Gastronomia | Blog Oxente Menina

Rapadura Hamburgueria: um lugar para conhecer em Natal

Saber dos pontos turísticos de um destino é legal, principalmente quando é a primeira vez indo para aquele lugar. Mas as melhores dicas de viagens, pelo menos na minha opinião, são aquelas dadas pelos locais ou por aquelas pessoas que já são de casa, de tanto que visitam o lugar.

Em Natal eu tenho a minha família como fonte de informação, e foi uma prima minha que falou da Rapadura Hamburgueria quando perguntei onde tinha um sanduíche bom na cidade. A Rapadura tem uma pegada nordestina, tanto nos nomes no sanduíche como nos complementos e na decoração {um passeio pelo rústico, vintage e artesanal}. Eu não queria um sanduichinho qualquer, queria um diferente, daqueles inesquecíveis e que deixam saudade. Bingo! {Aliás, só de escrever esse post, a vontade de me teletransportar para o Rapadura é gigantesca}.

O esquema lá é diferente, você não simplesmente chega, senta e faz seu pedido. Primeiro é preciso passar o seu nome e a quantidade de pessoas que estão com você para a hostess e aguardar um pouco. Enquanto isso você pode olhar o cardápio escrito a giz no quadro perto do caixa e escolher o seu pedido – não vou mentir, é um momento de muita indecisão. Quando a sua mesa é liberada, a própria hostess pede que você se encaminhe para o caixa para fazer o seu pedido. É como nas lanchonetes fast-food: você paga antes de receber o seu pedido.

Com o pedido feito, você entrega a nota no balcão que fica entre o caixa e o salão e se encaminha para o seu lugar. Quando o seu pedido fica pronto, seu nome é chamado pelo megafone e você vai lá buscar. Hora de se empanturrar!

Fui duas vezes à Rapadura, na primeira sem o meu marido, e na segunda com a desculpa de ter que levá-lo para conhecer. Da primeira vez experimentei o Pipa, com pão de jerimum, muçarela, cebola caramelizada, gorgonzola e tomate. O molho veio separado {em uma latinha de um extrato de tomate que tinha o Jotalhão na embalagem – tudo bem vintage!}, e era delicioso também. Da segunda vez experimentei o Pium, com pão de rapadura, muçarela, bacon e tomate. Muito gostoso, mas o Pipa é indiscutivelmente mais saboroso. Anota aí essa dica: vai de Pipa, meu bem.

Então tá, né? Com o botão da calça já desabotoado e lanche pago, é hora de ir embora rolando. Na-na-ni-na-não! Como o esquema é todo self-service, não tem ninguém para recolher a sua sujeira, você que precisa levar sua bandejinha até a saída e separar o que é lixo e o que é lata/vidro. Cuidado para não acabar jogando as latinhas fora, alguém que estava comigo, num surto de leseira, quase fez isso.

O lanche na Rapadura não é baratinho, mas achei o preço justo pelo tamanho do sanduíche. Da primeira vez não aguentei comer todo, da segunda vez fui preparada e cheguei lá morrendo de fome. Eu não recomendo, por exemplo, que você peça um sanduíche + um milkshake. Não é impossível, mas talvez você precise sair de lá rebocado.

Serviço: Rapadura –  R. Dr. Manoel Augusto Bezerra de Araújo, 139-141, Ponta Negra – Natal/RN (ao lado do castelo do Taverna Pub)

Restaurantes favoritos em Recife

food

Recife é um dos maiores pólos gastronômicos do Brasil. Aqui na capital pernambucana é possível saborear a culinária de diversas partes do mundo e recomendar excelentes casas. Sempre que vem uma turminha de fora, costumo levar para conhecer alguns dos meus restaurantes favoritos.

Ça Vá Bistrô

O aconchegante bistrô, pertinho da praia de Boa Viagem, já conquistou o apetite e o coração dos frequentadores da Rua Capitão Rebelinho, no badalado bairro do Pina. Aberto em 2010, o restaurante de cozinha contemporânea, tem menu assinado pela chef Carla Chakrian que cria pratos leves e muito bem elaborados.

Credito: Paulo Paiva/Divalgacao Gastronomia. Restaurante Ça Va Bistrô

Crédito: Paulo Paiva

A chef, formada pelo Senac São Paulo, passou pelas cozinhas de diversos hotéis e mostra bastante afinidade com a culinária francesa. Prova disso são os pratos como o crevette parme (camarões em crosta de Parma); os frutos do mar com manteiga de ervas; o carré francês na manteiga de ervas; croque monsieur na versão Ça Va; o pato com molho de tangerina; e algumas versões do petit gateau.

