Você já controlou sua ansiedade hoje?

Às 06:30 já estou de pé, sento de frente ao computador e começo a escrever essas linhas, ainda não sei o que vai sair. “Respira fundo”, uma voz me lembra. É a minha, só que lá dentro. Respiro profundamente uma, duas, três vezes, e continuo a digitar. Olho a agenda que fica sempre aberta ao lado do computador, é lá que minha vida diária é resumida atrás de pequenas bolinhas. A de hoje está cheia. “Respira fundo mais uma vez”, insiste aquela voz interna, que já começa a me irritar. Respiro mais três vezes, dessa vez soltando o ar pela boca, porque da outra vez eu tinha esquecido.

Olho mais uma vez a agenda e ao empurrar o celular vejo a página de ontem. Só tinha quatro linhas de tarefas, e só consegui concluir uma delas. Era domingo. A culpa bate e o coração acelera novamente, dessa vez acompanhado por aquela tensão nos ombros que não vai embora nunca. “Faz o ho’oponopono”, minha voz interna grita, e eu sinto que a ansiedade começa a acometê-la também ao ver que a minha respiração continua descontrolada e os conselhos não estão ajudando. “Sinto Muito. Me perdoe. Te amo. Sou grato”. Tento me concentrar na oração havaiana que limpa as memórias negativas.

Enquanto recito novamente as palavras ensinadas pelo Dr. Ihaleakala Hew Len, vejo que já são 07:00 e sinto vontade de chorar. Não tem nenhuma tarefa do dia concluída ainda. Lembro de um outro problema que foge ao meu controle e tento fazer mais uma rodada das palavras mágicas do ho’oponopono. Ou será que agora eu deveria mentalizar alguma sequência numérica de Grabovoi?

Eu sei que com a ansiedade as coisas demoram mais a se resolver, tento acalmar meu coração acelerado mais uma vez, dessa vez só com a força do pensamento. Não é tudo energia? Vamos levantar essa vibração como se fosse um celular carregando a bateria. Me desligo um pouco dos problemas ao escrever estas palavras. Até que me faz bem, mas lembro que poderia estar escrevendo o texto de um cliente, ou fazendo uma tradução, ou fazendo uma cotação que outro cliente me pediu no fim de semana. E preciso ir na escola de Luca efetuar o pagamento do material, não sei se vou conseguir fazer tudo. “918197185”, mentalizo a sequência de Grabovoi, os números vibratórios para “tudo já deu certo”.

São 07:10, meu filho ainda vai demorar para acordar, tenho algumas poucas horas antes que ele me chame para cortar um desenho que fez, ou para perguntar o que vamos fazer hoje, afinal ainda está de férias e quer se divertir. Mais culpa. Sou uma péssima mãe, não proporciono férias super divertidas para a pessoa que mais amo nesse mundo. E quando ele me pedir qualquer coisa hoje de manhã, vou dizer que não posso porque estou fazendo o almoço. Já tirei a carne para descongelar, tenho que aproveitar para fazer o que conseguir produzir nesse espaço de tempo. “Encha os pulmões de ar e solte suavemente”.

Começo a ficar um pouco tonta. Um trovão ressoa lá fora. Incrivelmente o tempo está fechado – em pleno verão em Recife. O primeiro bom sinal do dia, a chuva me acalma, mas espero que os trovões e relâmpagos não façam a energia oscilar, porque preciso trabalhar. Preciso de energia – a elétrica e a interior. Bebo água, volto para o computador, respiro mais uma vez, e mais uma, e mais uma, e mais uma… A lista de afazeres não sumiu, o céu começou a abrir um pouco, já não chove mais. Tento o ho’oponopono mais uma vez. Acho que estou conseguindo controlar minha ansiedade, pelo menos por ora.

São 07:40 e ainda sinto algumas palpitações, mas os pensamentos não estão tão nebulosos quanto na minha primeira hora útil do dia. Sigo respirando, deixando a vida entrar. Espero que seja só uma TPM. “Respira, respira, respira…”

E você, já controlou sua ansiedade hoje?

Comentários do Facebook

Compartilhe:
7 comments Add yours
  1. Estava em casa desde sexta, porque foi feriado em São Paulo, e mesmo assim tive crises de ansiedade. Dá uma angústia quando começamos o dia com essa sensação de ter coisas demais pra fazer, né?!
    Os exercícios de respiração parecem irritantes, mas fazem uma diferença enorme pra mim.
    Desejo que seu dia seja bom e sua semana mais leve. Não se culpe assim! ❤️

  2. Nossa que postagem é essa? Me pegou de jeito viu.
    Estou tentando controlar minha ansiedade desde o inicio do ano passado quando fui parar no hospital por estafa de tanta coisa pra fazer e o corpo não aguentar.
    Melhorou mas ainda nao estou 100% e agora com a gravidez tenho tentado mais ainda ficar mais tranquila!

    beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.