Unhas | Blog Oxente Menina

Os esmaltes nude mais lindos da Risqué

Ando naquela vibe bem clássica em relação às unhas, escolhendo sempre tons de nude ou um bom vermelho. Para quem antes tentava não repetir esmaltes, ultimamente repetir é o que mais tenho feito. Não por falta de opção – e nem por achar que “tons vibrantes não combinam com inverno” – é por escolha mesmo. Sabe criança quando ganha uma roupa nova e quer usar a mesma peça todos os dias? É mais ou menos isso, daí vou revezando as cores a cada semana.

Esses esmaltes da Risqué têm uma cobertura ótima, duas camadas são suficientes para deixar a cor bem uniforme nas unhas. Mas o que mais gosto mesmo na marca é o pincel chato, que facilita bastante na hora de passar. (No post sobre o Turmalina eu já havia declarado o meu amor pelo pincel flat! Dá uma olhada para ver que cor linda).

Falando em cores e voltando o assunto para os nudes, o Ouro Nude (meu favorito!) embora descrito como metálico, tem um brilho perolado puxado para o dourado; o Joia das Águas é cremoso levemente puxado para o cinza; já o Doce Pérola é um cinza clarinho com um tom amarronzado bem sutil (não é aquele cinza puxado pro azul); e, por fim, o Cinza Incerto, que na minha visão-além-do-alcance está mais para marrom do que cinza, é um marrom de fundo acinzentado com sutis brilhos dourados.

Escolhi para essa semana o Joia das Águas. Ao vivo tenho a impressão que ele é menos acinzentado do que parece na foto, uma corzinha mais “café com leite”. Da próxima vez que pintar as unhas vou experimentar usar uma camada do Joia das Águas e o Ouro Nude por cima, acho que vai ficar legal!

Aqui em Recife os esmaltes da Risqué custam entre R$ 3,50 e R$ 6,00.

Esmalte Bleu Majorelle YSL

ysl-bleu-majorelle-01

Um esmalte azul poderia ser só mais um em meio a tantas novas cores que vemos nos lançamentos de beleza todos os dias. O Bleu Majorelle, da Yves Saint Laurent, definitivamente não é só mais um na multidão.

Jacques Majorelle, um artista francês de escola oriental, deixou sua casa em Nancy no início dos anos 1920 e mudou-se para Marrakesh, no Marrocos. A sua paixão por botânica o fez criar um lindo jardim inspirado nos jardins islâmicos com a luxúria de um jardim tropical, com vários ambientes e plantas que o pintor trouxe de suas viagens pelo mundo. Para a construção foi escolhido um tom de azul vibrante, que mais tarde conquistaria Yves Saint Laurent.

O estilista descobriu o Jardim Majorelle em 1966 durante sua primeira estadia em Marrakesh. Em 1980, junto com Pierre Bergé, Saint Laurent comprou o jardim que estava prestes a se transformar em um complexo hoteleiro que destruiria todo projeto de Majorelle. Em homenagem ao artista, a cor da propriedade foi batizada de Bleu Majorelle.

 

jardim-majorelle-01

jardim-majorelle-02

Na minha visita ao Espaço Velvet, mesmo antes de saber a história por trás da cor, escolhi com a ajuda de Sandrinha o Bleu Majorelle para pintar minhas unhas. O esmalte tem uma ótima cobertura e uma textura fininha, que mesmo com duas camadas não ficou com aquele aspecto grosso, e ainda ficou com um brilho lindo.

A secagem não consegui avaliar se foi rápida, porque usei spray secante. Já a duração nas unhas achei média, mas, como costumo informar, depois de alguns dias lavei louça e ainda umas roupas de Luca, então a menos que esteja colado nas unhas, é natural que o esmalte descasque um pouco, né?

ysl-bleu-majorelle-02

ysl-bleu-majorelle-03

As fotos do esmalte foram feitas por Joyce Domingos no dia de nossa visita ao Velvet. A cor é realmente maravilhosa, e depois de conhecer o conceito da cor, achei ainda mais bonita. E fiquei morrendo de vontade de ir ao Marrocos.