Credito: Paulo Paiva/Divalgacao Gastronomia. Restaurante Ça Va Bistrô

Crédito: Paulo Paiva

O ambiente sofisticado conta com iluminação ideal e envolvente que valoriza o projeto rústico- moderno. Os almoços recebem a luz natural e os jantares ficam perfeitos com as luminárias que dão charme e ambientação para comemorações a dois. Um ambiente assim e uma cozinha tão especial pedem uma excelente carta de vinhos. E o Ça Vá está preparado para atender os clientes com uma grande e variada adega.

Taberna Japonesa Quina do Futuro

André Saburó Matsumoto apresenta o que há de melhor na culinária japonesa no seu restaurante. A casa fica nos Aflitos, tradicional bairro na região norte da cidade de Recife. A qualidade dos pratos do Quina do Futuro deve-se a experiência do chef e também à qualidade dos pescados usados em seus pratos.

quina-do-futuro-01

A matéria prima vem do mercado de peixes São José onde André aprendeu com a família a escolher pessoalmente os melhores e mais frescos produtos para suas receitas. Entre os pedidos, destacam-se o Tsuki-Dashi (uma entrada de legumes e frutos do mar preparados à moda japonesa), os tradicionais Supersushi, Miniteppan Yaki, Guioza da Casa, entre outros.

As instalações são aconchegantes e ocupam a mesma casa que serviu de moradia para a família. Música suave e clima tranquilo dão um ar de paz e bem estar ao ambiente.

Parraxaxá

O nome ligado à época do cangaço (Parraxaxá é o “grito de guerra” dos cangaceiros) já diz o que vamos encontrar neste restaurante: comida típica nordestina. Os pratos do interior do Nordeste estão muito bem representados no menu da casa que se localiza em dois endereços no Recife: Boa Viagem e Casa Forte.

A decoração do Parraxaxá remete aos ambientes das casas do sertão. Com mobiliário rústico, tijolo aparente e uma charmosa cerca de vara de marmelo as panelas de barro borbulham com as iguarias. O restaurante funciona no sistema de buffet por quilo com uma grande variedade de pratos. Os clientes podem escolher entre café da manhã, almoço e ceias regionais.

parraxaxa

Entre as mais de 120 opções de pratos estão a carne de sol, escondidinho de charque, baião de dois e bode guisado. Na ceia regional, servida à noite, destacam-se receitas tradicionais como o mugunzá, a tapioca ensopada, o arroz doce e as fatias douradas. O grande sucesso entre as sobremesas fica por conta do bolo de rolo e do bolo Souza Leão, além das tapiocas recheadas e da cartola. Para animar, um forró pé de serra autêntico deixa o lugar mais agradável e caloroso.

Falar de pratos gostosos e bons restaurantes é despertar a vontade imediata de degustá-los. Se não for possível sair nos próximos dias para aproveitar os restaurantes da capital pernambucana ou se você está sem vontade de ir para a cozinha testar suas habilidades culinárias, a melhor dica é pedir comida. Recife tem uma das maiores opções de delivery com PedidosJá e sua refeição especial pode ser perfeitamente degustada em casa.

 

leia-tambem

DALI-COCINA-APRESENTA-SEU-NOVO-CARDAPIO  CARDAPIO-PROMOCIONAL-NO-VIA-APPIA  TONY-SPECIAL-HOT-DOG  IL-PASTIFICIO-ITALIA-EM-RECIFE

Coca-Cola lança sabores cereja e baunilha no Brasil

coca-cereja-e-baunilha

A Coca-Cola lançou essa semana no Brasil dois sabores que já fazem parte do portfólio da marca em outros países: a Coca-Cola Vanilla (baunilha) e a Coca-Cola Cherry (cereja).

Os produtos chegam ao país em edição limitada em latinhas de 310 ml, e devem custar entre R$ 3,99 e R$ 4,65. Mas nem todo mundo pode se animar, segundo informação da companhia, os novos sabores do refri só serão comercializados na área de atuação da Coca-Cola Femsa: São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Paraná – e eu já estava super curiosa para experimentar!

Em outros países, além dos sabores cereja e baunilha, ainda são comercializados os sabores limão, limão siciliano e laranja.

leia-tambem

FABRICA-DA-FELICIDADE-COCA-COLA  SANDALIAS-COCA-COLA-NA-COPA-DO-MUNDO  DALI-COCINA-APRESENTA-SEU-NOVO-CARDAPIO  VISITAS-GUIADAS-NO-EATALY

 

Close