Cosméticos | Blog Oxente Menina

Batom Malva Inconfundível Eudora

Esse batom não queria ser meu. Recebi de Marcella, minha consultora Eudora, na semana em que eu estava de mudança. Como o apê novo é no mesmo prédio, muita coisa eu ia levando aos poucos e já arrumando para não entulhar o chão de caixas. No dia do aniversário da minha cunhada eu me troquei no apartamento velho e fui no novo passar batom – claro que eu queria estrear o novo! – e pegar uns brinquedos com Luca. Agora o grande mistério: entre os dois minutos que entrei no meu quarto, peguei o batom (achei que tivesse colocado no bolso da calça) e fui pro quarto de Luca escolher com ele o brinquedo, o batom sumiu. S-u-m-i-u. Refiz o percurso mil vezes, procurei no chão, em meio aos brinquedos do gordinho, voltei ao meu banheiro, abri novamente o guarda-roupa e o Malva Inconfundível tinha simplesmente evaporado! Veio aparecer quase uma semana depois, em uma caixa de brinquedos que eu nem lembro de ter aberto na ocasião.

Passado o mistério e sem mágoas entre nós, esse batom foi o que eu mais usei na recente viagem que fizemos. A textura dele é exatamente como eu gosto nos batons matte: não demora para secar, fica uniforme e sequinho nos lábios e não craquela. 

O Malva Inconfundível faz parte da linha Soul Kiss Me da marca. Escolhi essa cor para testar por ser um tom neutro e discreto, mesmo com o brilho do efeito metalizado. A pigmentação dele é incrível, com uma única camada a cobertura fica super uniforme. A duração é sempre um assunto problemático para mim, porque sou do tipo que se beber um copo d’água e limpar a boca com um guardanapo eu tiro o batom todo! Mas o que pude perceber, em um desses dias de viagem, é que nas fotos do final do dia o batom continuava nos lábios.

O preço dele é R$ 28,00, mas na época em que comprei ele estava por R$ 20,00 (não sei se a promo continua nesse ciclo, mas quem tiver interesse é só falar com Marcella, que mencionei no início do post). Minhas próximas aquisições provavelmente serão o Carmin Tendência e o Roxo Estiloso, que foram as duas outras cores que fiquei tentada a comprar a princípio, mas optei por ficar na zona de conforto do Malva Inconfundível. 

Marca lança linha de maquiagem infantil da Hello Kitty

Se eu tivesse uma filha, ela teria 99% de chances de ser uma pequena perua! O que ia rolar de roupinha de oncinha, saia de tule e acessórios no cabelo não é brincadeira. Mas só porque não tem uma menininha aqui em casa, não quer dizer que eu não continue babando quando vejo itens do universo infantil feminino. E não sou do time que acha que rosa é de menina e azul é de menino, mas também não vou comprar laço de cabelo e batom pro meu filho!

Falando em batom, essa história de ter ou não ter uma menina veio à tona quando recebi da assessoria da View Cosméticos a informação de que a marca está lançando alguns produtos infantis em parceria com a Sanrio. A linha é indicada para crianças a partir de 3 anos, e eu posso até brincar dizendo que minha filha seria uma perua, mas maquiagem é coisa muito séria e a primeira coisa a levar em consideração certamente seria saber a indicação de idade e a ausência de componentes nocivos.

Segundo a View Cosméticos, os produtos são dermatologicamente testados e possuem registro na Anvisa, além de respeitar os requisitos essenciais na produção de cosméticos para crianças, como baixo poder de fixação e fácil remoção da pele com água e sabão. Cada tonalidade é testada para que possa ser avaliado o potencial de irritação, a sensibilização e a toxicidade oral.

E já que não tenho uma filha, seria muito ridículo andar com um gloss com glitter na bolsa para uso próprio?

Os esmaltes nude mais lindos da Risqué

Ando naquela vibe bem clássica em relação às unhas, escolhendo sempre tons de nude ou um bom vermelho. Para quem antes tentava não repetir esmaltes, ultimamente repetir é o que mais tenho feito. Não por falta de opção – e nem por achar que “tons vibrantes não combinam com inverno” – é por escolha mesmo. Sabe criança quando ganha uma roupa nova e quer usar a mesma peça todos os dias? É mais ou menos isso, daí vou revezando as cores a cada semana.

Esses esmaltes da Risqué têm uma cobertura ótima, duas camadas são suficientes para deixar a cor bem uniforme nas unhas. Mas o que mais gosto mesmo na marca é o pincel chato, que facilita bastante na hora de passar. (No post sobre o Turmalina eu já havia declarado o meu amor pelo pincel flat! Dá uma olhada para ver que cor linda).

Falando em cores e voltando o assunto para os nudes, o Ouro Nude (meu favorito!) embora descrito como metálico, tem um brilho perolado puxado para o dourado; o Joia das Águas é cremoso levemente puxado para o cinza; já o Doce Pérola é um cinza clarinho com um tom amarronzado bem sutil (não é aquele cinza puxado pro azul); e, por fim, o Cinza Incerto, que na minha visão-além-do-alcance está mais para marrom do que cinza, é um marrom de fundo acinzentado com sutis brilhos dourados.

Escolhi para essa semana o Joia das Águas. Ao vivo tenho a impressão que ele é menos acinzentado do que parece na foto, uma corzinha mais “café com leite”. Da próxima vez que pintar as unhas vou experimentar usar uma camada do Joia das Águas e o Ouro Nude por cima, acho que vai ficar legal!

Aqui em Recife os esmaltes da Risqué custam entre R$ 3,50 e R$ 6,00.

Close