 

REMOVENDO-ESMALTE-COM-GLITTER-DAS-UNHAS  ESMALTE-DEEP-BLUE-DA-VIA-UNO-  LOUCAS-POR-ESMALTES  MINI-COLECAO-DE-ESMALTES-VERDES-E-AZUIS

Bye Bye Cut da Yenzah

bye-bye-cut-yenzah-01

Enfim estou tendo tempo um pouco mais de tempo para cuidar das unhas, mas ir ao salão toda sexta-feira é uma realidade ainda distante. Eu consigo fazer minhas unhas sozinha, não ficam tão bem feitas como se tivessem sido cuidadas por uma manicure, mas pelo menos não passo vergonha. Tirar cutícula é um costume que eu sempre tive até começar a conhecer os produtos que amolecem as cutículas e, se não as removem, diminuem bastante.

Há pouco tempo comecei a usar o Bye Bye Cut, da Yenzah, que promete amolecer e reduzir as cutículas graças à Vitamina E e dos compostos emolientes do produto, que ajudam a hidratar e facilitar a remoção e faz com que as cutículas cresçam mais finas e lentamente.

No meu caso, que sempre tive as cutículas fininhas, hidratação sempre foi a maior necessidade pra não deixar as cutículas ressecadas. Na primeira aplicação do Bye Bye Cut percebi que a hidratação é efetiva e alguns minutos foram suficientes para fazer com que as minhas cutículas fossem removidas com facilidade apenas com a ajuda de uma espátula.

bye-bye-cut-yenzah-03

O produto vem num vidro com pincel na tampa, como um vidro de esmalte, que ajuda a passar o produto com segurança no contorno das unhas sem fazer estragos. De acordo com orientações da marca, o Bye Bye Cut pode ser usado com ou sem esmalte, deixando agir por alguns minutos após a aplicação e depois lavando as mãos. Eu preferi usar antes de fazer as unhas empurrando as cutículas com a espátula, e só usei o alicate para tirar umas pontinhas que ficaram levantadas. O motivo de eu ainda usar a espátula foi o de ter restos de esmalte grudados nas unhas e no cantinho quase na cutícula, daí a espátula ajudou a removê-los já molinhos por causa da ação emoliente do produto.

bye-bye-cut-yenzah-02

A textura lembra a de um hidratante mais consistente, e é essa consistência que ajuda o produto a não escorrer das unhas, fator que eu considero importante e positivo. Até agora tenho usado o produto uma vez por semana, ainda não fiz o teste de usá-lo diariamente. Nesse tempo de uso, equivalente a três aplicações, tenho percebido que fica mais fácil remover as cutículas a cada nova aplicação.

O produto contém álcali, um composto que pode causar cegueira, segundo informações do Ministério da Saúde. A fórmula é composta, ainda, por Aqua, Glycerin, Cetyl lactate, Cetyl alcohol, Lanolin, Dimethicone, Laureth-4, Laureth-23, Potassium hydroxide, Ceteareth-20, Glyceryl stearate e Tocopheryl acetate, de acordo com informações do fabricante.

bye-bye-cut-yenzah-04

Em minha opinião, o produto é altamente eficaz ao que se propõe – amolecer e reduzir cutículas. O preço médio para o frasco de 12ml é de R$ 25,00, levando em consideração que rende bastante e cumpre o que promete, é um valor justo.

 

REMOVENDO-ESMALTE-COM-GLITTER-DAS-UNHAS  LENCINHOS-MAGICOS-PARA-AS-UNHAS  CERA-NUTRITIVA-UNHAS-CUTICULAS-GRANADO  DICA-DA-LEITORA-ESMALTES-HITS-E-BIG-UNIVERSO

Esmalte Turmalina da Risqué

turmalina-risque-01

Nesse ano turbulento em que eu esqueci um pouco de mim mesma, achei que merecia passar o Natal com as unhas bonitas. Não consegui ir na manicure, mas eu mesma fiz e a cor escolhida foi a Turmalina, da Risqué.

Sabe quando você vê a cor, acha incrivelmente maravilhosa, mas tem a impressão de estar tendo um déjà vu? Aí lembrei de um post que vi no Mulher Sem Photoshop no meio do ano, Lu falando que a Turmalina é uma das cores de coleções passadas que a Risqué trouxe de volta para a coleção fixa. A coleção original chamava-se Jóias Místicas, de 2010, que trouxe o Lápis Lazuli que arrebatou corações na época {um azul vibrante fosco que todo mundo queria}, e o Citrino Nude – um dos meus favoritos de todos os tempos – que eu consegui esvaziar dois vidrinhos de tanto que eu usava. 

turmalina-risque-02

O Turmalina é um roxo de fundo fúcsia super elegante, escuro porém vibrante {a rima foi sem querer}. Como disse Ju Vieira numa foto que postei no Instagram antes de escolher a cor que pintaria para o Natal, “o Turmalina é chique, é elegante, é fino, é rico”Com uma camada ele já mostra que não é um roxinho qualquer, mas é com duas que a cobertura fica perfeita e a beleza do tom se sobressai.

