Quando chega junho em Caruaru…

Junho é uma época mágica aqui no nordeste. As cidades se vestem de bandeirinhas coloridas e se iluminam com fogueiras e fogos de artifício, o som da sanfona se transforma em música ambiente, e o cheiro das comidas típicas juninas se espalham pelo ar. Junho é a época de celebrar São Pedro, Santo Antônio e São João!

Se estivesse vivo, o mestre Luiz Gonzaga completaria seu centenário em 2012, e sendo uma das figuras mais icônicas do São João, todas as homenagens esse ano são para ele. Merecidamente.

Para mostrar um pouco da cultura nordestina no São João, convidei a jornalista Karla Vidal para falar um pouco sobre os festejos de Caruaru – a capital do forró.

{E as fotos que Karla fez são tão lindas, que não tive coragem de editá-las.}

Nascida e criada em Caruaru eu nunca deixei de ir à cidade no mês de junho, quando as festas juninas tomam a cidade de ponta a ponta. Moro no Recife há 14 anos e voltar para Caruaru todo São João é sagrado. Primeiro porque eu gosto mesmo da minha cidade natal e segundo porque meus pais perdoam minha ausência até no Natal, desde que em junho eu esteja lá com eles.

Quando eu era criança gostava da festa, mas não me divertia muito porque era tímida. Hoje eu não só me divirto como vejo tudo com um olhar bem diferente. Eu, que antes só olhava, hoje vejo as cores, a alegria e o envolvimento das pessoas, a arte popular exposta por todos os lados, as comidas típicas, o céu azul, as luzes dos fogos, além dos pequenos detalhes de quem decora com cuidado suas casas e do forró que faz a poeira subir.

É bom demais de ver! São trinta dias de festa que deixam qualquer um em dúvida sobre qual atração ver primeiro. No último feriadão, Dia de Santo Antônio e Dia dos Namorados, registrei em imagens meu passeio fiel de todos os anos. Fica o convite para quem quiser experimentar novos olhares lá em Caruaru. Ainda tem São João e São Pedro! Vamos? Ou melhor, bora simbora?

Mais fotos na fan page do Oxente no Facebook.

Facebook Comments
21 comments Add yours
  1. Que fotos lindas, Karla!
    Ai, quem me dera passar São João em Caruaru. Já fui, é bom demais.
    Só fico riste quando vejo o forró tradicional e verdadeiro perder espaço para essa bagunça eletrônica, que cada vez é menos forró e mais o ritmo da moda. Esse forró eletrônico já foi universitário (jubilado, nunca conseguiu se formar), flertou com o brega do Pará (nada contra, só que são ritmos distintos, então cada um com seu cada qual) e agora se aproxima do pseudo sertanejo. Já reparou nas letras das canções de Gonzagão e seus seguidores? Ali é poesia. Nada dessas letras atuais que rimam nada com coisa alguma.

  2. As fotos estão lindas! Adorei a matéria da Karla e concordo com os pais dela, se faltar numa festa típica e com um clima gostoso como esse não tem perdão mesmo.
    Posso fazer as malas e sair correndo pra Caruaru? Vontade não falta…

  3. A boa nova, Neysângela, é que estão ganhando força as vozes que clamam pela tradição e qualidade da festa. Um bom exemplo é que Azulão, artista da terra que ficaria de fora da programação, foi incluído graças às reivindicações do público. É impensável o homenageado do evento, ao lado de Luiz Gonzaga, ficar de fora no ano em que comemora 50 anos de carreira. Um dia entra na cabeça dos produtores que a gente quer forró, luzes, cores e tradição. Para ver outras coisas basta só ligar a televisão…

  4. Adorei a materia!!! Eu AMO festa junina. Infelizmente, ha muitos anos nao participo, mas tenho as MELHORES lembrancas dessa epoca. Sou de Goiania, e no bairro onde eu morava, ensaiavamos durante um mes a quadrilha. Era a maior diversao, pq era depois da aula, e era tambem a unica epoca do ano que podiamos (eu e meus irmaos) brincar ‘a noite na rua. E, no dia de Sao Joao, fechavamos a rua com folhas de bananeiras, os vizinhos montavam barracas… Ficaria horas aqui…. so pra descrever todas as otimas memorias que eu tenho dessa epoca. E, concordo com a Neysangela sobre o forro tradicional. Nao conheco nenhum ritmo novo que voce citou, e nem consigo imaginar alguma banda ou cantor que supere Gonzaga. Festa Junina tradicional entraria na minha lista MUST TO HAVE IT!!! Pra terminar, outro dia li num blog, que a blogueira tinha ido a uma festa junina e postou o look que ela tinha usado na festa… Eu quis chorar!!! Ela estava vestida como se tivesse ido para uma festa normal…. Me desculpem, mas ser FASHION, pra mim significa tambem RESPEITAR e MANTER A TRADICAO. Viva o Nordeste!!! Viva Sao Joao, Sao Pedro, Santo Antonio…. To esquecendo de alguem???? lol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.