Tendência | Blog Oxente Menina

Tênis Skechers: vale mesmo a pena ter?

Andar de tênis no dia a dia não é muito minha praia, sou do #TeamSapatilha há bastante tempo, principalmente depois que tive filho e aboli 70% dos saltos do meu guarda-roupa. Entre sapatilha e tênis, a praticidade das sapatilhas e o fato de serem mais arrumadinhas sempre fizeram com que elas ganhassem a preferência. Mas e para viajar e bater perna de verdade?

Quando incluímos novamente o Beto Carrero no nosso roteiro de viagem eu vi que precisava mesmo de um calçado mais confortável, e comecei a ler várias recomendações da marca Skechers. Não fazia muito sentido pra mim pagar R$ 300 em um tênis, especialmente sendo o tipo de pessoa que ia usar esse calçado uma vez na vida. Além do mais, o que danado esse tênis tinha de tão especial que os outros não pudessem ter? Para tirar a prova e ver se esse bafafá todo fazia sentido, fui com minha sogra numa loja experimentar sem compromisso e… nossa!

Vou deixar as explicações técnicas de lado e dar minha opinião de leiga que preza muito por conforto: a sensação é a mesma de estar pisando em uma almofada fofinha, tipo aquelas da Fom, ou aquelas bolinhas “squish ball” de antigamente.  E apesar de ser mega confortável e macio, o pé não afunda, o tênis se molda ao formato graças à tecnologia de Memory Form Fit.

Outra coisa que achei super positiva foi que o calçado é bem levinho. À primeira vista ele até parece frágil, dá a impressão de não aguentar o tranco, mas com base na minha experiência usando esse tênis todo santo dia durante uma semana é que ele não só aguenta o tranco, como deixa os pés respirarem com muito conforto. A maior prova foi no dia do parque, que passei o dia andando, molhei os pés em um dos brinquedos e não teve incômodo algum.

Falando em incômodo, o ideal para quem compra calçados novos é usar logo para ir ajustando aos pés. Logo que comecei a usar, antes da viagem, fez alguns calos. Depois que o tênis se moldou completamente ao formato do meu pé foi só alegria!

Não sei se para quem pratica esportes de alto impacto esse modelo é adequado, mas para bater perna foi excelente. O fato de não ter cadarço também ajudou bastante, esse modelo tipo sapatilha era só empurrar o pé e voilà!

O meu é o Go Walk 3 e acabei comprando na Netshoes por R$ 199 (o preço normal dele é R$ 249, e atualmente está em promo por R$ 149,90), o da minha sogra – Go Mini Flex – pegamos uma oferta por R$ 189 (o preço no site está R$ 280). Não tenho ideia de preços de tênis porque não costumo comprar com frequência, mas não acho um valor baratinho e nem acho que você vai morrer se não tiver um. Mas se a dúvida é se vale a pena ter um pensando no conforto: vale, e muito! Melhor investir em um par de Skechers do que comprar daqueles baratinhos que se acabam na primeira caminhada. 

Um amor chamado terninho

Não há dúvidas de que os tradicionais ternos estão indo além de seu habitat, como o ambiente de trabalho e eventos extremamente formais. Eles estão se tornando cada vez mais um item fashionista. Esse fato é tão real que até um jogador da NBA, a exemplo de Dwayne Wade, atual estrela do Chicago Bulls, sempre mistura um bom terno de alfaiataria com peças mais esportivas. Tal tendência fez com que a temida ícone de moda e editora da Vogue americana, Anna Wintour, dissesse que Dwayne tem uma maneira madura de olhar as roupas que usa.

A elegante tendência também vem se tornando mais presente nas mesas de poker, local outrora dominado por uniformes esportivos e camisetas de lutas, tendo nomes como Tony Dunst, Anthony Zinno, Daniel Negreanu aderindo a ela. “É muito mais fácil dar o seu melhor quando você está saudável. Com isso, a roupa mudou um pouco para ser mais apresentável. É meio engraçado pensar que roupas e alimentos caminharam para a mesma tendência”, disse Lex Veldhuis, um dos principais profissionais da modalidade.

Os ternos foram, inicialmente, itens predominantes nos armários masculinos, porém há muito que eles se tornaram sinônimo de classe e elegância no universo feminino, sendo mais conhecidos como os salvadores dos looks de trabalho. Atualmente, os terninhos também invadiram as passarelas e tornam-se a aposta de muitas fashionistas e celebridades na hora de encarar os tapetes vermelhos e eventos de gala.

Com o boom dos ternos femininos para além das paredes dos escritórios, a peça foi atualizada e ganhou uma pegada mais moderna. Sendo assim, é possível encontrar um terninho para chamar de seu nos mais diversos estilos: com cintura bem marcada, de diferentes texturas, recortes diferenciados, decotes profundos, cores vibrantes e estampados.

Se você está em uma vibe mais relax, uma boa opção é combiná-lo com uma calça cropped de alfaiataria, uma bolsa grande, daquelas que cabem de tudo, e um sapato estiloso sem salto, como os mules, que, por sinal, estão super em alta. Por outro lado, se você trocar o calçado rasteiro por um belo scarpin e diminuir o tamanho da bolsa, você consegue mudar completamente a proposta do look sem precisar fazer muito esforço. Já se a ideia é dar apenas uma modernizada no seu tradicional conjunto de terninho, opte por combiná-lo com um tênis, pois ele dará um ar mais despojado à produção.

Se você é daquelas mais ousadas, se jogue no vestido de terno decotado. Aqui, a dica para não correr o risco de exagerar demais na ousadia, é eleger uma paleta de cores mais clássicas, como o preto e o branco. E, se você quer ousar, mas ainda tem medo dos modelos mais extravagantes, uma boa opção é escolher um estilo de corte clássico, porém em uma versão colorida. Para dar um ar mais sexy, combine com um top de renda e vista o blazer fechado, porém sem mais nada por baixo.

Agora, se o que você quer é estar superatualizada na última tendência, vá de estampa cinza xadrez. Famosas como Cara Delevingne, Olivia Palermo, Cate Blanchett, Rihanna, Victoria Beckham e Olivia Wilde já desfilaram as suas versões recentemente por aí e o item promete ser peça desejo nos próximos meses.

Resumindo: tem terninho para todos os gostos, basta você encontrar aquele que melhor se adequa ao seu estilo e pronto! Já pode experimentar arrasar por aí com uma produção supermoderna e estilosa.

 

Imagens: Wikimedia

Estampa de flamingo

estampa-de-flamingo

Deu zebra! Também deu tigre, pantera, lobo, coruja. Com tantos bichos à solta, fazendo companhia às corujinhas – que ainda estão espalhadas pelas peças mundo afora – no mundo das aves, o bicho da vez que estampa roupas e acessórios é o flamingo.

A cartela de cores é encantadora. Do rosa clarinho, passando pelo salmão e pelo laranja e enveredando pelo pink e lilás remetem às cores do animal; o seu ambiente também é retratado nas estampas, com nuances de azul e verde-água, puxando especialmente para o turquesa. Cores claras, como o bege, complementam a cartela remetendo ao habitat natural.

cartela-de-cores-flamingo

ESTAMPA-flamingo

Semana passada fui ao shopping e vi na Riachuelo uma camiseta regata com estampa de flamingo na sessão de roupas masculinas. Não cheguei a provar, mas depois fiquei com vontade de voltar lá e ver se serviria como uma saída de praia, ou se daria certo cortar. Mas pensando bem, em breve acredito que várias peças com a estampa chegarão às lojas – das fast fashion às mais hypadas – e aí é só esperar um pouco pra comprar a minha.

Close