Como criar hábitos positivos para 2020

Longe de querer me mostrar como um modelo de vida exemplar ou de querer dar uma de coach do autoconhecimento, sou a primeira a dizer que minha vida está longe de ser perfeita. O ano de 2019 foi meio louco para mim, cheio de altos e baixos (mas sem extremos) e de tomadas de decisões difíceis (mas nada também que fosse caso de vida ou morte). Criar hábitos positivos tem sido uma tentativa diária, tanto pela minha sanidade como para o bem-estar dos que estão ao meu redor. Mas a verdade é que, por mais que estejam permeadas de boas intenções, as tentativas e ações para colocar esses hábitos em prática não estão imunes a falhas.

Mas quem o ou quê não está imune a falhas, não é verdade? Acredito que o simples fato de tentar melhorar já nos dá uma vantagem em comparação a quem senta a bunda no sofá e espera tudo cair do céu. Não que isso seja uma competição para ver que chega mais feliz na reta final, mas ter iniciativa é essencial.

+ Como lidar com uma rotina atribulada
+ Uma echarpe rosa, várias viagens: reflexão sobre ter peças não descartáveis

Para criar hábitos positivos basta dar o primeiro passo

Também não adianta querer fazer uma grande mudança da noite para o dia. Tudo bem começar aos poucos, e tudo bem errar e começar de outro jeito. Como citei antes, não é uma competição para ver quem se sente mais feliz no menor espaço de tempo, a busca é permanente e é preciso dar o primeiro passo. Neste post listo algumas estratégias que têm funcionado para mim, mesmo em meio ao caos de uma rotina atribulada.

criar hábitos positivos

1. Trabalhe seu lado espiritual

Trabalhar o lado espiritual não está ligado a nenhuma prática religiosa, e a mensagem não deve ser interpretada como “Vá à igreja todos os dias”. Na verdade, ir à igreja é uma coisa que não costumo fazer há bastante tempo, simplesmente porque não me sinto bem. Livre de denominações, o que eu entendo por espiritualidade tem uma premissa muito simples, que é a de se sentir bem sem ofender ou prejudicar ninguém. Se você se sente bem rezando o terço, frequentando uma missa ou outros cultos religiosos, recitando mantras ou acendendo incensos pela casa, está tudo certo. Há alguns anos descobri os ensinamentos dos Abraham-Hicks e o Hoʻoponopono, que costumo ler ou recitar diariamente.

+ Você já controlou sua ansiedade hoje?
+ Sejamos luz

2. Descarte o que não lhe faz bem

Sabe quando você arruma o guarda-roupa, doa um monte de peças e fica com aquela sensação de que a energia do local começou a circular? É porque é isso mesmo que acontece. E isso serve não apenas para objetos e roupas, serve para pessoas também. É claro que você não vai doar ou descartar alguém, mas não precisa se sentir preso àquela pessoa ou se sentir na obrigação de conviver com ela (mesmo que seja alguém da sua família ou um amigo próximo). Por mais que isso possa lhe trazer um peso na consciência a princípio, se afastar de pessoas tóxicas que não contribuem com nada de positivo na sua vida é libertador.

3. Não se prive do que gosta

Essa questão é polêmica, porque na maioria das vezes envolve dinheiro, e, culturalmente falando, o dinheiro é visto como uma coisa negativa. Dinheiro também é energia, e como tal, precisa circular. Isso não significa que você a partir de agora possa sair gastando cada centavo que está na sua conta, mas se você tiver que renunciar a tudo que gosta, qual o propósito de trabalhar? Não podemos viver apenas para pagar as contas, é preciso se permitir um pouco e usufruir de coisas boas sem culpa. Está a fim de comer uma coisa doce bem gostosa no meio da semana? Coma! Quer se dar ao luxo de viajar e se hospedar em um hotel bacana? Vá. Analise suas condições e faça o que estiver dentro das suas possibilidades (mesmo que isso implique em parcelar em 10x no cartão), mas não faça suas escolhas com base no que os outros vão pensar ou no medo de a fonte esgotar.

+ Carta para o meu eu aos 15 anos
+ Promessas de ano novo

4. Faça um detox das redes sociais

Uma pesquisa realizada em 2017 pela Royal Society for Public Health, do Reino Unido, constatou que sete em cada dez pessoas se sentem pior em relação à autoimagem depois de usar o Instagram. A vida perfeita dos usuários que ostentam suas riquezas, viagens, presentes recebidos e corpos impecáveis traz um efeito devastador para as pessoas “normais” que não têm perspectivas de realizar os mesmos feitos. E por que se martirizar vendo coisas quem só fazem mal para sua saúde mental e te deixam para baixo? Você não precisa encerrar sua conta em nenhuma rede e nem excluir seus aplicativos, mas deixe de seguir aqueles perfis que não acrescentam nada de bom.

5. Deixe seu celular de lado por algumas horas

Certeza de que você está aí pensando “Ahhhh, isso não consigo fazer!”. Consegue sim, pode acreditar. A ansiedade para saber quantas curtidas você recebeu naquela foto incrível ou a curiosidade para saber o que a galera do grupo de WhatsApp falou podem ser intensas, mas você não vai morrer se ficar umas duas horinhas sem verificar seu celular. E mesmo quem usa o aparelho a trabalho tem como fazer um uso mais comedido. Aqui o que tem funcionado é definir o timer durante meia hora. Nesse tempo só trabalho nas minhas traduções, produção de texto ou algo relacionado à casa. Quando o tempo acaba, defino mais 10 ou 20 minutos de intervalo para responder alguma mensagem ou bisbilhotar as redes sociais; em seguida coloco o timer novamente para mais 30 ou 40 minutos de trabalho. Nesse ritmo, o tempo vai passando e nem sinto falta de estar olhando o celular o tempo todo. E minha produtividade aumentou bastante!

+ Crianças sentem-se preteridas por smartphones
+ Considerações sobre simplicidade, ostentação e felicidade

As estratégias que funcionam comigo podem não servir para todo mundo, afinal temos vidas e perspectivas diferentes. Para criar hábitos positivos, comece a prestar atenção ao seu estilo de vida e faça uma lista das coisas que gostaria de mudar. Com um pouquinho de paciência e alguns ajustes aqui e ali, dá certo. No mais, que em 2020 você consiga colocar todos os seus projetos e desejos em prática. Feliz ano novo!

Comentários do Facebook

Compartilhe:
4 comments Add yours
  1. Anaaaaa
    quanto tempo sem passar aqui!!!!

    Ameeeeeei o post!
    vou até imprimir pra ler sempre hehehehe
    preciso ser mais positiva, esse ano fui qse devorada pelo pessimismo, n quero repetir esse ciclo!!!

    Feliz 2020 pra nós!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.