender a organização de uma viagem, mas meu marido não é tão empolgado como eu para essas coisas, geralmente só se anima mais no destino mesmo, e eu queria encontrar um jeito de envolver o pequeno junto comigo no período pré-viagem. A solução encontrada foi criar um diário de bordo para ele.

Sei que existe esse tipo de material pronto à venda em papelarias, mas como grande adepta do faça-você-mesmo, achei melhor criar um que ficasse do meu jeito. Optei por criar uma imagem no Photoshop com um mapa-múndi bem colorido e algumas fotos de Luca com a família em viagens anteriores, e mandei imprimir em papel adesivo vinil. Para que não é muito familiarizado com editores de imagens, uma alternativa é cobrir com papel contato na cor desejada para o fundo (só para não ficar aparecendo a capa original do caderno, caso ela não seja lisa), colar imagens de lugares ou fotos da família e cobrir com papel contato transparente.

Esse caderninho que eu comprei é de capa dura e possui as folhas em branco – ponto super importante, porque eu não queria o papel pautado para não comprometer o visual interno. Ele mede cerca de 140 x 200 mm e custou menos de R$ 5 na Kalunga.

A minha ideia agora é imprimir imagens do destino, a tag personalizada que eu sempre faço quando viajamos de avião (tipo essa aqui), e colar nas páginas antes e durante a viagem, sempre anotando as impressões dele sobre o lugar. As brochuras dos hotéis e ingressos das atrações também são detalhes interessantes para colar, bem no estilo das agendas que a gente fazia quando era adolescente.

Estou bem animada para começar, espero que Luca ache tão empolgante quanto eu! Na pior das hipóteses, vai servir como caderno para ele desenhar e se distrair no trajeto.

Moscou estampa lenço da linha Cities of the World de Emilio Pucci

A Cities of the World, da marca italiana Emilio Pucci, é uma coleção especial que celebra diferentes cidades internacionais e que já teve grandes destinos, como Florença, Nova Iorque, Londres, Paris e Hong Kong estampadas nos famosos lenços da marca.

Emilio Pucci agora volta seu olho criativo para a capital russa – Moscou – e cria um novo item colecionável para a série. Inspirado pelas tradicionais bonecas matrioska e seus detalhes decorativos, bem como pelas cúpulas da Catedral de S. Basílio, o lenço tem um toque artístico e uma sutil ironia que o transforma em mais uma estampa muito especial. Detalhes em tons suaves de lilás, rosa e fúcsia trazem uma vibração inconfundível.

Os lenços são de seda, e cada um traz uma estampa exclusiva desenhada a mão e que representa uma cena real da cidade retratada. O projeto tem suas raízes no icônico lenço Battisero, a carta de amor à Florença que o marquês Emilio Pucci escreveu em 1957. Esboçado e brilhantemente colorido, a cópia ilustrada descreve a praça de Florença Santa Maria del Fiore, pontuada com flashes vibrantes de amarelo limão, tangerina, rosa “Emilio” e fúcsia profundo.

O lendário print fez um retorno dramático em junho de 2014, quando o histórico Battistero di San Giovanni da cidade foi envolvido por uma representação de tamanho real desta mesma impressão. Intitulado “Monumental Pucci”, os lados do edifício octogonal foram cobertos com 2 mil metros quadrados de lona impressa imitando os contornos reais da superfície do edifício, em cores e motivos arrojados do Battistero.

O retorno da gravura Battistero não só celebra os laços especiais de Emilio Pucci com Florença, mas também coloca em movimento o lançamento da série Cities of the World, em que outros lugares importantes já foram homenageados. Desenhado à mão pelo ateliê da maison, cada exemplar exclusivo reproduz fielmente à arquitetura, paisagem e os charmosos detalhes de sua homenagem à cidade de uma forma estilizada. Estes incluem os passos históricos espanhóis de Roma, o horizonte cosmopolita de Xangai pontilhado com lanternas, a famosa avenida Montaigne, os arranha-céus de Hong Kong misturados com seus monumentos, e a New York Madison Avenue com vistas aéreas do Central Park.

Os prints foram representados por linhas fortes e os esboços pretos contrastando com cores vibrantes. Cada cidade tem um esquema de cor original da paleta Emilio Pucci: branco, vermelho e rosa para Xangai; amarelo, verde e roxo para Nova Iorque; vermelho, turquesa e verde para Paris; roxo, limão e turquesa para Hong Kong; e fúcsia com turquesa para Roma.


Por conta de seu apelo atemporal, os lenços estão destinados a se tornarem lembranças colecionáveis para guardar e passar para futuras gerações. São cartões postais da Pucci que vão continuar a crescer à medida que novas cidades forem adicionadas à sequência. Cada lenço custa 295 euros no site oficial da marca.

Fantasia de Jake e os Piratas da Terra do Nunca

O pernambucano adora carnaval, e por aqui a folia começa muito antes dos dias oficiais. O que eu amo nas prévias é que elas são muito mais tranquilas e em qualquer esquina tem uma bandinha de frevo tocando com um monte de gente animada pulando ao redor.

Nos últimos três anos, as prévias infantis são obrigatórias na nossa programação. Às vezes nem são festas voltadas para as crianças, mas o ambiente é tão familiar e pacato, que a gente leva Luca sem medo. Mas com tanta festa, haja fantasia!

Felizmente, a avó paterna de Luca adora uma farra e é a primeira a comprar as fantasias dele. Esse ano ele ganhou dela a fantasia do Chaves e uma de palhaço. Antes de saber que ele ganharia essas duas, eu já havia separado uma de Vikings que ele usou ano passado e encomendei um colete para fazer a fantasia do Jake, o pirata que dá título ao desenho Jake e os Piratas da Terra do Nunca.

O desenho faz parte do Disney Junior, que tem uma programação mais voltada para crianças menores, na faixa de dois a sete anos. Luca adora o canal, e analisando os personagens com as fantasias mais fáceis de fazer, encontrei no Jake o meu modelo para o carnaval.

O bom da fantasia de pirata é que não tem muito o que fazer, e a do Jake eu achei que foi ainda mais fácil por ele usar cores básicas e sem muitos apetrechos. Para a fantasia de Luca, tudo o que eu tive que fazer foi encomendar o colete, que preferi usar dourado nas bordas, em vez do tradicional amarelo – saiu por R$ 40,00 na Abacaxi com Amora.

A espada é de plástico e custou R$ 14,90 nas Lojas Americanas. A camiseta branca com gola em V da Kyly ele já tinha e a bermuda faz parte de um conjuntinho da Rovitex que também já estava no guarda-roupa. A faixa vermelha da cabeça foi o lenço da festa de São João do ano passado, então, basicamente, a nossa despesa foi com o colete e a espada.

Na fantasia original do Jake, a calça é de uma tonalidade diferente do azul do colete, por isso não me preocupei em usar uma bermuda um pouco mais escura e nem em optar por bermuda em vez da calça. Aliás, o segredo para fazer uma fantasia usável é adaptar as peças que já temos em casa. Eu poderia ter colocado uma calça jeans para deixá-lo mais parecido com o personagem, mas seria uma judiação com o meu filho fazê-lo usar uma calça numa festa de rua às 10:00 da manhã. Só de pensar já começo a suar!

Você definitivamente não precisa comprar uma fantasia super cara (ou várias!) para deixar uma criança feliz. Uma roupa inspirada no personagem favorito e um saco de confete já são suficientes para os pequenos fazerem a festa.

Close