Esmalte Turmalina da Risqué

Nesse ano turbulento em que eu esqueci um pouco de mim mesma, achei que merecia passar o Natal com as unhas bonitas. Não consegui ir na manicure, mas eu mesma fiz e a cor escolhida foi a Turmalina, da Risqué.

Sabe quando você vê a cor, acha incrivelmente maravilhosa, mas tem a impressão de estar tendo um déjà vu? Aí lembrei de um post que vi no Mulher Sem Photoshop no meio do ano, Lu falando que a Turmalina é uma das cores de coleções passadas que a Risqué trouxe de volta para a coleção fixa. A coleção original chamava-se Jóias Místicas, de 2010, que trouxe o Lápis Lazuli que arrebatou corações na época {um azul vibrante fosco que todo mundo queria}, e o Citrino Nude – um dos meus favoritos de todos os tempos – que eu consegui esvaziar dois vidrinhos de tanto que eu usava. 

turmalina-risque-02

O Turmalina é um roxo de fundo fúcsia super elegante, escuro porém vibrante {a rima foi sem querer}. Como disse Ju Vieira numa foto que postei no Instagram antes de escolher a cor que pintaria para o Natal, “o Turmalina é chique, é elegante, é fino, é rico”Com uma camada ele já mostra que não é um roxinho qualquer, mas é com duas que a cobertura fica perfeita e a beleza do tom se sobressai.

A cor permaneceu a mesma, mas essa talvez seja a única semelhança entre a edição de 2010 e a atual. Desde o ano passado todos os esmaltes da Risqué ganharam nova fórmula e passaram a ser hipoalergênicos. O vidro e o rótulo também sofreram alterações, e a melhor notícia junto com a da fórmula hipoalergênica é o pincel chato. Incrível como esse pincel flat e mais larguinho faz toda a diferença na hora de pintar.

turmalina-risque-03

Fugi do tradicional vermelho no Natal e usei o Turmalina. Essa semana espero conseguir novamente fazer as unhas e entrar 2016 com as unhas lindas. Que cor vocês vão escolher para entrar o ano novo?

Facebook Comments

Compartilhe:
3 comments Add yours
  1. Eu tive o Turmalina, versão original. Gostava da cor mas parei de usar porque desenvolvi alergia.
    Não curti esse vidrinho novo da Risque. O pincel propriamente dito pode ser melhor, mas a tampinha é muito chata de segurar.
    E já que estamos no assunto esmaltes, deixa eu te contar que no fim de semana fiz arrumação e recenseamento nos meus e descobri que tenho surpreendentes 184 esmaltes! Achava que era menos :D

  2. Pingback: Os esmaltes nude mais lindos da Risqué | JETSS – SITES & BLOGS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.