A cor permaneceu a mesma, mas essa talvez seja a única semelhança entre a edição de 2010 e a atual. Desde o ano passado todos os esmaltes da Risqué ganharam nova fórmula e passaram a ser hipoalergênicos. O vidro e o rótulo também sofreram alterações, e a melhor notícia junto com a da fórmula hipoalergênica é o pincel chato. Incrível como esse pincel flat e mais larguinho faz toda a diferença na hora de pintar.

turmalina-risque-03

Fugi do tradicional vermelho no Natal e usei o Turmalina. Essa semana espero conseguir novamente fazer as unhas e entrar 2016 com as unhas lindas. Que cor vocês vão escolher para entrar o ano novo?

 

ESMALTE-ECHARPE-DE-CROCHE-DA-RISQUE  RISQUE-COLOR-EFFECT-E-ALGUMAS-MISTURINHAS  E-CHUMBRO-ESMALTES-DE-INVERNO  REMOVENDO-ESMALTE-COM-GLITTER-DAS-UNHAS

Esmalte Antonieta da Granado

esmalte-antonieta-granado-01

Preciso fazer um vídeo mostrando como faço minhas unhas, todo o processo que armo aqui para poder pinta-las. E como uma pessoa que costuma fazer as próprias unhas e consegue pintar a mão esquerda {pausa para aplausos}, felicidade nessa vida é encontrar um esmalte que só precise de uma camada. Desde a coleção Bailarinas eu percebi que mesmo as cores claras dos esmaltes Granado tem uma boa cobertura com uma só camada. Ao pintar as unhas com o Antonieta, o rosa claro da coleção Rainhas, confirmei essa afirmação. 

esmalte-antonieta-granado-03

O Antonieta me lembrou o Margot da coleção Bailarinas {tem foto dele aqui}, sendo o Margot com o fundo mais quente, e o Antonieta um pouco mais frio. Falando no Margot, foi pintando com ele que constatei que só precisava passar uma camada para atingir uma boa cobertura. Que bom que a fórmula continua assim!

Os esmaltes da marca são hipoalergênicos, e podem ser encontrados nas lojas Granado espalhadas pelo Brasil ou pela loja virtual.

esmalte-antonieta-granado-04

 

ESMALTE-VICTORIA-GRANADO  ESMALTE-CATARINA-GRANADO  COLECAO-RAINHAS-GRANADO  O-ESMALTE-DE-INES-BABILONIA

Esmalte Victoria da Granado

esmalte-victoria-granado-01

Numa breve enquete no Instagram, ao perguntar qual esmalte da coleção Rainhas da Granado eu deveria pintar, o Victoria foi um dos mais votados. Não é surpresa nenhuma, a cor é linda!

O Victoria é um cinza-chumbo com nuances de azul-petróleo. Se você acha que há muita disparidade nessa informação, experimente pintar as unhas com a cor e observar a tonalidade em diferentes reflexos de luz, a ilusão é perceptível.

Aproveitando que em cores escuras as falhas, quando existem, são mais imperceptíveis, pintei com uma só camada. O acabamento ficou perfeito, sem falhas {exceto por uma borrada que eu dei e que tentei consertar}. Até pintar novamente, cerca de quatro dias depois, a cor continuava com brilho e descascando apenas nas pontas. Considerando que eu lavo louça pelo menos três vezes por dia, achei que a durabilidade foi muito boa.

esmalte-victoria-granado-02

Falando na coleção Rainhas, o sucesso dos press kits foi tão grande que a marca desenvolveu a mesma caixinha para comercializar entre as clientes da Granado numa coleção limitadíssima. O kit vem com as seis cores da coleção de esmaltes Rainhas e um óleo fortalecedor. Acompanha ainda um livreto com uma boneca de papel destacável e as roupinhas das rainhas homenageadas para vestir: Elizabeth, Antonieta, Catarina, Beatriz, Carlota e Victoria. O kit está sendo vendido exclusivamente na loja virtual da Granado.

 

COLECAO-RAINHAS-GRANADO  ESMALTE-CATARINA-GRANADO  COLECAO-BAILARINAS-GRANADO  COLECAO-ESCRITORAS-DA-GRANADO